segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Origem da Fortuna da família de Sócrates

                          

Marinho e Pinto, eurodeputado: A mãe de Sócrates. "Dois dos seus três filhos faleceram já adultos. O que sobrevive é hoje objeto de um apedrejamento moral na praça pública. Uma justiça digna desse nome deveria proteger todas as pessoas desses linchamentos e não promovê-los ela própria. A minha solidariedade, pois, para essa mãe." 26 de dezembro de 2014.





A origem legítima da fortuna da família de José Sócrates

Se antes de 2011 quando Sócrates era atacado por tudo e por todos como o bode expiatório de uma Crise que não era só nacional depois que deixou de ser governante vemos constantemente a ser atacado pela Imprensa sensacionalista que sobrevive e que não tem mais nada para vender do que vidas de actores de telenovelas que não interessam nem à minha cadela ou então vidas privadas de pessoas que só porque têm uma cara linda ou sabem dar um toques na bola já são maiores do que aqueles que passam uma vida a pulso à custa do mérito. 
Cito aqui o que faz parte do domínio público mas que os jornais não gostam que se fale :

"A senhora mãe de José Sócrates é filha de um homem que ao longo da vida trabalhou na exploração do volfrâmio nas minas do Norte de Portugal. O seu pai ficou rico, muito rico, riquíssimo e quando faleceu deixou uma fortuna incalculável à senhora mãe de José Sócrates e a outros filhos de um seu segundo casamento. Quando o seu pai optou pelo segundo casamento, a senhora mãe de José Sócrates não se deu bem com a madrasta e preferiu ir viver, entre os anos 40 e 50 para Cubal-Angola. A senhora mãe de José Sócrates casou com um arquitecto de prestígio na cidade da Covilhã de quem se viria a divorciar, resultando do facto, mais um avultado recebimento pecuniário"

O avô de José Sócrates foi a pessoa que ganhou mais dinheiro com a venda de Volfrâmio para o esforço de Guerra da Alemanha Nazi de Hitler, tinha enumeras minas em Trás os Montes. Claro que agora os jornais quando publicam qualquer coisa só pretendem mandar a mensagem subliminar de que "José Sócrates está a viver em Paris e ter uma vida de rico porque roubou Portugal". Se ele não tivesse ido para Paris teria sido muito pior para ele ou para o país pois veríamos uma escalada de notícias que mais uma vez digo ... não interessam à minha cadela.
Autor: Paula Regina Santos Facebook. Quem tiver dúvidas pode investigar nas origens Vilar de Maçada  concelho de Alijó

    • Ana Costa-Cristina Ilídio Nunca se gabou, nem tão pouco mencionou a sua situação familiar ou económica, até porque era um rapaz muito reservado, assim como nunca fez vida de rico, enquanto estudante do ensino secundário!!! Mas quem conhece JS desde os seus 9/10 anos (o meu caso), da cidade onde viveu com o Pai e estudou, antes de ingressar na universidade, não tem a mínima dúvida da origem da fortuna legítima, por parte da família materna! Nesse aspecto, sempre o defendi neste site (fb), o único que frequento! E se eu sei, o que sei, é porque conheço "n" pessoas que sabem a verdade da origem da fortuna, que privaram com a Mãe dele (incluíndo familiares meus, que ainda hoje em dia falam da Senhora com nostalgia), antes de a Senhora se separar e abandonar a Covilhã! A inveja é "tramada"! E eu detesto injustiças!


      • Ana Costa-Cristina Ilídio E ainda aqui volto para acrescentar, mesmo após a sua entrada para a política, continuou a ser amigo dos seus amigos de infância e adolescência, independentemente das habilitações literárias destes! E se o afirmo, é porque tinhamos um amigo em comum (um dos seus melhores amigos e o meu melhor amigo) que, infelizmente já faleceu!
        há cerca de uma hora através de telemóvel · Editado · 1
      • Regina Alegria a dor de cotovelo desta gentinha ,faz com que queiram destruir as pessoas com ivenções terriveis ,bolas chega !!!! deixem as pessoas em Paz..gosto do Zé Socrates--
      • Custodia Vieira UM GRANDE HOMEM O MELHOR POLITICO DE SEMPRE!!!! OBRIGADO! JOSÉ SÓCRATES!!
      • Tita Teixeira Confirmo tudo o que é referido. Conheço a familia, o lugar onde nasceu e viveu alguns anos, pq a minha mãe nasceu numa aldeia visinha. Fico indignada quando oiço calunias acerca desta familia de bem, por gente que emprenha de ouvido e que acredita em todas as patranhas que ouve, sem pensar o quanto estão erradas e quanto têm de prestar contas a Deus por falsos testemunhos contra alguem que só fez o bem em Portugal. Mas para esses, os actuais governantes servem-lhes de feição! Haverá o dia em que tudo o que se disse e escreveu por gente a soldo de Cavaco Silva e seus capangas!

        Maria Ângela Pires Há anos que eu sabia a origem da fortuna de um avô de José Sócrates : o volfrâmio, na época em que muitos fizeram fortunas. Só pessoas de má fé, invejosas e muito mal informadas o passaram a                perseguir e difamar.

        Tita Teixeira È verdade! Conheço a história e a familia! Mas convem aos caluniadores continuarem esta manobra de manipulação!

        Helena Martins Como ja sabia da origem desta fortuna, ficava muito revoltada quando ''certas pessoas'' diziam mal sem saber. Sócrates teve sempre uma postura exemplar.

Sobre a informação que me pede. Li, ainda José Sócrates era 1º. Ministro na Visão, Sábado ou Expresso foi; Mãe de José Sócrates divorciou-se e foi para Vila Real, era professora levou 2 filhos. Tinha também uma menina que faleceu com cancro. José Sócrates ficou com o pai. A D. Maria Adelaide só teve acesso á fortuna do pai, depois dele falecer. Creio que ainda tenho estas revistas guardadas e se conseguir mais dados, informo. Cumprimentos.  
Sei que depois do divórcio, passou muito no sentido monetário, estava só com dois filhos. Era professora, creio que da escola primária. Que era muito bom naquele tempo. O pai era uma pessoa severa. Depois a filha de D. Adelaide, se não me engano, chamava-se Ana Maria, faleceu á volta dos 20 anos, pelo que ouvi, com leucemia. Eu tenho essas entrevistas guardadas que, quando poder, posso completar esta informação. Ouvi a D. Adelaide na TV quando foi entrevistada, depois de Sócrates ganhar as primeiras eleições, que não estava feliz pela vitória do filho, porque a partir daí, iam dizer mal dele. Sabedoria do saber da idade e de coração de mãe. Quanto ao irmão de Sócrates já deve saber. Respeito muito esta família. Cumprimentos. Por: Maria Conceição Cunha


Isabel Fernanda Confirmo a verdade de, desde 1942 a Família tinha grande fortuna,devido à venda de volfrâmio para Alemanha e Inglaterra... Foi-me contado em Maio de 2009 em Vilar de Macada por 6 pessoas diferentes dos 70 aos 90 anos...
Gente digna rica, amiga disse seus empregados , tratados como Família até na resolução dos seus problemas pessoais...
Durante décadas fizeram dádivas mensais, para cerca de 30 famílias, de cabazes de alimentação...sem que quem os recebia soubesse quem enviava...só souberam em 1968...
Quem tem este exemplo em Família...só pode querer Portugal próspero, digno e com equidade para os Portugueses!




Isabel Fernanda As invenções não vão parar...como vendem os pasquins e revistas cor-de-rosa...?
Só se atiram pedras...as árvores que dão fruto...
Grande Homem de carácter e dignidade...que sempre quis ver Portugal no lugar da frente ...na evolução...

E quer equidade e dignidade para a vida a que Todos temos direito de viver...em Portugal!
Queremos Portugal livre.
e Justiça sem défice para Todos os Portugueses...
Só perde quem desiste de lutar.
Vamos a isso...Portugueses!


