quinta-feira, 3 de julho de 2014

A maior Cabala e Mentira depois de 74







O novo adiamento conseguido pelos procuradores há muito apostados em prolongar o mais possível o martírio de José Sócrates na praça pública...
VENTOSSEMEADOS.BLOGSPOT.COM


                            

goo.gl/GzcNhl
"Angola, Pátria e Família: O chefe de gabinete do secretário de Estado das Finanças e os filhos do ministro Rui Machete e do Presidente angolano José Eduardo dos Santos estão ligados à mesma empresa, a ERIGO, uma sociedade de capital de risco. Esta é a história do dia em que o PSD meteu Angola no Governo"
goo.gl/t0TxwR 

                       

O estranho disto tudo
Existem dois grupos, os que acreditam em tudo e os que não acreditam em nada, do que é noticiado, nas TVS, Rádios, Jornais e Revistas. Há no entanto à volta de tudo isto muitas coisas estranhas. Desde logo não se compreende a razão porque não é dado o mesmo tratamento a todos os implicados do, BES , BPN, SLN, Monte Branco, Face Oculta, Apito Dourado, Vistos Gold, submarinos, assassinato de Rosalina Ribeiro e

desaparecimento da Maddie e já agora Técnoforma, Furacão, Portucale, Apito Dourado, Face Oculta, Remédio Santo,  Dívida da Madeira, Pandur, Milénio BCP, Moderna, Porto Cale, Sobreiros, Somague, etc. etc., até porque na maioria dos processos o Juiz e procurador até são os mesmos. Perante o atrás exposto como pode alguém acreditar na Justiça e na sentença, quer seja Sócrates ilibado ou condenado. Vai sempre existir a dúvida. É claro que perante a quantidade de pessoas envolvidas no caso Marquês, se D. Afonso Henriques tivesse assim tanta gente, além de Santarém, Lisboa, Sintra Almada, Palmela, Alcácer do Sal, Beja, Évora, Moura, Serpa e Jerumenha, teria pela certa conquistado todo o Algarve. Se Vasco da Gama estivesse tantos anos a navegar, não teria chegado somente à Índia, mas a todo o Oriente. Pedro Álvares Cabral não teria somente descoberto o Brasil, mas toda a América. Estou convicto que no presente caso não vão descobrir nada, porque não há nada para descobrir e as nuvens que se vêem ao longe à medida que se aproximam vão-se dissipar, porque não passam de nevoeiro.
http://viriatoapedrada.blogspot.pt/2014/07/a-maior-cabala-e-mentira-depois-de-74.html

VENTOSSEMEADOS.BLOGSPOT.COM|DE JORGE ROCHA



“Operação Marquês”, a caça ao homem!

by As Minhas Leituras
António Campos, querido amigo: Desculpa responder tão tarde à tua amável carta e só agora agradecer as tuas palavras, tão amigas. Obrigado, também, por me teres enviado o artigo que a advogada do meu amigo eng. Carlos Santos Silva escreveu na revista da Ordem dos Advogados. Já tinha ouvido falar nele, mas só agora o […]

                           

Advogados de Sócrates dizem que nova detenção é "espetáculo" para alimentar "clima de difamação"Em causa está o vice-presidente do grupo Lena, que vai ficar em prisão domiciliária . "Esgotados todos os prazos legais, é uma vez mais uma detenção fora de horas e mais uma prisão que
aparecem como únicos factos indiciadores do crime, como única prova dos factos que niguém conhece porque não existem e do crime que nunca foi cometido."
Em baixo, pode ler na íntegra o comunicado dos advogados de José Sócrates:"A propósito dos recentes acontecimentos envolvendo um Administrador do Grupo LENA, intensificou-se a campanha de difamação tendo como alvo o Senhor Engenheiro José Sócrates. Quanto ao que foi dito durante estes último dias, cabe-nos esclarecer: 
1. Esta iniciativa do Ministério Público, tendo em conta o momento em que ocorre e o conjunto dos factos referenciados, todos eles há muito conhecidos e documentados, conduz à conclusão de que ela serviu sobretudo para alimentar o clima de difamação que tem marcado este processo e que, visivelmente, começava a perder alento e entusiasmo, face a uma circunstância, evidentemente mais relevante e geralmente apercebida: 
É que, ao fim de 5 meses de prisão do Senhor Engenheiro José Sócrates, apesar da proclamada solidez dos factos que teriam justificado, continuam sem se conhecer que factos seriam esses, mantendo-se sem justificação mínima a continuação da aludida situação processual.
Por isso, foi necessário repescar assuntos já conhecidos, com os quais não tem o nosso Constituinte nada a ver, que lhe são absolutamente alheios, para trazer alguma aparência de novidade e de progresso a uma investigação, aparentemente num beco sem saída.
2. Mais uma vez, devemos desmentir perentoriamente ter o Senhor Engenheiro José Sócrates sido, alguma vez e em qualquer qualidade, interveniente em actos de corrupção, valendo a pena salientar que, apesar de tanta investigação, apesar da publicidade (ilegal e criminosa) que rodeia todo o processo, os factos deste pretenso crime continuam no geral desconhecimento.
Não se trata aqui de provas desconhecidas: são os próprios factos que são desconhecidos,

por inexistirem.
3. O espetáculo encenado a este propósito pelo Ministério Público aparece assim como uma cortina de fumo, que esconde mal, definitivamente mal, o insucesso da investigação, sobretudo quando se tenha em conta que não foi encontrada nenhuma ligação do Senhor Engenheiro Sócrates a contas bancárias ou aos interesses financeiros localizados em Portugal ou no exterior e pertencentes aos Senhores Engenheiro Carlos Santos Silva e Joaquim Barrocas Rodrigues.
4. Esgotados todos os prazos legais, é uma vez mais uma detenção fora de horas e mais uma prisão que aparecem como únicos factos indiciadores do crime, como única prova dos factos que niguém conhece porque não existem e do crime que nunca foi cometido". Por:  
 | Expresso / 24 de abril de 2015. 

José Delille afirmou que não existem factos mas apenas "generalidade", "acusações infundadas" e "insultos" que procuram atingir o Partido Socialista.
OBVIAMENTE! A DIREITA NEOLIBERAL TEM UM MEDO TERRÍVEL DO ENG. JOSÉ SÓCRATES!


Em causa está o vice-presidente do grupo Lena, que vai ficar em prisão domiciliária.
EXPRESSO.SAPO.PT|DE EXPRESSO - IMPRESA PUBLISHING S.A.


