sexta-feira, 28 de junho de 2013

Paulo Portas Entrevista





Denúncias como esta, com tantos dados e factos identificados, não têm qq consequência judicial e política, não suscitam a indignação das pessoas de bem,
não animam a exigência de levar perante a justiça o corrompidos P.Portas & Cia? A cambada que afunda o país vai continuar impune quanto mais tempo ainda?
>
 1,06 milhões de euros em notas depositados por funcionários, na conta do CDS no final de 2004
> 
Foi literalmente aos molhos que os funcionários da sede nacional do CDS-PP levaram nos últimos dias de Dezembro de 2004 para o balcão do BES, na Rua do Comércio, em Lisboa, um total de 1.060.250 euros, para depositar na conta do partido. Em apenas quatro dias foram feitos 105 depósitos, todos em notas, de montantes sempre inferiores a 12.500 euros, quantia a partir da qual era obrigatória a comunicação às autoridades de combate à corrupção.
> 
Frisando que os 105 depósitos do CDS no BES foram feitos entre os dias 27 e 30 de Dezembro de 2004, "muitos deles com intervalos de minutos e a grande maioria em parcelas de 10 mil euros", os investigadores da PJ descobriram também que os recibos para justificar a entrada daquelas verbas nos cofres do partido teriam sido todos passados em datas posteriores aos depósitos. Os próprios livros com os talões de recibos teriam sido encomendados já em Janeiro de 2005.

Sem comentários:

Publicar um comentário