A partir de quanto é que se pode dizer que alguém é rico? Possuir uma fortuna é possuir quanto? Vem isto a propósito de algumas peças jornalísticas como esta que contrariam outras, ao afirmar que a...
VAIEVEM.WORDPRESS.COM
Diz o jornal Público, referindo-se ao património da senhora, que não é “fortuna”. E descreve sucintamente, a “bagatela”:   


Amigo, agradeço a explicação que colocou no meu mural sobre a fortuna de Sócrates....mas acontece que já sabia grande parte.....Perguntará como o sabia....eu respondo: a minha mãe tem 91 anos e o pai dela, portanto meu avô, conhecia bem a história de vida do avô dele.....Se quiser investigar ficará sabendo que meu avô era filho de um "industrial" (poderei assim chamá-lo?) cujo negócio principal assentava na exportação de azeite....naquela época o meu bisavô era uma pessoa de enormes posses e assim meu avô convivia com a nata da sociedade de então, participando em caçadas e outros eventos, percorrendo esse Portugal de lés a lés ....e foi por via dele que minha mãe teve conhecimento da prosperidade do avô de Socrates à conta da exploração de minas de volfrâmio...Quando este começou a sua vida na política como Ministro do Ambiente, minha mãe contou-me então quem ele era.......razão porque quando se iniciou a campanha difamatória contra ele há uns anos atrás eu ter desde logo referido este facto.....Claro que o avô de Sócrates soube acautelar a fortuna que angariou com muito trabalho e esforço....foi pena o meu bisavô não ter feito o mesmo deixando a sua ao saque de 14 filhos que devido a tantas guerras que por causa dela engendraram, que obrigaram meu avô a abdicar de uma vida de conforto e bem-estar por uma outra em que teve de começar do zero......Mas isto já são histórias de outro rosário....Obrigada uma vez mais! Testemunho de Dulce Presilha.




NO FIM DESTE ESPETÁCULO AINDA ACABAM POR PEDIR DESCULPAS E INDEMENIZAR O HOMEM

Esta é uma história em que existe de facto dinheiro. Muito dinheiro. Mas quanto dele já terá chegado a José Sócrates só provavelmente ele e a mãe saberão
VISAO.SAPO.PT|DE VISÃO - IMPRESA PUBLISHING S.A.



Caso Sócrates: A saga do volfrâmio
Esta é uma história em que existe, de facto, dinheiro. Muito dinheiro. Mas quanto dele já terá chegado a José Sócrates só provavelmente ele e a mãe saberão
Emília Caetano e Rosa Ruela (texto publicado na VISÃO 1135, de 4 de dezembro)
11:40 Domingo, 14 de Dezembro de 2014


O bairro dos antigos trabalhadores das minas, em Vale das Gatas, no concelho de Sabrosa, é o guardião da memória de um tempo, o da II Guerra Mundial, em que o volfrâmio permitiu à região conhecer uma autêntica Idade de Ouro. Mas as minas pararam há muito, depois de o minério ser devolvido ao seu valor de quase nada.

"No tempo da guerra morreu aqui muito homem, sobrtudo marteleiros, por causa dos vapores que inalavam, enquanto partiam a pedra", conta Filinto Branco, 84 anos, que sabe só pelo que ouviu contar, já que ele ali trabalhou 20 anos mas mais tarde, até ao fecho das minas, quase na década de 1990.

Toda aquela área pertence hoje a um engenheiro. Mas foi uma concessão alemã no tempo da II Guerra, quando o volfrâmio era indispensável à indústria de armamento e as minas trabalhavam sem descanso. "Andavam lá mais de mil homens, em três turnos", conta ainda Filinto Branco, enquanto vai mostrando as aberturas por onde entravam os operários. Nos terrenos próximos muitos outros homens, uma espécie de "garimpeiros", jogavam às escondidas com a polícia, à procura de qualquer resto do minério.

Muito desse volfrâmio era vendido nas tasquinhas de São Lourenço, localidade próxima, onde se juntavam os recetadores. E surgiram asssim as grandes fortunas daquela zona , que entraram no domínio da lenda. Esses eram os tempos em que se "acendiam os charutos com notas", ou se "acompanhava o caldo verde com pão de ló".

E entre todas as grandes fortunas de então, uma das maiores foi a acumulada por um homem que já prosperara na venda de farinha e que, depois, aproveitou com exímia a corrida àquele ouro ocasional: Júlio César Monteiro, a quem chamavam o "Reco", nome dado na zona aos naturais de Paços de Sabrosa - o avô materno de Sócrates.

A multiplicação da herança

No centro de Vilar de Maçada, muito perto dali, mas já no concelho de Alijó, ergue-se a Casa da Renda, um nome que vem dos tempos, diz-se, em que os camponeses ali iam pagar a renda ao senhor local. É também conhecida por casa do Lagarto, o animal estilizado que serve de batente ao portão. Naquela casa os foragidos podiam conseguir proteção. Como se conta na vila, "bastava agarrar o lagarto para já não se poder ser apanhado cá fora".

Parte dessa casa, a zona do torreão em granito, foi herdada por Maria Adelaide Carvalho Monteiro, 83 anos, mãe de José Sócrates. Sempre que visita a terra natal, é ali que fica, desde que recuperou o edifício. E foi uma herança do lado materno. Depois da morte da mãe, quando era ainda muito jovem, foi viver com uma tia materna, ao que consta por não se dar com a segunda mulher do pai, de quem Júlio "Reco" viria a ter dois filhos, Júlio César e Celestino.

Ali bem próximo, Adelaide Cunha Monteiro, 74 anos, conhece bem a mãe de Sócrates e viu como as obras na Casa da Renda lhe mudaram a relação com a terra natal. "Antes não vinha cá muito, mas desde aí sim".

Embora tenha vivido com a tia algum tempo em Angola, a mãe de Sócrates viria a casar com um homem de Vilar de Maçada, Fernando Pinto de Sousa, de uma família não tão abastada como a dela (o pai arranjava andores, fazia molduras e encadernações), mas que se tornaria arquiteto e professor na Covilhã. Júlio "Reco" não terá ficado muito agradado com o casamento. Mas menos ainda gostou quando a filha lhe anunciou, um dia, que iria separar-se de Fernando, de quem entretanto tivera três filhos. E não ajudaria Maria Adelaide nessa altura, que se queixa de ter passado dificuldades.

Até que, em 1981, Júlio "Reco" morreria de ataque cardíaco, ao assistir em Lisboa, onde vivia, ao atropelamento mortal da segunda mulher. E Maria Adelaide herdaria parte do que se tornara uma fortuna (ver texto sobre as partilhas). Júlio aplicara o dinheiro do volfrâmio em imobiliário. Como conta um amigo da família, "ainda antes do final da guerra, comprou um prédio com dez apartamentos na Avenida Almirante Reis, em Lisboa. Pô-lo em propriedade horizontal e foi fazendo negócio. Por cada apartamento que vendia, comprava uma quinta em Setúbal". Assim, nos anos 60, já possuiria dez quintas nesta cidade. Em vários dos terrenos construiria depois mais prédios.

Quanto à parte herdada por Maria Adelaide, rezam as lendas de Vilar de Maçada que "só em dinheiro recebeu 80 mil contos, fora o imobiliário", enquanto outros dizem que arrecadou muito mais. De seguro sabe-se apenas que a esta herança ela juntou, poucos anos depois, uma segunda: José Júlio, o seu único irmão do lado materno, era assassinado no Brasil, sem deixar descendentes.

Uma vila em alvoroço

Para conhecer o único primo direito de Sócrates ainda residente em Vilar de Maçada há que sair do centro da vila e ir até à Quinta de Fiães, propriedade de Fernando Morgado. Destinada a turismo rural, por ali já passaram políticos e celebridades da música .

Sócrates, que foi o único dos três filhos a ir viver com o pai para a Covilhã, depois da separação do casal, terá sido sempre "mais próximo dos primos do lado paterno", como é o caso de Fernando. Aliás, era em casa da mãe de Fernando que Maria Adelaide e mesmo José Sócrates ficavam quando iam à vila, até às obras na Casa da Renda.

Entre a família reina a mesma incredulidade que na vila sobre a prisão do ex-primeiro-ministro. "Houve gente que chorou", conta Laura, mulher de Fernando. "Ele não tinha necessidade" é o comentário mais frequente entre os populares a propósito do caso. Mais difícil ainda de acreditar que a detenção se devesse a corrupção ou troca de favores. "Pelo menos aqui na vila ele não fez nada!". Quando muito terá dado uma ajuda à aprovação do projeto do Centro, um misto de infantário e lar, que é um orgulho local.