A importância de Sócrates e o Grupo Lena.
Por exemplo, o grupo diz que "a primeira participação em PPP (12,5%) foi em 1998, com a Autoestrada do Atlântico" e a única durante o Governo de José Sócrates foi na Autoestrada do Baixo Tejo, com a participação (6,8%) mais baixa em oito empresas. Fala também do TGV e das empreitadas do Parque Escolar. (No Parque Escolar das 66 ganhou 11, no valor de 13 milhões).
Segundo uma fonte do grupo, citando documentos da associação empresarial do sector, a quota de mercado de obras públicas no Governo de Sócrates foi de 1,2%, contra 1,8% nos Governos anteriores.

Ler mais: http://expresso.sapo.pt/caso-socrates-danos-no-grupo-lena-sao-de-caracter-reputacional=f921855#ixzz3YV62EAdQ

José Sócrates acusa o Ministério Público de terrorismo de Estado, de fazer caça ao homem e de estar a trabalhar numa tese patética e absurda que classifica como folhetim de mau gosto. Numa carta enviada ao socialista António Campos, a que...
SICNOTICIAS.SAPO.PT


José Sócrates critica violentamente o Ministério Público, a quem acusa de não apresentar factos nem provas dos crimes de que o acusa.
“Como é que pode haver indícios fortes de crimes se não se sabe de quê“?, questiona, perguntando também que crime cometeu, onde, quando e como. “Não sei, nem o Ministério Público sabe, até porque não cometi crime algum”, escreve.


O antigo primeiro-ministro José Sócrates diz estar a ser vítima do "abuso" das autoridades, que o prenderam e mantêm preso sem provas, só faltando condená-lo, e nega ter cometido qualquer cr
ZAP.AEIOU.PT



Por vezes assisto aqui a discussões e comentários acalorados sobre o ataque da justiça a José Sócrates. como já devem ter percebido nada disto me surpreende, esta noticia é de 18 de Dezembro de 2010, leiam e entendem imediatamente porque razão Sócrates está preso...Medida de Sócrates: Os magistrados - juízes e procuradores - que residam na área da respectiva comarca vão deixar de receber 775 euros como subsídio de renda. Só os que morarem fora é que manterão tal complemento, mas com um corte de 20%. (Este governo PSD/CDS já aumentou os Juizes e Procuradores em 1300 euros). As férias foram reduzidas para 30 dias como toda a gente. Há ainda outras regalias que também levam corte,mas também os casamentos Gay e legalização do aborto, cortes nas reformas  dos políticos, o mexer nas vacas sagradas, criaram muitos anticorpos. 


DENUNCIAREMOS.


Medida consta da proposta de Orçamento do Estado. Principais sindicatos do Ministério da Justiça estiveram reunidos para acertar formas de luta conjuntas.
DN.PT|DE GLOBAL MEDIA GROUP

Então e Estes:
viriatoapedrada.blogspot.pt/2014/05/nem-o-espirito-santo-nos-vale.html 
viriatoapedrada.blogspot.pt/2013/03/bpnsln-self-service-para-enriquecer.html 
viriatoapedrada.blogspot.pt/2014/11/operacao-vistos-gold-e-as-ligacoes.html 
viriatoapedrada.blogspot.pt/2012/08/paulo-portas-e-os-submarinos_15.html 




Operação Marquês Advogados de Sócrates convocam jornalistas para falar do processo.
A conferência de imprensa foi de tal maneira certeira, objectiva, e com verdadeiros indícios de crime praticados pelos agentes vários da justiça que nenhum, nenhum órgão de comunicação social, coloca o vídeo inteiro na
internet.
Devo dizer que , fazer de conta que a justiça neste caso não está objectivamente inquinada, fora da lei e fora dos limites do estado de direito, não faz com que a mesma esteja a funcionar. Nem todos os procuradores são Rosários, e nem todos os juízes são da opus dei. Podem convencer os portugueses do que quiserem. Os fins não justificam os meios. Sobretudo na justiça. E será a justiça, com procuradores, juízes e outros, homens e mulheres de bem, que colocarão este embuste justicialista no devido lugar. E eu digo o lugar, hoje em vésperas de abril. Será na cadeia. Ambos!" Por Vale Manuela.










PUBLICO.PT · 1.035 PARTILHAS ·19 DE MARÇO DE 2015



Começou a caça às bruxas?

by As Minhas Leituras
Nunca tive grandes dúvidas sobre as motivações de Carlos Alexandre e Rosário Teixeira, quando decretaram a prisão preventiva de Sócrates: humilhá-lo e exibi-lo à opinião pública como trofeú que avalizasse o bom funcionamento da justiça.   (Ainda estou para perceber  se em matéria de troféus  foram Carlos Alexandre e Rosário Teixeira a aprender com Maria […]
Oito meses antes das detenções no caso dos vistos 'gold', os arguidos já sabiam que estavam a ser escutados.
DN.PT|DE GLOBAL MEDIA GROUP


Afinal, também para o amigo do juiz presidente Vaz das Neves vale o provérbio popular: “Os amigos são para as ocasiões”.



Confesso que não conhecia esta cara até a ver na televisão a ler excertos do acórdão que manteve José Sócrates preso preventivamente. Na altura, notei a...
VAIEVEM.WORDPRESS.COM


As escutas só valem consoante quem é apanhado nelas?

by As Minhas Leituras
Dá-se o caso de me encontrar envolvida num projecto de investigação sobre os padrões de cobertura jornalística de casos de justiça, em particular, casos de corrupção política ocorridos entre 2005 e 2012. Daí que as notícias que se vão publicando sobre casos actualmenete na agenda dos media me despertem particular interesse. Soube.se hoje que o […]
Decisão foi tomada por unanimidade.
DN.PT|DE GLOBAL MEDIA GROUP

A antiga diretora do DCIAP afirmou não poder dizer por que é que o processo do ex-ministro não foi encaminhado para a Judiciária.
DN.PT|DE GLOBAL MEDIA GROUP

http://viriatoapedrada.blogspot.pt/2012/09/lista-negra-de-macons-magistratura.html
A maior Pulhice está para acontecer vídeo de Marcelo R. de Sousa
Preparou-se e está para rebentar um novo "Casa Pia". A engrenagem partiu, antes e agora, daquele que há muito se mantém calado e arredado dos holofotes. Basta ouvir o prof. Marcelo R. Sousa e saber ler nas entrelinhas. Infelizmente não consegui encontrar a dita entrevista.  