Sócrates só viveu em Vilar de Maçada nos primeiros meses de vida. E desde sempre manteve com a vila uma relação de alguma distância, ainda que volte com regularidade. Como conta uma ex-autarca, "já em novo ele era um senhor. Ficava aí a ler, dava-se com muito poucas pessoas".

Em 2005, Maria Adelaide assegurava, em entrevista a Herman José. "O meu filho não gosta de dinheiro, não quer nada para ele. Quer tudo para os outros".

Mas, desde que se tornou um político conhecido, os media questionavam com alguma regularidade as origens do dinheiro de Sócrates, os seus gostos caros, desde os fatos, os carros (logo o primeiro era um Mercedes, ainda que usado), os restaurantes frequentados e sobretudo a sua casa, num edifício de luxo no centro de Lisboa, o Heron-Castilho. Era um bom viver que ele sempre atribuiu a dinheiro de família.

Do lado paterno ainda não terá herdado. Fernando Pinto de Sousa, que morreu em 2011, após uma queda nas escadas da sua casa de Vilar de Maçada, um edifício brasonado, tornara-se um homem abastado. Só que ainda não terão sido feitas as partilhas.

Mas o ex-primeiro-ministro sempre se referiu em particular à herança do volfrâmio, vinda do avô materno. Resta saber que parte dela já terá, de facto, recebido."Maria Adelaide distribuiu alguns dos bens herdados pelos seus três filhos, negócios que o pai tinha montado, mas José Sócrates preferiu a parte dele em dinheiro. A mãe ainda tentou dissuadi-lo, mas a liquidez dava jeito a quem começava a descobrir na política o seu modo de vida", escreve Eduarda Maio na biografia O Menino de Ouro do PS. Lançado em 2008, o livro conta ainda: "O apoio económico da mãe sempre ajudou José Sócrates a viver sem grandes inquietações financeiras, desde muito novo. 'Nunca precisou de dinheiro, conta Fernando Sarrasqueiro, 'a mãe emprestava-lhe o que precisasse". Essa seria, segundo a autora, talvez uma forma de o compensar por ser o único filho que fora criado longe dela.

Aliás, Sócrates é hoje o único filho de Maria Adelaide. A mais velha, Ana Maria, morreu em 1987, de síncope cardíaca, enquanto o mais novo, José António, faleceu em 2011, de fibrose pulmonar, deixando duas filhas.

A biografia soma ainda testemunhos de amigos sobre o seu hábito de querer pagar a conta em saídas de grupo ou o gosto em dar presentes às pessoas que mais estima.

As origens do dinheiro de Sócrates voltam agora a estar sob suspeição, mas desta vez por parte da Justiça. Vista de hoje, só pode parecer ironia a definição que ele fazia de felicidade, na entrevista dada, há um ano, a Clara Ferreira Alves, do Expresso, a propósito da sua vida como estudante em Paris, depois de deixar o Governo. "Estou como o George Harrison: a felicidade é abrir os jornais e não falarem de nós. Agora falam menos de mim". Falavam.




A "Opinião de José Sócrates"
"Representar o PS significa representar todo o PS e toda a sua história. Representar o PS não é apenas representar os militantes que circunstancialmente, neste momento, estão inscritos no PS, é estar muito mais acima."
"Todos aqueles que erraram foi porque fizeram alguma coisa, só aqueles que nunca nada fizeram é que nunca erraram."
"O meu Partido tem o dever de olhar para a frente, contudo o problema situa-se numa patranha que a direita conta a propósito das origens da crise que não é verdadeira e o silêncio do PS contribui para que essa mistificação possa perdurar"
"O silêncio do PS levou a que a narrativa da direita sobre a origem da crise passasse sem contraposição. É uma mentira histórica que a crise tivesse começado devido à divida dos Estados."
"Espero que o PS tenha sucesso neste processo de inovação política e tenho grande confiança que Jorge Coelho irá zelar por grande transparência e rigor processual"
"O Pais espera agora que o PS lhe dê uma verdadeira liderança política, capaz, competente, que defina um rumo e que seja corajosa em enfrentar as políticas europeias que têm prejudicado em muito o nosso País"
"Há uma semanas atrás visitou-nos o PR da Alemanha e o nosso Presidente não arranjou melhor coisa a dizer ao Senhor Presidente da República Alemão que nós aprendemos a lição.
É exatamente disto que o Pais não precisa. O Pais precisa de quem nos defenda e não de quem nos humilhe injustamente."

JOSÉ SÓCRATES FAZ HOJE 57 ANOS. SOMOS AMIGOS. AUTARCA, DEPUTADO, SECRETÁRIO DE ESTADO, 2 VEZES MINISTRO, 2 VEZES PRIMEIRO-MINISTRO, FEZ E DEIXOU OBRA. ADMIRO-O. MAIS LOGO, JÁ EM LISBOA, VAMOS JANTAR COM AMIGAS E AMIGOS BEM FIXES.

(José Sócrates nasceu no Porto a 6 de Setembro de 1957 e foi registado como um recém-nascido em Vilar de Maçada, Alijó, a localidade da família. No entanto, o jovem José Sócrates viveu toda a infância e adolescência na cidade da Covilhã com o seu pai, Fernando Pinto de Sousa (Vilar de Maçada, Alijó, 15 de Novembro de 1926 - Porto, 18 de Julho de 2011), arquitecto e desenhador de edifícios de profissão e histórico co-fundador do Partido Social Democrata na Covilhã, Vereador eleito por aquele Partido à Câmara Municipal local nas eleições autárquicas de 1985, tendo tomado posse a 3 de Janeiro de 1986, tendo a 16 de Janeiro do mesmo ano sido nomeado Vice-Presidente da autarquia, exercendo essas funções até 15 de Janeiro de 1990, para além de ter sido professor do Liceu da Covilhã. Em 1987, foi eleito pela primeira vez deputado ao Assembleia da República (o Parlamento português) a representar o distrito de Castelo Branco. A sua primeira intervenção enquanto deputado numa questão de âmbito nacional consistiu na defesa de projecto-lei a legalizar a possibilidade da prática do nudismo no País.De 1989 a 1996, actuou como membro da Assembleia Municipal da Covilhã. Ele a servir como porta-voz de assuntos ambientais do Partido Socialista de 1991 a 1995. Em 1991, a sua personalidade como deputado chamou a atenção dos dirigentes do partido e passou a integrar o Secretariado Nacional do Partido Socialista.Em 1995, tornou-se membro do primeiro Governo de António Guterres, a ocupar o cargo de secretário de Estado Adjunto do ministro do Ambiente. Em 1997, Sócrates tornou-se ministro-adjunto do primeiro-ministro, com as tutelas da Toxicodependência, Juventude e Desporto. Foi nessa qualidade que se tornou, num dos impulsionadores de uns dos organizadores da realização em Portugal, do Euro 2004.Em Outubro de 1999, já no segundo Governo de António Guterres, transitou para a pasta de ministro do Ambiente e do Ordenamento do Território, cargo que ocupou até à tomada de posse do XV Governo Constitucional, em Abril de 2002.Enquanto ministro, foi protagonista de diversas polémicas, como a questão da co-incineração de resíduos tóxicos, bem como o licenciamento do Freeport, o maior "outlet", a céu aberto da Península Ibérica, que nos anos seguintes será acusado já no cargo de primeiro-ministro.Em 2002, com a vitória do Partido Social Democrata, nas Eleições Legislativas (vencida por José Manuel Durão Barroso), Sócrates regressou à Assembleia da República na condição de deputado, como o membro da oposição no Parlamento Português. Ao mesmo tempo, tornou-se comentador político no programa de análise política com Pedro Santana Lopes, num dos canais da televisão estatal, a Radiotelevisão Portuguesa (RTP).Depois da demissão de Ferro Rodrigues, como líder do partido em 2004, Sócrates venceu na eleição para o cargo de secretário-geral, por larga maioria, as eleições para a Direcção do PS, ao derrotar Manuel Alegre e João Soares, por quase 80% dos votos dos membros do partido em 24 de Setembro de 2004.Após a vitória do seu partido nas Eleições Portuguesas de 2005, Sócrates foi chamado em 24 de Fevereiro pelo presidente Jorge Sampaio para formar um novo governo, o XVII Governo Constitucional (após 1976).Após as eleição legislativa portuguesa, realizada em 27 de Setembro de 2009, José Sócrates foi eleito para um segundo mandato como Primeiro-Ministro de Portugal.)

Nota:

 Também já ouvi por mais de uma vez e de fontes diferentes, que Sócrates é Adido Comercial para as grandes empresas brasileiras na Europa. Também se disse por aí que tinha sido convidado por Lula da Silva antes das eleições. Foi também noticiado que Lula deu um Jantar em Paris em sua honra e com convidados de honra. A verdade pode demorar mas um dia vai chegar.


Pinto Monteiro desafia os jornalistas com cópias das escutas do "Face Oculta" e "Freeport"

http://sicnoticias.sapo.pt/pais/2013/11/16/pinto-monteiro-desafia-os-jornalistas-com-copias-das-escutas-do-face-oculta-e-freeport

Fernando Pinto Monteiro desafia os jornalistas que têm cópias das cassetes das escutas telefónicas dos processos “Face Oculta” e “Freeport” a revelar o conteúdo. O antigo Procurador- Geral da República disse que nada havia de ilícito no que consta nessas gravações. E acha inclusive, hoje, que foi um erro não terem sido tornadas públicas. Numa entrevista ao programa da SIC Notícias "A Propósito", depois de ter estado no lançamento do livro do ex-primeiro-ministro, José Sócrates, disse que não era da sua responsabilidade a decisão de mandar destruir as escrutas... e sobre eventuais polémicas insistiu que não há nada de que se arrependa.
http://viriatoapedrada.blogspot.pt/2013/11/ascensao-e-queda-de-passos.html

Dívida Pública de Sócrates
fran14cis67co
23.06.2013 - 19:07

Sócrates em 6 anos aumentou a dívida de 68% em 2005, para 98% em Maio de 2011, quando deixou o Governo, segundo dados do EUROSTAT, e do INE.
Mas nesse mesmo período o conjunto dos Países que aderiram ao Euro também a aumentaram em mais de 25%.
Nestes 2 anos o conjunto dos Países que aderiram ao Euro, têm mantido a dívida mais ou menos estável, ao passo que em Portugal o atual Governo de incompetentes, já a passou de 98%, para 127,3%, e continua a aumentar, tudo ao contrário do que prometeram aos eleitores.

Até quando vão culpar os outros pelo desastre deste Governo.

Quanto às PPP se houve alguém que beneficiou pessoalmente com esses negócios, devem ser julgados e condenados, independentemente da cor política.



jcesar
21.09.2013 - 19:34

Sem dúvida que depois de Guterres, com Durão / Santana não parou de subir.

Dívida pública com Durão / Santana 2002 = 56.8% - 2003 =59.4% - 2004 = 61.9% - 2005 = 67.7%

Divida pública com Sócrates:
2005 = 67.7%, - 2006 = 69.4%, - 2007 = 68.4%, de 2006 para 2007 baixou.


Défice: Sócrates

2005 6.5%, 2006 = 4.6%, - 2007 = 3.1%.

Crescimento económico:
2005 0.30%, - 2006 = 1.11%, - 2007 = 2.51%.

Podem ser confirmados no EUROSTAT.

Depois com o início da grande crise económica cresceu uns 30%.

Com o atual Governo já cresceu mais que 30% em pouco mais de 2 anos, e continua a crescer, embora tenham prometido aos eleitores o contrário.

PPP

jcesar
23.06.2013 - 18:36

As PPP representam uns 0.5% de investimento anual
para o Estado, é isto ruinoso para o Estado, mas apresentam isto como se fosse o problema do País.

Afinal houve renegociações e o que conseguiram foi uma poupança de meia dúzia de milhões, e mesmo esses foram à custa do Estado assumir encargos que eram das PPP, ou do Estado cortar aos serviços que estavam previstos nos contratos.

O que interessa nos contratos das PPP, é saber se alguém beneficiou pessoalmente com esses negócios, se isso aconteceu, devem ser julgados e condenados, independentemente da cor política.

http://viriatoapedrada.blogspot.pt/2013/02/ppp-custaram-076-do-pib-em-2012.html

há uma coisa que me faz sempre rir: os comentários contra sócrates  são quase sempre desvairados, sem conteudo, sem dados concretos e baseados apenas no ódio irracional. Diz muito sobre os comentadores!!! relembro que grande parte das inverdades que circulam a respeito de Sócrates vieram da boca dos nossos actuais governantes (Relvas incluido..)...para mim isto diz tudo !!interroguem-se portanto !!





Outros Relacionados:
 Cortes nas PPP mais caros para o Estado              Diga 'Sócrates' e tudo se explica                            Debate Sócrates PS Ferreira Leite PSD                 PPP - Pouparam 36 milhões nos últimos anos
As escutas de Sócrates e Vara                               Portas acusa Sócrates não Agir-Combustíveis
Paulo Portas Sócrates Submarinos TGV                Preferia que estivesse aqui o Sócrates
Sócrates Hospital de Lamego 24 08 2009              (PPP) do Ministério das Finanças Vítor Almeida
Debate Passos Coelho - Sócrates                          Os números de Cavaco e Sócrates
Qual o melhor Primeiro Ministro de Portugal            O resgate um ano depois
Europa Três anos de crise da dívida                       BPN-Falência provocava queda de 4% na ...
 PPP Ponte Vasco da Gama Lusoponte                  Passos Coelho em Contradições PEC IV
 Lição de educação à bancada do PSD                 Europa Três anos de crise da dívida
 PGR Estranho e Inédito Socrates Freeport


UM RECORD PARA O GUINNESS

Jorge Nascimento Rodrigues, lembra que o Governo de Passos & Portas bateu um record muito velhinho, que subsistia desde o século XIX: a dívida pública atingiu 129% do PIB no final de 2013, valor certificado agora pelo FMI, pela Comissão Europeia e pelo Banco de Portugal. 

Sabia-se que a queda do record estava iminente. Em 2012, o Governo igualou o rácio da dívida pública face ao PIB atingido em 1892, que se elevou a 124% [cf. Jorge Nascimento Rodrigues, Portugal na Bancarrota - Cinco séculos de História da Dívida Soberana Portuguesa -http://www.centroatl.pt/titulos/desafios/bancarrota/]. Agora, apossou-se deste record que tem barbas. Nem se percebe por que Passou Coelho não aproveitou a subida ao palanque no congresso para comemorar esta proeza única. Verdadeiramente histórica.


CARLOS CARVALHAS NO ENCONTRO NACIONAL DO PCP

«(...) Em relação à dívida do país em primeiro lugar é preciso recordar que a dívida privada é superior à dívida pública, coisa que esses senhores sempre escondem.

Segundo, é preciso também lembrar que em relação à dívida pública Portugal em 2007, ano em que a crise rebentou tinha uma dívida de 68,4% do PIB, ao nível da zona Euro, inferior à de países como a Itália, Bélgica, praticamente igual à da França e da Alemanha.

O que se passa então para a dívida subir em flecha? Foi porque o Estado passou a gastar muito mais na saúde, no ensino, na investigação? Não! A subida em flecha da dívida pública deu-se devido à quebra de receitas provocadas pela crise, porque no essencial o Estado tomou nas suas mãos o desendividamento e a capitalização da banca. 

Os trabalhadores, os pensionistas e os pequenos e médios empresários têm estado a pagar o desendividamento da banca ao serviço dos banqueiros e dos grandes accionistas. Não é só o caso dos milhões e milhões enterrados no BPN, no BCP, no BPP, no Banif, são também os milhões que a banca ganha com o Estado, comprando dívida pública que lhes rende juros de 4,5,6% e que depois os deposita no BCE como colaterais, recebendo iguais montantes a 0,25%, os milhões que recebem em benefícios fiscais, os milhões que têm ganho com as PPP's e até com as rendas excessivas, pois no final são eles que estão por detrás de tais operações e empresas! (...