Entrevista a Marco Antonio (PSD).
Portanto não vão tocar mesmo no caso Sócrates?
Não, a não ser que o processo tenha de-senvolvimentos que ponham em causa aquilo que é toda uma estrutura do Estado e que ganhe uma amplitude, uma envolvência e uma dimensão que obrigue a uma reflexão sobre matérias de fundo que tenham a ver com a organização do Estado tinyurl.com/ntzms2s 

                      


Ultima hora. Segundo noticias no Sol, I e CM, o Juiz Aleluia descobriu que Socrates é dono do Mosteiro dos Jerónimos, da Torre de Belém, do Convento de Mafra e Torre dos Clérigos. Foi afinal essa a razão porque o governo Passos/Portas não os vendeu. http://viriatoapedrada.blogspot.pt/2012/08/imobiliaria-psdcds-que-mais-vende-no.html





Rir das investigações ao 1º preso político em democracia !

Este parágrafo diz tudo: "A Sábado tem acesso, e a preocupação do MP ao pormenor"
"Na documentação do Ministério Público (MP), a que a SÁBADO teve acesso, é manifesta a preocupação em identificar ao pormenor as datas e os montantes"
Vejam sem rir o pormenor:
"...segundo o MP terá ocorrido a 29 de Outubro de 2013, Santos Silva teria dado a Sócrates "entre 10 mil e 50 mil euros"
"...outra alegada entrega, desta vez concretizada pela mulher do empresário no apartamento de Sócrates em Lisboa. Novamente é referido um valor aberto: "entre 5 mil e 100 mil euros".
"Uma semana depois os investigadores anotaram outra transacção com o mesmo intervalo de valores."
"Foi a 11 de Novembro, quando Santos Silva e Sócrates teriam voltado a encontrar-se e o empresário ter-lhe-ia entregado "entre 10 mil e 100 mil euros""
"..um encontro pessoal entre os dois homens, verificou-se uma nova passagem de dinheiro que pode ter variado entre "5 mil e 50 mil euros".
"..pois o MP chega a dizer que o empresário teria entregado, a 4 de Outubro de 2013, "entre 10 mil e 50 mil euros"
goo.gl/GzcNhl





Há limites para a infâmia
Publicado por Vital Moreira

Já não surpreende que o tabloidismo militante não tenha limites nem escrúpulos na campanha de condenação preventiva de José Sócrates antes sequer de qualquer acusação, espezinhando todas as normas deontológicas do jornalismo e a integridade moral das pessoas. Já é demais, porém, que a imprensa de

referência também replique e veicule histórias como a de que o livro de Sócrates sobre a tortura foi escrito por outrem.
Sobre o assunto, cumpre-me dizer o seguinte: por iniciativa minha, tive a oportunidade de acompanhar a feitura da tese de mestrado de Sócrates que veio a dar no referido livro; enviou-me sucessivamente o draft de cada capítulo, tendo eu feito algumas observações e sugestões pontuais (incluindo bibliografia), sobretudo quanto aos aspetos constitucionais e afins do tema, que o autor em geral acolheu, mas nem sempre; tive também oportunidade de conversar ocasionalmente com ele sobre alguns dos temas da tese, sendo óbvio o seu domínio e à vontade na matéria. Sei também, por me ter sido dito por ele, que submetia o seu trabalho a outras pessoas, que igualmente contribuíam com críticas e observações, a quem agradeceu depois no prefácio do livro, como é de regra.

Nada disto -- que é normal numa tese académica -- é compatível com a tese de um trabalho apócrifo. Há limites para a infâmia.
Adenda
Se, com a prestimosa cooperação da imprensa, a acusação continua a recorrer a estes golpes baixos para uma continuada operação de "assassínio de caráter" de Sócrates , é porque falta "corpo de delito" para sustentar a acusação pelos crimes que lhe são imputados, passados todos estes meses de investigação.  
http://causa-nossa.blogspot.pt/2015/03/ha-limites-para-infamia.html?spref=fb


Em comunicado, ex-primeiro ministro desmente a informação de que terá sido um professor universitário o verdadeiro autor de "A Confiança no Mundo"
WWW.DN.PT|DE GLOBAL MEDIA GROUP


A minha carta (aberta) de despedida para a Exma. Sra. Coordenadora Superior de Investigação Criminal, Dra. Maria Alice Fernandes

by As Minhas Leituras
Cara Dra. Maria Alice Fernandes, que eu vou tratar somente por “Senhora”, como sempre o fiz durante os cerca de 8 anos durante os quais trabalhámos juntos, até ao dia em que fui detido e sequentemente preso, no âmbito de processo-crime cuja investigação a Senhora coordenou. Chegou ao meu conhecimento a notícia, através do “Correio […]

"O “Freeport” e o “Meco”. É pura maldade jornalística ou como aprendi recentemente: “canalhice”!

Relativamente ao “Freeport” fiquemo-nos por aqui: Horas e horas da Senhora a justificar-se a mim, aos colegas, às senhoras da limpeza do Departamento, para agora, ó suprema ironia, depois de eu ouvir tudo o que ouvi, de ver o que vi, de ser receptáculo involuntário de muita informação que não solicitei, dar por mim a caminhar no pátio da Prisão de Évora com o “muito elegante e vaidoso Sócrates” (como a Senhora um dia se referiu ao mesmo).

Lembra-se de me dizer – a mim e a meio mundo – que a Polícia Judiciária tinha de lhe agradecer o facto de ter sido serena e sensata na coordenação da investigação do “Freeport”?

Ironia das ironias! Se nós os dois conversássemos agora Senhora! Que deleite sentiria eu ao partilhar e confrontá-la com tudo o que escutei atentamente deste lado das grades!

Uma coisa posso dizer ao fim de 2 meses e 9 dias, retratando-me de algumas coisas que já escrevi: o tipo é corajoso! Ninguém o vai calar! O Rosário Teixeira e o Carlos Alexandre que se cuidem! Estou a aprender muito!. 
Por:Inspector João De Sousa da Polícia Judiciária, também conhecido por “Grande Mestre da Ordem dos Magos e dos Feiticeiros” "

Medida consta da proposta de Orçamento do Estado. Principais sindicatos do Ministério da Justiça estiveram reunidos para acertar formas de luta conjuntas.
DN.PT|DE GLOBAL MEDIA GROUP




A assembleia-geral da Associação Sindical dos Juízes Portugueses (ASJP) decidiu hoje apresentar queixa contra o Governo português ao Conselho da Europa pela...
DN.PT|DE GLOBAL MEDIA GROUP

















O juiz Carlos Alexandre, do Tribunal Central de Instrução Criminal, indeferiu o pedido da eurodeputada Ana Gomes de reabertura do processo dos submarinos, arquivado em Dezembro pelo Ministério Público.
SOL.PT


Marinho e Pinto, antigo bastonário da Ordem dos Advogados, faz várias críticas à atuação da justiça no Caso Sócrates. Aponta o dedo ao Ministério...
SICNOTICIAS.SAPO.PT



Fernanda Palma, Professora Catedrática de Direito Penal da Faculdade de Direito de Lisboa e antiga Juíza do Tribunal Constitucional, entende que a manutenção da prisão preventiva de José Sócrates é, neste momento, inconstitucional.
http://corporacoes.blogspot.pt/2015/03/logica-pastoril.html

Vender cabritos sem ter cabras não prova por inferência a prática de crimes de corrupção.
CMJORNAL.XL.PT


«Não tenhamos dúvidas: se pensarmos como a direita pensa, acabamos a governar como a direita governou. A mudança necessária exige ruptura com a actual maioria e a sua política.»António Costa, demarcando-se da posição do PS...
CORPORACOES.BLOGSPOT.COM


O advogado e militante do MRPP Garcia Pereira invocou este sábado o processo judicial contra José Sócrates para declarar que "o 25 de Abril nunca entrou verdadeiramente no sistema de justiça".