Recomendo a visualização deste vídeo, em virtude de vir complementar o pensamento do ilustre José Sócrates, eu vi.

Se José Sócrates não tivesse tido o desplante de acabar com as reformas antecipadas dos políticos e dos gestores públicos em Outubro de 2005, os processos do Freeport, do diploma de Engenheiro e outros nunca teriam tido o eco que tiveram. NÃO FOI POR ACASO Q O  MINISTRO INDIGITADO PARA AS FINANÇAS POR SÓCRATES, SE DEMITIU PASSADO TRÊS MESES, POIS A REFORMA QUE ELE IRIA ASSINAR IRIA ACABAR-LHE COM AS SUAS MORDOMIAS... 
Há ainda quem diga que tudo não passa de um ajuste de contas, pelo facto de ter tido a ousadia de ter acabado com os três (3) meses de férias judiciais, mas também tido a ousadia de ter acabado com os três (3) meses de férias judiciais e ainda por ter cortado a juízes e procuradores 775 euros mês pelo subsídio de renda de casa a todos os que a tinham e não estavam deslocados. Um casal de juizes ganhava a dobrar.                   

     




finito
27.08.2013 - 19:43

José Sócrates foi diferente. Com a sua governação Portugal adquiriu valioso património cultural e científico, as nossas escolas públicas incomodaram os mercenários do ensino privado, a mediocridade que campeia em muitos setores sentiu-se ameaçada, as crianças começaram a aprender inglês no ensino básico, para terem, pelo menos, ao longo do seu percurso escolar, 10 a 12 anos desta língua universal, instrumento fundamental para a nossa economia, a ciência deu um enorme pulo em frente, nas novas gerações surgem novas e modernas elites que incomodaram o bolor, o reumático e o reacionarismo das velhas elites alapadas no Estado, Portugal ganhou estatuto internacional pelas coisas mais positivas.

Tivesse o PEC IV sido aprovado e os portugueses, passando, é certo, por dificuldades, teriam prosseguido na senda do progresso. Não é por acaso que os actuais governantes são forçados a agarrarem-se às políticas desenvolvidas pelos governos de José Sócrates para conseguirem algum falso brilho.

Nos governos de José Sócrates havia inteligência, responsabilidade, competência, sentido de Estado, respeito pela democracia e uma grande ambição relativamente ao futuro.

Mas os fermentos que lançou farão, mais tarde ou cedo, levedar um progresso efectivo para as novas gerações.

José Sócrates foi um Diamante que apareceu na vida política portuguesa.

Abri os olhos, assumam o vosso dever de zelar pelos interesses da pátria e dos vossos descendentes e concluirão que José Sócrates ergueu a bandeira do futuro. Quer devemos prosseguir.

As futuras gerações vão chamar um figo a todas as iniciativas tomadas pelos governos de José Sócrates e ainda lamentarão não se ter implementado o TGV, novo Aeroporto, etc.. Um maná do céu para elas. 



Se as eleições fossem hoje escolher entre Sócrates e Passos era fácil, é a escolha entre alguém minimamente inteligente e um imbecil, respetivamente.

Clara Ferreira Alves, Eixo do Mal, em 29 de Junho: 
Quando embirramos com qualquer coisa, significa que não estamos a agir racionalmente.
Sócrates agiu patrioticamente, agiu em nome do interesse nacional, mas o país estava entretido, aliás com a campanha que foi montada nos mídia contra ele, a embirrar com a voz, com a gravata, com os olhos, com as mãos, com as unhas, com a vida de José Sócrates. Esta foi uma embirração que nos saiu muito cara.
(...) Portanto, as pessoas agora estão bem, votaram no Passos Coelho, votaram no Relvas, votaram naquela tropa e estão a levar com esta tropa. Eu não votei."......... NEM EU.

Há uma coisa que me faz sempre rir: os comentários contra Sócrates são quase sempre desvairados, sem conteúdo, sem dados concretos e baseados apenas no ódio irracional. Diz muito sobre os comentadores!!! relembro que grande parte das inverdades que circulam a respeito de Sócrates vieram da boca dos nossos actuais governantes (Relvas incluído..)...para mim isto diz tudo !!interroguem-se portanto !! 




Jornal Económico: Sócrates foi considerado o melhor Primeiro Ministro.

 Mário Soares pode ter conseguido estabilizar o país no período pós-revolucionário, Cavaco Silva ter sido o primeiro a conseguir completar um mandato, Durão Barroso até pode ter saído de São Bento para a presidência da Comissão Europeia, mas foi José Sócrates o escolhido, pelos leitores do Económico, como o melhor primeiro-ministro do país.Passos Coelho e Santana Lopes fecharam o pódio em mais uma votação em real time no site do Económico que juntou mais de 11.000 votos válidos.

Por: Resistente/Comentador/Expresso/ Online



Sócrates eliminou mais de 25% dos cargos dirigentes do Estado     
Primeira avaliação do PRACE por um órgão independente mostra ainda um corte de 46% nos organismos públicos.

Nos seis anos em que o PS esteve no Governo, aAdministração Central do Estado assistiu a uma redução de mais de 25% no número de dirigentes e a um emagrecimento de 46% na quantidade de serviços públicos. As estatísticas constam de um relatório da UTAO, a unidade que dá apoio técnico aos deputados no Parlamento, e constituiu a primeira avaliação de uma entidade independente aos impactos da reforma do Estado lançada pelo anterior Executivo. http://www.jornaldenegoci...


‎"1. Foi feita a reforma do sistema público da Segurança Social, defendendo o sistema de previdência público e assegurando a sua sustentabilidade;
2. A rede nacional de equipamentos sociais teve um aumento sem precedentes na história da democracia, com a aprovação de mais 841 novos equipamentos sociais, num total de 49.400 lugares;
3. Foi aprovada a Despenalização da Interrupção Voluntária da Gravidez;
4. Foi aprovado o Casamento civil entre pessoas do mesmo sexo;
5. Foram eliminadas as subvenções especiais para titulares de cargos políticos;
6. Houve progressos claros e identificados na Escola Pública. Portugal foi o 2.º país em que os alunos mais progrediram em ciências e o 4.º que mais progrediram em leitura e matemática;
7. Foram certificados 500.000 Portugueses, foi o maior passo dado na qualificação dos portugueses;
8. Hoje, todas as escolas públicas têm acesso à internet em banda larga e 75% das escolas têm redes de área local instaladas, e foram distribuídos 1 Milhão e 700 mil computadores;
9. Foram apoiadas mais de 70 mil empresas nos últimos anos através do Programa PME Investe, a que correspondem operações no valor de mais de 7.000 M€;
10. A taxa média de crescimento anual das exportações subiu de 3,2% no período 2000/05 para 4,5% no período 2005/10 (neste período, fomos o 3.º país com maior crescimento das exportações na EU-15);
11. Portugal é agora líder nas energias renováveis e um dos maiores produtores mundiais de energia eólica;
12. Mais de metade da electricidade produzida em Portugal provém de fontes renováveis (contra 36% em 2005), permitindo evitar 800 milhões de Euros de importações de combustíveis fósseis;
13. A rede de Unidades de Saúde Familiar, que conta com 283 novas unidades em funcionamento e com mais 450 mil novos utentes com médico de família, chegando a 3,5 milhões o número de utentes potenciais;
14. Foi criado o Complemento Solidário para Idosos, para que nenhuma pessoa com mais de 65 anos disponha de um rendimento inferior ao limiar da pobreza, abrangendo mais de 270 mil beneficiários;
15. O número de diplomados cresceu 20% e o número de doutorados 50%;
16. Portugal tem a maior taxa de crescimento da Europa no investimento em I&D. Registou, entre 2004 e 2009, um dos progressos mais notáveis nesta área, com o investimento em I&D, em percentagem do PIB, a passar de 0,6 para 1,7.
17. Foram criadas as Lojas do Cidadão de 2.ª geração. Em 2005, a rede de Lojas do Cidadão era constituída por 8 lojas, localizadas em grandes centros urbanos. Presentemente, estão em funcionamento 29 lojas, um pouco por todo o país.
18. Portugal é líder do ranking europeu dos serviços públicos online (era 14.ª). Hoje 100% dos serviços estão ligados à Internet quando em 2004 apenas estavam ligados 40%."
19: Reformas de Sócrates: Supressão de 991 cargos dirigentes «superiores, intermédios e equiparados» em 2011 na administração pública.
20.A aprovação dos casamentos gay e do aborto, assim como o fracasso da OPA da PT, deixou a igreja e os poderosos azedos. Sócrates não vergou, perante os poderosos e eles não lhe perdoam. Cortou privilégios dos poderosos, como as reformas antecipadas dos políticos e correu com as velhas elites alapadas e o bolor instalado e é esse o grande problema.
21. As Novas Oportunidades, o Computador Magalhães e o Simplex, são hoje alvo de prémios a nível Internacional como a União Europeia e OCDE e referidos como bons exemplos a seguir.

Carta aberta ao Sr, Engenheiro José Sócrates,

Como sou da Covilhã, sei o sinonimo da palavra gratidão.
Sei quem foi o principal impulsionador para que a Faculdade de Medicina na Covilhã, fosse uma realidade. Sei quem também lutou, desbloqueando muitos alçapões, para que o Hospital Pero da Covilhã, seja hoje a realidade que se conheçe.
Sei de muitas coisas, e sei também da campanha torpe, criminosa e cobarde que a direita reacionária encetou contra si, com o taticismo já conhecido dos partidos mais à esquerda.
Sei das reuniões dos bancários, dos grandes capitalistas, dos especuladores, e de toda a corja de parasitas, para o desacreditarem.... E mesmo quando ninguem levantou um dedo, foi você que defendeu com " unhas e dentes" a não entrada da famigerada troika.
Sei como o Presidente da Republica na altura agiu, e como o PS foi derrotado, corrido, julgado, ofendido, vilipendiado, sem que a defesa honrosa e digna fosse feita.
Sei que a história julgará os algozes, e absolverá quem foi amigo das pessoas.
Cometeu erros, mas não afundou criminosamente o país.
E agora que tudo isto se passou, não entendo a posição do PS, nesta missão ao serviço do Sr. presidente da Republica. Não acredito que alinhem em cortes de pensões, cortes de nao sei quantos mil milhões de euros, em ataque aos serviços sociais... Não acredito mesmo, nem encontro explicação. Os próximos dias vão dar-me todas as explicações. Como eleitor do PS, confio. Até ver!

 A última suspeição que não passa de mais uma calúnia.
http://imgs.cmjornal.xl.pt/imgs/share/2012-03/2012-03-15235619_CA967162-B341-4FEB-88DD-FECB0766BF67$$738d42d9-134c-4fbe-a85a-da00e83fdc20$$8c44b678-4b2b-4415-b35b-88fe954d1777$$img_carrouselTopHomepage$$pt$$1.jpg

Isto é qualidade de  vida, não é? 

A ONDE ESTARÁ A MINA DE OURO QUE O SUSTENTA?  NO OFF-SHORE DE GIBRALTAR !
SÃO “SÓ” 364 MILHÕES !!
 
Gasta 15 mil euros por mês...pudera não lhe custou a ganhar...
E ESTAMOS CÁ TODOS PARA PAGAR A FACTURA !!!!
 

Sócrates gasta 15 mil euros por mês em Paris 
A vida milionária do ex-primeiro-ministro José Sócrates em Paris 
José Sócrates gasta em média 15 mil euros por mês em Paris, cidade para onde foi estudar Ciência Política. Sem emprego nem poupanças conhecidas, o ex-primeiro-ministro mantém uma vida de luxo numa das cidades mais caras da Europa, com despesas mensais que rondam sete mil euros na renda de casa, num dos bairros mais caros da cidade, mil euros nas propinas da faculdade, dois mil euros no colégio particular do filho e cem euros por refeição em restaurantes. 
Um estilo de vida caro, quando José Sócrates nunca referiu ter poupanças nas declarações de rendimentos que entregou no Tribunal Constitucional desde 1995, ano a partir do qual esses documentos podem ser consultados. Segundo essas declarações, Sócrates obteve, entre 1995 e 2010, rendimentos acumulados de 1,19 milhões de euros, a que se somam quase 50 mil euros por seis meses de salário, despesas de representação e subsídio de férias em 2011. O CM contactou José Sócrates para obter uma reacção, mas o ex-primeiro ministro desligou o telefone e não respondeu à mensagem enviada. 
Como foi possível constatar em Paris, Sócrates arrendou um apartamento no 16º Bairro parisiense, uma das zonas nobres da cidade. A dez minutos a pé da Torre Eiffel, as casas mais baratas têm uma renda de quatro mil euros. Só que, como explicaram ao CM diferentes imobiliárias parisienses, na rua onde reside Sócrates "os preços sobem para os sete mil euros mensais", dada a exclusividade conferida a essa rua pela vizinhança de embaixadores e milionários. 
Quando o ex-primeiro-ministro sai de casa pela manhã, dirige-se à Sciences Po, onde está a estudar Ciência Política. De propinas, paga 1083 euros por mês. Mas, antes, Sócrates faz uma paragem obrigatória no Le Diplomate: é nesse café, à porta de casa, que emigrantes portugueses lhe servem uma bica ao balcão e onde aproveita para comprar tabaco. 
O ex-líder do PS frequenta com regularidade alguns dos melhores restaurantes de Paris, onde a factura ultrapassa facilmente os 100 euros/dia ou 3000 por mês. A famosa Brasserie Lipp, favorita de antigos presidentes franceses, tem pratos a 60 euros e garrafas de vinho entre os 70 e os 220 euros. No La Divina Commedia, outro dos locais de eleição, os pratos com entrada e sobremesa rondam os 50 euros. Os vinhos, de que Sócrates é grande apreciador, não são mais baratos. 
A viver com Sócrates está o filho mais velho, que frequenta uma escola privada cujo custo atinge os 2186 euros por mês.

Nota: Sem mais comentários, porque as calúnias, mentiras  e o boatos vão continuar em relação Sócrates, mas a toda a família.





29 comentários:

  1. É como diz a verdade pode demorar, mas um dia vai chegar, ou como disse um escritor português "A verdade caminha sempre pelo seu próprio pé na História. É só dar-lhe tempo"

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tu és definitivamente o gajo mais asno neste pais!!!!! Deverias ter vergonha de defender quem nos enterrou durante o seu mandato e continua a enterrar desde que saiu! Morre pah!!!!

      Eliminar
  2. PALHAÇO MOR ARTIGO NOJENTO PEGA NA ENXADA METE-A NO CU E DPS CAVA A TERRA ASSIM NAO GANHAS CALOS NAS MAOS!!!

    ResponderEliminar
  3. Figueiralovesyousuabesta28 de outubro de 2012 às 11:04

    Olha lá tbem deves comer á conta do estado nao é?! para estares ai a defender esse corrupto ladrão desse sócrates ou serás tu chamado assis?! se fores espero que venhas cá a Felgueiras que não nos esquecemos de ti lorpa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Do Estado nunca comi nada, mas também não devo nada a nenhum partido nem a nenhum político. No entanto muito me admira como esquece os verdadeiros criminosos deste país e que praticaram o maior roubo de que há memória em Portugal e que não são indícios, suposições e boatos, mas que todos sabem quem são e que dá pelo nome de BPN. Para falar assim só pode ser mais um da corja, ou da matinha.

      http://viriatoapedrada.blogspot.pt/2012/10/paulo-morais-bpn-foi-formado-por.html

      Eliminar
    2. E CÁ TEMOS A MÁQUINA DA PROPAGANDA POLITICA A LIMPAR IMAGENS E CÉREBROS DAS PESSOAS QUE NÃO DEMORARÁ MUITO DEIXARÃO MESMO DE DUVIDAR DO QUE VIRAM. E IMAGINO QUE LEVANTARÃO VOZ ALTA A QUEM PORVENTURA TIVER OUTRA OPINIÃO.

      Eliminar
    3. Sócrates na cadeia já4 de abril de 2013 às 21:57

      Já começa a limpeza de imagem do maior gatuno de Portugal! Sócrates na cadeia já!