                         

Sócrates preso sem culpa formada! Manuel Palos (Vistos GOLD) com culpa formada, em liberdade. A isto se chama (in) Justiça!

                 







DN.PT · 707 PARTILHAS · 14 DE MARÇO DE 201

                        

Garcia Pereira acusou ainda, "sem receio e com total convicção", a justiça e os mecanismos policiais de estarem "ao serviço de forças da direita e da extrema-direita em Portugal"

     

Os 7 motivos que mantêm Sócrates preso: 

1º Tentativa de evitar a abada que felizmente se adivinha. 
2º Porque o psd há 42 anos que não conseguia um preso político.
3º Porque o Movimento Aleluia e o juiz papa-hóstias do Opus Dei assim o querem.
4º Porque passou a notícia principal abafando todos os descalabros e escândalos deste governo: Saúde, Educação, Justiça, mortes nos hospitais,Tecnoforma....
5º Porque com esta justiça de justicialismo funciona o "suponhetamos que"
6º Porque a magistratura tem um ódio visceral a Sócrates que lhes retirou mordomias aos molhinhos.
7º Porque está na massa do sangue dos africanos brancos: A vingança dos retornados. Por: BrincaNareia.





Mais que "o amigo", um homem que não pode deixar de suscitar uma enorme admiração.
Vim da rua. Fui jantar fora. Não se fala de outra coisa que não de Carlos Santos Silva. Nunca o vi. Não sei quem é. Dele conheço apenas as atitudes: há gente assim. Um empresário. Espero não morrer sem o conhecer e sabe Deus se lá quero conhecer mais quem quer que seja na vida.

O empresário José Guilherme, deu uma prenda no valor de 14 milhões de euros a Ricardo Salgado, mas o amigo de longa data Eng. Carlos Alexandre não pode emprestar dinheiro a Sócrates. 





 http://www.corporacoes.blogspot.pt/.../o-estado-do-estado...

«Não tenhamos dúvidas: se pensarmos como a direita...
CORPORACOES.BLOGSPOT.COM


             
                                 


Para quando processo disciplinar e acusação?


A Tramóia está montada e Sócrates está lixado.
Acabei de ouvir o Dr . Magalhães e Silva, no programa *Política Mesmo * da TVI24 , onde ele deu uma lição de direito e pôs a descoberto as más práticas e vicissitudes dos magistrados, do sistema judiciário e seus agentes. Falou e deu a entender que tudo o que está a acontecer com José Sócrates, nada tem de inocente e que a intenção será mesmo fazer uma condenação pública. O que está plenamente conseguido. Aconselho vivamente que se ouça, se reproduza e partilhe esta peça televisiva, para esclarecimento de muitos incautos..
Por: Francelina Valadares.

Almoço de magistrado com jornalista originou denúncia anónima, que acabou por ser arquivada.
PUBLICO.PT

ESTÁ EXPLICADO E É BOM SABER
O PNR, partido neonazi, é presidido pelo ultra-fascista José Pinto Coelho que antes pertenceu ao MIRN de Kaúlza de Arriaga. É filho de um colaborador do Estado Novo salazarista que fugiu para o Brasil com a família após a Revolução de Abril. Aquele partido criado em 2000 algum tempo depois do seu regresso do Brasil — onde abundam nas suas fileiras neonazis convictos e fascistas ligados familiarmente ao regime deposto como Humberto Nuno Oliveira, ou também o criminoso skinhead Mário Machado como figuras de proa —, apoia o Opusdeísta juiz Carlos Alexandre. Isto por si só explica tudo e muito melhor as simpatias recíprocas e porque razão o famigerado juiz é apoiado pela escumalha da extrema-direita, nas páginas do Facebook e em manifestações, o que decerto lhe dá muitas e honrosas alegrias.Por: Telmo Vaz Pereira.   https://www.youtube.com/watch?v=Ui4DaOxGVjM

E agora sra. PGR??


Carlos Alexandre, o juíz do Tribunal Central de Instrução Criminal, está a ferro e fogo. Pela segunda vez em dois meses, foi chamado ao Ministério Público para...
SICNOTICIAS.SAPO.PT


LIGAÇÕES RELACIONADAS
              
Tudo indicia aproveitamento político.
                           tinyurl.com/ktvehda



Procurador Rosário Teixeira assumiu, na resposta aos recursos dos arguidos, que os quis prender para investigar. E situou as suspeitas nos dois mandatos de Sócrates como primeiro-ministro.



                    Retirou regalias aos políticos e juízes e as férias judiciais.




“A vontade dos media é puro ato político"
"José Sócrates já foi julgado ainda antes de ir a tribunal por causa da violação do segredo de justiça e esta situação é vergonhosa.
A culpa é tanto da parte dos jornais como dos que fornecem informações e tem apenas um intuito.
A vontade dos órgãos é um puro ato político, o que envergonha o jornalismo português.
Havia a convicção de que Sócrates foi preso para investigar e se essa investigação não tem factos novos Sócrates está, então, numa prisão impreventiva”. Miguel Sousa Tavares

HISTÓRIA DE UM FILME SÓ POSSÍVEL NO ESTADO NOVO

Procurador Rosário Teixeira assumiu, na resposta aos recursos dos arguidos, que os quis prender para investigar. E situou as suspeitas nos dois mandatos de...
DN.PT|DE GLOBAL MEDIA GROUP


Anestesiados

by As Minhas Leituras
"O juiz, depois do procurador Rosário Teixeira ter pedido a prisão preventiva, afirmou que esta medida de coação, a pecar, não era por excesso." DN de 27/1. Tente ignorar que esta frase respeita a um processo em que está envolvido José Sócrates. Faça uma tentativa para esquecer que ele foi o homem que arruinou Portugal […]

Todos aqueles que andam por aí a condenar Sócrates, fazem-no com a intenção de desviar as atenções do BPN, BPP, BANIF, BCP, BES/GES, Tecnoforma, Vistos GOLD, mas também para esconder o fracasso desta governação. Em vez de se falar nos 350 mil que emigraram, nos 2,5 milhões de pobres, nos 1,4 milhões reais de desempregados, nos 450 mil postos de trabalho que foram destruídos, nas mortes que estão a acontecer nas Urgências Hospitalares, nas privatizações, falência do BES/ GES. Há ainda aqueles a quem retirou privilégios, como Juízes, procuradores e políticos, assim como a legalização dos casamentos gay e aborto, criou muitos anticorpos. etc. etc..