      Eliminar
  4. eu gosto de saber as coisas, se não chamam este homem à razão relativamente à vida que este leva em Paris numa altura de miséria então quero acreditar que esse dinheiro é legitimo e que não surgiu de um enriquecimento ilícito, quero acreditar...preciso acreditar na Justiça não quero acreditar que em tamanha dor de famílias e fome e eu estou nesse meio confesso que estou, estamos a deixar passar tamanho GOZO, que seja de famílias ricas porque só assim tenho descanso

    ResponderEliminar
  5. só gostava que me explica-se isto: Em:

    http://portadaloja.blogspot.pt/2012/05/jose-socrates-tem-ajudas-da-mae.html

    Esta notícia do Correio da Manhã de hoje só é destacada aqui por um motivo: a última versão sobre a fonte dos rendimentos de José Sócrates, a viver em Paris, seria a extraordinária fortuna da sua mãe, que aliás receberá "complemento solidário para idosos" no montante de 148 euros por mês, depois das novas regras da Segurança Social que só atribui tal pensão a quem tenha menos de 100 mil euros de património mobiliário ( acções e depósitos bancários).
    Das duas uma: ou a senhora guarda o dinheiro debaixo do colchão ou em cofre-forte para dar ao pobre emigrado; ou então Renato Sampaio o explicador habitual de tal matéria vai ter de encontrar outra explicação para enganar papalvos.
    Por outro lado esta notícia não vai ser replicada por nenhum outro órgão de informação em Portugal. Por motivos mais abaixo explicados.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Segundo consta antes de Sócrates ter perdido as eleições, Lula da Silva convidou-o para adido Comercial na Europa das Grandes empresas brasileiras. Já a viver em Paris os jornais noticiaram que Lula da Silva tinha dado um jantar em Paris em sua honra e com convidados de honra. Já agora Oliveira e Costa e Dias Loureiro, além de outros, também não têm bens em seu nome. Diz-se por aí que têm uma fortuna avaliada em mais de 400 mil milhões.

      Eliminar
    2. Aqui está a origem do “Off-Shore” da família do José Sócrates, alguns dos movimentos realizados e a assinatura da fundadora, a mãe, que graças às suas economias, fruto de um trabalho bem simples, abriu a conta com 24.500 dólares para, algum tempo depois, já haver movimentações de milhões!!! É um génio, esta mulher e até pariu outro génio!!!!

      E não chegaram estas provas para o PGR (entretanto aposentado) e de má memória ter de abrir um inquérito?
      Agora se percebe como foram comprados os dois apartamentos na Brancamp a pronto pagamento! Naquele edificiozito azul que faz esquina com a Rua Castilho, com alta segurança, etc, um dos mais "baratos" de Lisboa...!
      E também se percebe como o “animal feroz” se refugiou em Paris fazendo uma despesa mensal de cerca de quinze mil Euros sem se ter habilitado ao subsídio de reinserção ou ter passado à situação de Reforma!

      DOCUMENTO INÉDITO SOBRE OFFSHORES DA FAMÍLIA SÓCRATES

      1-Com esta assinatura da Sra Dª Fernanda é criada uma Sociedade ou Conta Offshore.

      Agora basta movimentá-la em qualquer cidade do Mundo com um vulgar
      cartão....
      O dinheiro depositado não recebe juros, pelo contrário, tem encargos.
      O montante pode ir para um banco alemão que empresta a Portugal a 5% ou mais...

      2-CONTRATO com a Mãe de Sócrates

      3-Nomes dos Sócios (olhem bem, falta um mas nem é necessário, basta o tal cartão)

      4-À sorte um dos Extratos da conta (o montante é em EUROS, repare-se nos milhões em acções nas Ilhas Cayman) - (BNC International (Cayman), Ltd.
      O dinheiro saiu de Inglaterra (Freeport) e agora já está a ser usado. Só não vê quem é tão corrupto como o Zezinho de Paris.





      Poderosa mãe de Sócrates e o seu poderoso filho.
      Sócrates casa braancamp luxos“Infeliz o país onde os idiotas conduzem os cegos”. (W.Shakespeare)
      "A mãe do primeiro-ministro José Sócrates, Maria Adelaide Carvalho Monteiro, comprou o apartamento onde reside na Rua Braamcamp, no centro de Lisboa, a uma sociedade “offshore” com sede nas ilhas Virgens Britânicas, e pagou-o a pronto num ano em que declarou menos de 250 euros de rendimentos, noticia hoje o jornal diário “Correio da Manhã”, que investigou o património da família do primeiro-ministro. "
      Entretanto a corrupção recorre ao velho esquema de fazer desaparecer os documentos que podem expor a falta de vergonha dos corruptos.
      Segundo noticia a TVI, alguns documentos da escritura estão desaparecidos. É conveniente!!
      É uma forma comum de salvar os corruptos em Portugal.
      Já no famoso caso do Face Oculta recorreram a um estratagema interessante. O próprio juiz, Pinto Monteiro, cortou as provas à tesourada, permitindo depois à defesa exigir a anulação do julgamento e a impunidade de todos os envolvidos. São uma equipa invencível.

      Mas Sócrates não se fica atrás.....

      Comprou uma casa senhorial no coração de Lisboa. São cinco assoalhadas dum 3º andar no edifício Heron Castilho. Tem 150 metros quadrados, avaliados em 800.000 euros, que, para efeitos de impostos, lhe custaram apenas, 240.000 euros.
      Antes vivia num modesto apartamento T2 na calçada Eng. Miguel Pais, em São Bento. Na garagem tem um Mercedes C230. Longe vão os tempos em que conduzia um modesto Rover 111.
      Além disto frequenta restaurantes caros e usa fatos de marca. Tem o nome escrito na mais sofisticada loja de roupa da América, onde apenas vão os artistas milionários. Como pode Sócrates viver como um homem rico, com 82 mil euros brutos (57 mil líquidos) que declarou ao Tribunal Constitucional ganhar por ano?
      Diz não ter rendimentos de quaisquer empresas, acções ou planos de poupança. O único património que diz ter é o carro, a casa e ordenado.

      ...só que os off-shores já vão dando, aos poucos, outros sinais bem diferentes...







      Eliminar
    3. Mais um que não apresenta provas e sem qualquer credibilidade. Mas segundo consta Sócrates processou o Correio da Manhã mais que uma vez e há processos a decorrer. Acontece que este pasquim ordinário sem qualquer credibilidade dá as noticias mentirosas com grandes letras e faz o desmentido depois a letras minúsculas em tempo e horas sem audiência. Consegue ficar assim ilibado com o desmentido em tribunal. Veja o que disse em relação à reforma da senhora sua mãe. O CM nem para limpar o traseiro tem qualquer utilidade. A vida simples que Sócrates viveu em Paris foi financiada por um empréstimo da CGD. Não acha estranho que nada consigam provar. Primeiro diziam que era por ser primeiro ministro. Já lá vão dois anos e o que aconteceu foi terminarem alguns dos julgamentos em que o acusava a Comunicação Social sem que o Tribunal o arrolasse sequer como arguido. Sócrates serve pura e simplesmente como distração e alguns tolos engolem o isco.

      Eliminar
    4. Este meliante Viriato defendendo como defende o ilusionista que nos legou o país falido, só pode ser corrupto ou sofrer de aplasia mental.

      Eliminar
  6. Não vale apena comentar o que é incomentável. Num País que durante 38 anos viveu à custa de empréstimos e onde alguém se abotoou levando a um individamento tal que agora retrocederemos 40 anos atrás me vêm dizer que foi o melhor 1ºPM. Se todos os governates têm culpas no cartório, este PM e seus capanga, exageraram. Ou será que um endividamento de 80 000 000 para 190 000 000€ é de responsáveis?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os números são como o algodão. Não enganam e estão à disposição de quem os quiser consultar.

      "O défice das contas públicas atingiu o seu máximo absoluto, segundo o Banco de Portugal, em 1981 – um legado de Cavaco Silva ao segundo governo da Aliança Democrática. Nunca mais se viu nada assim."