A Justiça do meu Portugal no século XXI! Que vergonha que sinto em ser Português!

"Movidos pelo poder desmesurado e adrenalina circundante (eram mais de 30) na presença do juiz de instrução e de um alto Procurador da República, "agarram o advogado e levam-no para a sua própria c...
VAIEVEM.WORDPRESS.COM



























































A secretária-geral da Associação Sindical dos Juízes diz que a Procuradoria-geral da República (PGR) tem de explicar porque razão o e-mail enviado pelo advogado de José Sócrates ao diretor do Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP), oferecendo-se para ser ouvido, só apareceu no processo após a prisão preventiva do ex-governante.

Recurso. ( Já está decidido...)

«Não tenhamos dúvidas: se pensarmos como a direita pensa, acabamos a governar como a direita governou. A mudança necessária exige ruptura com a actual maioria e a sua política.»António Costa, demarcando-se da posição do PS...
CORPORACOES.BLOGSPOT.COM






Sobre a detenção:
A verdade é esta: a minha detenção nada teve a ver com justiça, mas com espectáculo. Não se tratou de cumprir um qualquer objectivo jurídico legítimo mas teatralizar politicamente uma acção judicial.  José Sócrates, em 3.2.2015


Obras do Grupo Lena no tempo de Sócrates (A verdade)

Em 66, ganhou 11...públicos:
"A Lena Construções liderou as adjudicações de obras públicas em Portugal até Abril. Entre 66 propostas para concursos apresentadas pela sub-holding do Grupo Lena ganhou 11, num valor de 13 milhões de euros."
www.jornaldenegocios.pt/empresas/detalhe/lena_construcoes_lidera_adjudicacoes__de_o bras_publicas_ate_abril_em_portugal.html
"2009 foi o ano em que a construtora mais dinheiro ganhou: 91,9 milhões em 21 contratos. A Parque Escolar representou 70% dos contratos ganhos com um total de 137,8 milhões em nove contratos......pesquisa efectuada pelo i a todos os procedimentos que foram publicados no portal Base dos contratos públicos (criado em Julho de 2008)....32 foram por ajuste directo, três dos quais acima dos 460 mil euros. Dois com a Parque Escolar (de 461,2 e 687.9 mil euros) e outro com a câmara da Vidigueira (3,1 milhões)"
www.ionline.pt/artigos/dinheiro/obras-publicas-lena-construcoes-ganhou-42-contratos -mais-151-milhoes-entre-2008

E deve ser por isso que o FARSOLA lhes entregou o Túnel do Marão e os leva ao colo em tudo o que seja saída ao estrangeiro !!! ahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahah
PÚBLICOS ao que parece !! por:BrincaNareia 

"De acordo com os dados citados pelo jornal, entre 2009 e 2011, o consórcio formado pelo grupo Lena e as construtoras Abrantina (comprada em 2007 por este grupo) e Manuel Rodrigues Gouveia arrecadaram 137,8 milhões de euros, a maioria através de concursos públicos, para efetuar intervenções em 12 escolas."
www.dn.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=4295126
por:Maria Helena Guimarães.                                                                             

                       

Bastonária dos Advogados acusa. MP violou segredo de justiça no caso Sócrates
"É a própria investigação criminal que entrega e tem relações perigosas e promíscuas com a comunicação social", diz Elina Fraga à Renascença.


                        

José Miguel Júdice diz que é “um absurdo” Sócrates estar preso.
Marinho e Pinto, “a justiça não é vingança e a vingança não é justiça”.


JUSTIÇA DE TERROR
Há momentos que têm de causar um sobressalto cívico. Não, não falo apenas de advogados e advogadas, como eu; não, não falo de se gostar ou não do arguido (eu gosto); trata-se de defender o Estado de direito que rompeu com o fascismo. Saber que Carlos Alexandre terá escrito que a medida de coação aplicada a José Sócrates “a pecar, não seria por excesso”, causa terror. Pondo de parte o juízo de culpabilidade antecipada, sendo a prisão preventiva a medida de cocção mais gravosa que o nosso sistema conhece, o que queria o licenciado em direito e juiz Carlos Alexandre? Chibatadas públicas? por Isabel Moreira 28.01.2015.




As cartas rogatórias enviadas para a Suíça deram como resposta que não há na Suíça qualquer conta em nome de José Sócrates Pinto de Sousa e isto não foi relatado em qualquer jornal.

                        

"O que se passa no processo Sócrates está longe, muito longe de ser normal. Mas o mal é mesmo maior, muito maior."

"O juiz, depois do procurador Rosário Teixeira ter pedido a prisão preventiva, afirmou que esta medida de coação, a pecar, não era por excesso." DN de 27/1.
DN.PT|DE GLOBAL MEDIA GROUP





A entrevista do procurador-geral da República, Pinto Monteiro, este Domingo, ao DN, não pode senão causar um enorme sobressalto. As suas palavras são claras e o seu alcance e significado não requ...
VAIEVEM.WORDPRESS.COM


Cândida Almeida foi a diretora do Departamento Central de Investigação e Ação Penal até 2013, altura em que foi substituída por Amadeu Guerra. Cândida Almeida.Convidada do programa do Económico TV, a magistrada disse ter ficado “surpreendida” com a prisão de José Sócrates por duas razões: “por ser um ex-primeiro-ministro” e porque nas investigações que levou a cabo não encontrou “indícios dos crimes que agora lhe são imputados” por Noticias AO Minuto.




A ex-diretora do Departamento Central de Investigação e Ação Penal confessou ter ficado “surpreendida” por José Sócrates ter sido detido. As declarações foram...
NOTICIASAOMINUTO.COM















A justiça portuguesa está empenhada a investigar ilegalidades oriundas da esquerda dado que "... a direita, que é actualmente dona e senhora de todo o aparelho judicial, com os seus super-agentes, super-polícias e super-juizes, sabe de antemão que, nas actuais condições políticas, o caminho que a justiça acabará por fazer é unicamente o caminho da direita.
.
Ou seja, o caminho que conduziu ao arquivamento dos processos Portucale, dos Submarinos, dos Pandur, das contrapartidas dos submarinos e da dívida da Madeira desviada por Alberto João Jardim, das contra-ordenações milionárias do Millennium BCP, e haverão de conduzir ao arquivamento ou absolvição dos processos dos amigos de Cavaco no BPN e dos amigos de Coelho, Portas e Marcelo no Banco e no Grupo Espirito Santo._ Arnaldo Matos





Cerca de quatro centenas de amigos de José Socrátes deslocaram-se, este domingo, a Évora, para participarem numa iniciativa de solidariedade com o...
JN.PT|DE GLOBAL MEDIA GROUP

José Miguel Júdice diz que é “um absurdo” Sócrates estar preso.
( nota: ninguem pode dizer que este é socratista)


O advogado José Miguel Júdice afirmou, no programa "A Propósito" da SIC Notícias, que é "um absurdo" Sócrates continuar preso, defendendo que a prisão...
OBSERVADOR.PT


Para quem não viu a entrevista de hoje do advogado João Araújo na TVI, basta clicar na foto.


Declaração foi feita por João Araújo, advogado do ex-primeiro-ministro, em entrevista ao Jornal das 8 da TVI
TVI24.IOL.PT


Casa Pia. A verdade pode demorar, mas acaba sempre por chegar.
Esta foi a primeira cabala para destruir o PS.

                         

Marinho e Pinto, “a justiça não é vingança e a vingança não é justiça”.

"A prisão de Sócrates está cheia de mentiras, mesquinhez, pequenas invejas oriundas do passado e, enfim, do pior que pode haver no ser humano. MST"

                         

Volta Sócrates! A culpa do sucesso do Magalhães é tua! A culpa de nossos filhos terem escolas decentes e actualizadas para estudarem é tua! A culpa de termos um Serviço Nacional de Saúde entre os melhores do Mundo... é tua!.... a culpa da destruição disto tudo é destes reacionários ditos neo-liberais, que apenas vêem cifrões na frente dos olhos.! Por: Antonio Manuel Umbelino Henriques.



Uma entrevista dada em legítima defesa...

"Especial TVI - José Sócrates responde a questões"

2015-01-02

http://www.dailymotion.com/.../x2dwi9a_especial-tvi-jose...

http://www.tvi24.iol.pt/politica/operacao-marques/exclusivo-tvi-as-respostas-de-socrates-a-seis-questoes

                 

Winston Churchill - Uma mentira dá meia volta ao mundo antes que a verdade tenha tempo de vestir as calças. - 


Anda tudo à volta do dinheiro do amigo Santos Silva. Ultimamente foi dito que tinha num cofre bancário um milhão de euros; agora já veio a informação que, afinal, eram 50 mil euros, uns tantos dólares e uns milhares de bolivares, a moeda da Venezuela, onde a empresa do engenheiro Santos Silva está a trabalhar num projeto de construção de 50 mil habitações sociais e duas fábricas de partes dos edifícios em causa.
Para o magistrado Carlos, o engenheiro e os 13 arquitetos da sua empresa, a ProEngel, estariam a trabalhar de graça na Venezuela, pelo que todo o dinheiro seria do Sócrates até os bolivares.

Os 3 Crimes de Sócrates
Assim de repente recordo- me de 3 crimes cometidos por Sócrates: 
1.º- acabou com as subvenções vitalícias de deputados;
2.°- É o primeiro, ex-1º. ministro que não recebe a choruda subvenção; 
3.°- foi o primeiro afrontar o lobby dos magistrados com as ferias judiciais! Ainda querem mais motivos para ir dentro???? Ripado.

http://viriatoapedrada.blogspot.pt/2013/03/as-reformas-de-socrates-em-6-anos.html


"A Justiça é a única instituição que não mexeu uma pedra,no pós 25 de Abril 1974". Aguiar Branco.






Marinho Pinto diz que a detenção do ex-primeiro-ministro José Sócrates é uma “vingança” e a “judicialização da política”. Num artigo de opiniã
PTJORNAL.COM|DE ANTÓNIO HENRIQUES

Desconstrução!!!!

Percebe-se a insistência do Correio da Manhã (CM) na procura de provas contra Sócrates usando para isso todos os meios ao seu alcance. Não se trata da parte do CM de uma investigação desinteressad...
VAIEVEM.WORDPRESS.COM



Grande homem, já é dono de Portugal e agora expandiu para a Venezuela! Será que é dono daquilo tudo também?? Invejosos! Ajudar as nossas empresas a fazer negócios lá fora não é crime, mas o dever de qualquer português e principalmente do primeiro ministro. Crime é o que Passos e Portas têm feiro que é vender o País ao desbarato.


Empresa de Leiria conseguiu contrato de construção nos arredores de Caracas.
CMJORNAL.XL.PT


De Miguel Sousa Tavares no Expresso de hoje:
"Já vi muitos tipos de sindicatos e de sindicalismos, alguns dos quais muito pouco recomendáveis. Mas nunca tinha visto nada tão aviltante como a denúncia, por confirmar, do Sindicato dos Guardas Prisionais, de que José Sócrates terá feito telefonemas de uma

zona não autorizada da prisão de Évora e que, crime dos crimes, usará umas botas que não são as do regulamento. É que tais factos estarão a pôr em causa "a segurança da prisão". Isto não é sindicalismo é canhalice, pura e simples. É a miserável valentia lusitana de pisar e descalçar as botas a quem já está caído." - Fim de Citação.
A prisão de Sócrates está cheia de mentiras, mesquinhez, pequenas invejas oriundas do passado e, enfim, do pior que pode haver no ser humano.
Tudo contra Sócrates é tortura psicológica iniciada com a mediatização da sua detenção por parte do Carlos e do Rosário e uma continuada quebra do segredo de justiça com muita mentira à mistura.
Querem ter o direito de manipular com toda a desonestidade a opinião pública enquanto cortam as possibilidades de resposta e defesa a uma pessoa que ainda não foi acusada de um crime concreto.
Anda tudo à volta do dinheiro do amigo Santos Silva. Ultimamente foi dito que tinha num cofre bancário um milhão de euros; agora já veio a informação que, afinal, eram 50 mil euros, uns tantos dólares e uns milhares de bolivares, a moeda da Venezuela, onde a empresa do engenheiro Santos Silva está a trabalhar num projeto de construção de 50 mil habitações sociais e duas fábricas de partes dos edifícios em causa. De qualquer modo, foi escrito num dos jornais do ladrão Álvaro Sobrinho que o Carlos foi vistoriar o referido cofre, tendo apreendido o dinheiro, o que, a ser verdade, é um grave crime de quebra do segredo de justiça que o juiz deveria desmentir se não for verdade. Não o fazendo, é porque é verdadeira a notícia e Carlos deverá ser julgado por mais uma de centenas de quebras do segredo de justiça.
Para o magistrado Carlos, o engenheiro e os 13 arquitetos da sua empresa, a ProEngel, estariam a trabalhar de graça na Venezuela, pelo que todo o dinheiro seria do Sócrates até os bolivares.