      "Cada um dos pontos anteriores contraria directa e taxativamente uma ou mais alegações quotidianamente escutadas nas televisões, nas rádios, nos jornais e, por decorrência, nos cafés e nos transportes públicos."

      Nota: Para quem quiser saber mais deixo o Link,que por sua vez leva a outros para o cabal esclarecimento deste embuste, falsidades e mentiras.

      http://viriatoapedrada.blogspot.pt/2012/11/contas-publicas-mentiras-e-falsidades.html

      Eliminar
    2. há uma coisa que me faz sempre rir: os comentários contra sócrates são quase sempre desvairados, sem conteudo, sem dados concretos e baseados apenas no ódio irracional. Diz muito sobre os comentadores!!! relembro que grande parte das inverdades que circulam a respeito de Sócrates vieram da boca dos nossos actuais governantes (Relvas incluido..)...para mim isto diz tudo !!interroguem-se portanto !!

      Eliminar
    3. Acabado o Freeport eis que lançam agora a suspeição de onde vem o dinheiro que gasta em Paris e até acrescentam a despesa que faz por mês. Não é caso para rir, mas antes para lamentar. Isto prova daquilo que são capaz.

      Eliminar
    4. Ele vive da venda de robalos e outras coisas menores!

      Eliminar
  7. Que doente este "Toni". Quero acreditar que você é pago para isto - é a única explicação racional.

    ResponderEliminar
  8. Se há ladrão maior num país de maravilhas na história do assalto a arcas da aliança, existe um que nos obriga a xuxaar o leite de 4 mil milhões de vitaminada palhaçada orquestrada num gang à prova de qualquer arremedo sério. vamos ver... até onde vão as bençãos da palhaçada do quelhas com economistas da treta... a propósito da treta... onde estão os pensadores de esquerda em Portugal??? Que merdança vem a ser esta??? Morreu Marx em 1989... soltaram toda a espécie de gente endiabrada pelo século de direitos adquiridos de caracter marxista... sangue, dor, luta... onde estão os nossos marxistas??? debaixo do cu da Merkel??? Podres nos impulsos obssessivos de pessoas que viveram numa ditadura de guerra e sob o poder de psicopatas pós crises de 29

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não deve ter sido propriamente o Karl... esse Marx Anonim'amente referido e dado por morto em 1989, pois não?
      Perguntar não pode ofender quem quer que seja, Anónimo, Binómio, Protozoário, ou Abstémio, de identidade corajosamente abrigada, seja um patriótico romano, anti-lusitano, anglo-alemão, ou cavaquistanês, futebolista, boticário, agente funerário, batoteiro, funcionário do fisco, advogado, solicitador, ou deputado da república do tremoço. Tnto faz. Vivemos em mediocracia. A asneira é livre!

      Eliminar
  9. Caro Viriato você precisa com urgência de ser internado num manicómio, pois viva na realidade virtual ou cisa pior. Volfrâmio ahhh? está doente. Fanáticos por um Clube de Futebol ainda tolero agora malucos por partidos e seus chefes ou lucram com isso ou são doidos. Pondo a possibilidade do avô do senhor Pinto de Sousa ser com diz riquissimo, onde investiu ele esse dinheiro? Onde o replicou? Porque diz o sr. Pinto de Sousa que está a viver em Paris com dinheiro de emprestimos familiares e bancários? Será dinheiro das cimenteiras (co-inceneração), Freeport, "casas" de aldeias de vários concelhos das beiras, o rol continuaria por aí. Posso lhe dizer que não existe nenhuma diferença entre o Vale e Azevedo e o Pinto de Sousa, vulgo Socrates. Até tem em comum a casa na Bramcamp no mesmo prédio e o "exílio", um em Londres poutro em Paris. Parecem mesmo siameses.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aquele primeiro comentário altamente elogioso a Sócrates é no minimo REPUGNANTE e viciado. É de certeza,afiançado,de alguem boy/girl do dito famigerado Sócrates. Se pretendeu deitar poeiredo aos olhos, aos meus passou muito ao lado. Além disso, a gente mentirosa, costumo mandar, com todas as letras, à merda, e da mais merdosa!
      Jorge Cameira-Beja

      Eliminar
  10. Oh viriato até acredito que nao defendas nenhuma ideologia politica. O teu problema é de facto como aqueles gajos que não tem clube mas são anti-benfica, no teu caso, anti-PSD. E já que apresentas resultados, contas e mais números, provando de facto que o melhor primeiro ministro foi essa merda que tá aos olhos de toda a gente, opá liga ao Gaspar e ajuda o homem que ele tem-s visto aflito.
    O tempo que perdes em ter um blog deste género, é lamentável... Será que também apoiast a candidatura do gajo?! Não percebo como é que alguém consegue defender qualquer que seja o politico portugues, todos os que la têm passado têm feito o mesmo, mamam enquanto a xuxa for dando e depois de acabado o mandato gozam do que roubaram. Defenderes um inútil como esses que enquanto mais de 3/4 de Portugal anda a contar tostoes para que nao falte comida a mesa de casa ele anda a gastar fortunas e a formar-se em ciencias politicas ou la o raio que o parta, isso é que não entendo, é que pelos números e contas que apresentas já se nota que não deves muito à inteligência, uma vez que foste levado pela cantiga politica que cada um deles tem, o que só por si é lastimavel. Defende-o com unhas e dentes até à morte, que quando andares a pedir e oxalá que nunca precises de o fazer, ele vai procurar-te para te ajudar como reconhecimento da bela merda que fizeste.
    Mentalizm-se que os politicos são apenas paus mandados dos grandes manda chuvas do país e do mundo. "Quem tem unhas é que toca viola", sempre assim foi, vai continuar a ser.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tirou-me as palavras da boca. Das duas uma, ou esta personagem é muito bem paga ou então não excluiria a hipótese de psicopatia.

      Eliminar
    2. Baaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa perda de tempo xauuuuuuuuuuuuuuu

      Eliminar
  11. EU passei por aqui e, ocasionalmente, choquei de encontro a uma suposta falsa data, atribuída a um óbito. Portanto, caro «Viriato à Pedrada» ia-me esquecendo de louvar a divulgação dos dados úteis facultados suponho, por pesquisa de sua iniciativa. Passei... mas não cheguei cá, por acaso. Vim, atraído pela transcrição de um post que, me encaminhou para o seu blog, na pág. de um Grupo afecto à postura política e humana de José Sócrates que admiro como Pessoa digna e de rara verticalidade intelectual. Deixo-lhe, por tanto as minhas - nesse sentido - solidárias saudações. J-L.F.

    ResponderEliminar
  12. Um ladrão (quase profissional) que faliu o país, fugindo depois (antes que fosse tarde)para a capital francesa, foi recebido em ombros pela RTP, para ultrajar ainda mais os tão aviltados portugueses. Que país é este ? Para onde caminha ? Para quando um golpe de Estado para impor um verdadeiro regime democrático, sem esquerdas nem direitas dominantes ? "Casa onde não há pão, todos ralham e ninguém tem razão" ! O cantinho português é hoje um barril de póvora.

    ResponderEliminar
  13. O estranho disto tudo
    Existem dois grupos, os que acreditam em tudo e os que não acreditam em nada, do que é noticiado, nas TVS, Rádios, Jornais e Revistas. Há no entanto à volta de tudo isto muitas coisas estranhas. Desde logo não se compreende a razão porque não é dado o mesmo tratamento a todos os implicados do, BES , BPN, SLN, Monte Branco, Face Oculta, Apito Dourado, Vistos Gold, submarinos, assassinato de Rosalina Ribeiro e já agora Técnoforma, Furacão, Portucale, Apito Dourado, Face Oculta, Remédio Santo, Dívida da Madeira, Pandur, Milénio BCP, Moderna, Porto Cale, Sobreiros, Somague, etc. etc., até porque na maioria dos processos o Juiz e procurador até são os mesmos. Sócrates foi o homem mais investigado de Portugal e as diligências já ultrapassam dez anos, está preso já fez seis meses e ainda não conseguiram obter uma única prova de tanta suspeita e se têm tentado. Segunda consta trabalham no processo mais de cem pessoas.

    ResponderEliminar