ARTIGOS RELACIONADOS


"A informação que temos não é a que desejamos. A informação que desejamos não é a que precisamos. A informação que precisamos não está disponível” John Peers

“Às vezes, a única coisa verdadeira num jornal é a data”  Luís F. Veríssimo




A vida é filha da puta, A puta é filha da Vida. Nunca vi tanto filho da puta. Na puta da minha vida. Bocage.

" E AGORA ? COMO VOU GANHAR A VIDA SE O JOSÉ SÓCRATES SAIR ?
ESTOU LIXADA ! "






Do super juiz do Opus Dei não sei......mas do Procurador que já persegue Sócrates há uns anos, por ódio de estimação, consta que 2/3 dos casos não chegam a julgamento, porque infundados, porque sem provas carreadas para o processo, porque muito baseados no "suponhetamos que" ! Por BrincaNareia




“Sócrates Deve Ser Imediatamente Libertado!” (por Arnaldo de Matos)
“Não gosto nem nunca gostei de Sócrates. (…) Acontece que Sócrates é hoje um preso político, com o n.º 44 do estabelecimento prisional de Évora, às ordens do juiz do tribunal

especial unipessoal denominado Tribunal Central de Instrução Criminal, tribunal que, tal como os seus congéneres dos tempos da inquisição e do fascismo, pode manter Sócrates na prisão, sem culpa formada e sem julgamento, por um tempo superior aquele em que os tribunais plenários do regime salazarista conseguiam aí manter os inimigos do regime. (…)
Sob a batuta de Rosário, de Alexandre, da procuradoria-geral da República, dos agentes do ministério público e das autoridades judiciais, a justiça que temos hoje é uma justiça política de direita (...)."

http://transparente.blogs.sapo.pt/jose-socrates-ou-carlos...

 http://lutapopularonline.org/…/1462-socrates-deve-ser-imedi…


‘’A lei é igual para todos’’, dizem. Parece não apenas...
TRANSPARENTE.BLOGS.SAPO.PT

Cartas e cartolas

by As Minhas Leituras
As cartas trocadas entre Sócrates e Soares têm um duplo interesse: pelo que dizem e pelo facto de terem sido publicadas. Quanto ao conteúdo, o texto de Sócrates será peça inevitável numa sua futura biografia, aconteça o que acontecer no processo. Se nada se conseguir provar contra ele, a carta também terá impacto político. Já […]

" Estou contra a prisão preventiva, porque não vejo provas. Exagerou-se. Julgar na opinião publica e por convicção sem provas é stalinismo. Sobre as notícias que têm saído nos jornais, não acredito!... Se acreditasse, já me tinha suicidado". Por: Alberto João Jardim.







SOL.PT · 4.451 PARTILHAS ·25 DE NOVEMBRO DE 2014


A esta luz, compreende-se bem a decisão do procurador e do juiz de recusarem a Sócrates e a este jornal (Expresso) a possibilidade de uma entrevista presencial.

[O que incomoda o tribunal não é que Sócrates pudesse perturbar a investigação, mas, sim, que, falando, pudesse perturbar a verdade estabelecida]
por: MST.

Quarenta anos depois da Revolução dos Cravos, temos em Portugal um preso político! Seu nome: JOSÉ SÓCRATES. Vergonhoso! Liberdade, sim! Para todos! Fascismo, não! Nunca mais!
Aqueles que hoje em dia, miseravelmente, tanto atiçam a populaça contra JOSÉ SÓCRATES, deviam saber que poderão vir a colher o fruto do sementeira que estão a fazer!... por Levi Costa.



PRESO

Camarada, amigo e companheiro
Tu que encarcerado te encontras
Vítima de inveja, e vingança
De uma justiça cega e tonta

Esta casta que te mandou
Para a cela de uma prisão
Faz lembrar o Santo Ofício
No tempo da Inquisição
Por muito resistente que sejas
E queiras a dor iludir
Só alguém da tua estirpe                       
 Tem forças para resistir
Nessa cela solitária
Sem os teus para conviver
Aquilo que pela tua mente passa
É uma dor de morrer
Os teus algozes, companheiro
Não são merecedores de perdão
Por te terem mandado prender
Sem qualquer acusação
Desejar-te um bom Natal
Bem gostaria fazer
Mas na cela de uma prisão                                              
O Natal é de sofrer
Um abraço solidário
Que daqui quero mandar
Na esperança de muito em breve
Possas a casa regressar
Joaquim Seixas


Preso Político
1
Quiseram pôr-me inteiro numa ficha. 
O dia e a noite são iguais por dentro.
Não há papel que conte a minha vida
mais que estes versos de punhal à cinta.
A barba cresce, e cresce a voz armada
descendo pelos muros tão tranquila;
tão tranquila que já nem desespera
de ser apenas voz, não uma guerra.                                                      
Quiseram pôr-me inteiro numa ficha.
Não há papel que conte a minha vida.
Mais que estes versos, esta mão estendida
por sobre os muros só de medo e pedra.
2
Quando saíres, amigo, não me esqueças.
Fico à espera da tua novidade.
Olha bem que farás da liberdade:
quando saíres, amigo, não me esqueças.
Quero mais fazimento que promessas.
São de prata os enganos da cidade
com que outros sujeitam a vontade.
Não me esqueças, amigo, não me esqueças.
1966 Fernando Assis Pacheco (1937 - 1995)
in 'Lote de Salva.

Excelentíssimo Senhor Presidente do Conselho Superior da Magistratura. Hoje, dia 2 de Janeiro de 2015, o diário Correio da Manhã publicou uma notícia que faz...
TRANSPARENTE.BLOGS.SAPO.PT

Marinho Pinto diz que a detenção do ex-primeiro-ministro José Sócrates é uma “vingança” e a “judicialização da política”. Num artigo de opiniã
PTJORNAL.COM|DE ANTÓNIO HENRIQUES

Marinho e Pinto, “a justiça não é vingança e a vingança não é justiça”.
«O facto de Sócrates ter acabado com alguns dos mais chocantes privilégios que havia na sociedade portuguesa, sobretudo na política e na justiça, valeu-lhe ódios de morte. A raiva com que alguns dirigentes sindicais dos juízes e dos procuradores se referiam ao primeiro-ministro evidenciava uma coisa: a de que, se um dia, ele caísse nas malhas da justiça iria pagar caro as suas audácias. Foi ele quem, por exemplo, impediu o atual Presidente da República de acumular as pensões de reforma com o vencimento de presidente”.» Marinho Pinto.

Marinho Pinto diz que a detenção do ex-primeiro-ministro José Sócrates é uma “vingança” e a “judicialização da política”. Num artigo de opiniã
PTJORNAL.COM|DE ANTÓNIO HENRIQUES




Libertação de presos políticos do forte de Caxias, em 26 de Abril de 1974 A eficácia da PIDE/DGS resultou sobretudo da luta desigual, a seu favor, que travou...
JUGULAR.BLOGS.SAPO.PT


Florbela Fernandes: “Destrói-se a vida de José Sócrates com base em indícios e manchetes de jornais”. «Três coisas devem ser feitas por um juiz: ouvir atentamente, considerar sobriamente e decidir imparcialmente. Sócrates (o...
ALENTEJOEMLINHA.PT



Reproduzir vídeo





VIDEOS.SAPO.PT · 631 PARTILHAS ·27 DE NOVEMBRO DE 2014

José Sócrates foi colocado numa armadilha diabólica. Porque lhe é permitido defender-se num processo, no qual ainda não está acusado formalmente de nada e lhe é vedada a defesa no espaço público, onde é acusado de tudo. Marco Perestrello/DN.


Artigo 37º.
Liberdade de expressão e informação

1.Todos têm direito de exprimir e divulgar livremente o seu pensamento pela palavra, pela imagem ou por qualquer outro meio, bem como o direito de informar, de se informar e de ser informados, sem impedimento nem discriminações.

2.O exercício destes direitos não pode ser impedido ou limitado por qualquer tipo ou forma de censura.  Constiuição Portuguesa.

 com o devido respeito recomendava-lhe: []   FecharFechar(Anton Chigurh (seguir utilizador),
" O preso preventivo não cumpre pena nenhuma. Nem recai sobre ele qualquer juízo condenatório de um tribunal. Podem programar-se e publicitar-se todas as suas culpas. Para o Estado de Direito, é inocente. Esta inocência é a relevante. De entre todos os direitos que o Código se limita a reconhecer ao preso, está o contacto com o mundo exterior. Aquele em que mais pesada se torna a prisão. O isolamento coactivo do seu semelhante. A solidão das paredes do cárcere. Isso é a prisão. A lei, conhecedora dos traumas desse afastamento, intenta humanizá-lo, mitigá-lo. Facilita o uso do telefone, da correspondência, das visitas. Abre ao preso a consulta de todos os meios de comunicação social. Com as limitações próprias de um centro prisional.
Permite entrevistas a órgãos de comunicação social. A previsão destas constitui um sistema complexo. Sujeitas à aprovação prévia e posterior da hierarquia superior prisional. E do juiz de instrução na hipótese de prisão preventiva. A ambos é dado conhecimento do teor, sentido e objectivo da entrevista. Que não pode prejudicar os fundamentos da prisão preventiva. Mas pode robustecer a defesa no meio social. Sobretudo quando se veiculam e publicitam a culpa e factos supostos praticados pelo detido". Alberto Nogueira (Procurador-geral adjunto), 2014.  www.publico.pt/n1679431 


O objectivo não é levar José Sócrates a julgamento. O objectivo é julga-lo na praça publica, como está a acontecer e o desejo era mesmo o de fazer um auto de fé. Por: Otilia Gradim.
José Sócrates é a versão portuguesa do Strauss Kahn. A ideia é humilhá-lo e destruí-lo junto de uma opinião pública pouco informada. E vingança dumas magistraturas vingativas e subservientes ao P"SD"... As mesmas magistraturas que nada fazem em relação a, por exemplo, Dias Loureiro, que safou Leonor Beleza do caso do sangue contaminado, que arquiva o escändalo dos submarinos...e por aí adiante... Por: Carlos Brighton.


Abuso de autoridade


Notícia: Pedido de Sócrates para ser ouvido só apareceu no processo após prisão preventiva.
Advogado de ex-primeiro-ministro enviou email ao DCIAP sete horas antes de José Sócrates ser detido, mas o requerimento só chegou ao processo, quatro dias depois.

Esta notícia constitui uma machada mortal na lisura de processos do Ministério Público quanto a J. Sócrates. Em vez de ter dado seguimento à disponibilidade do visado para ser ouvido, o MP preferiu detê-lo para interrogatório, não fossem as televisões já contratadas perderem o espetáculo live.
É evidente que a sonegação da disponibilidade de Sócrates para prestar declarações só pode ter sido propositada, para submetê-lo à humilhação pública da detenção, o que constitui uma notória instrumentalização desta, que afinal era desnecessária, deitando também por terra o argumento do "perigo de fuga" como justificação da prisão preventiva com que foi depois "agraciado".
Até agora, tudo indica que os "milhões de Sócrates" não passam de ficção resultante de excesso de imaginação policial. Mas os enormes danos materiais e morais causados pelo abuso de poder do Ministério Público bem podem no final proporcionar-lhe uns milhões de indemnização do Estado! Por: Vital Moreira




" Se Sócrates não fosse quem é,não estaria preso!"
Em entrevista à TVI: «Se Sócrates não fosse quem é, não estaria preso

QUE FIQUE BEM CLARO
Perto dos 65 anos, já não tenho idade para anjinho.Há muito, muito tempo que aprendi que não se deve pôr as mãos no fogo por ninguem.A vida está repleta de surpresas, geralmente más.
Conheço pessoalmente o Engº. Socrates e relaciono-me praticamente todos os dias com muitos dos seus melhores amigos e apoiantes, incluindo a sua ex-esposa e outros familiares.Coisas que as redes sociais nos facilitam.
Esse relacionamento não me torna melhor ou pior pessoa, mas dá-me um conhecimento mais amplo e proximo das coisas.
Daquilo que conhecemos do Engº.Socrates, aquilo de que o acusam (até ao momento sem provas conhecidas) não tem possibilidade de ser verdade e seria para nós um choque

tremendo se a realidade fosse outra.
Sendo assim é muito revoltante e indigno o que se passa com a (in) Justiça Portuguesa, cara,distante, classista,ineficaz e obviamente ao serviço de objectivos politicos e partidarios e subserviente perante os mais fortes, como acontece em todas as sociedades onde impera o capitalismo selvagem, a corrupção e a falta de espinha direita
.
Enquanto não me provarem o contrario (não é essa coisa abjecta que se chama Correio da Manhã, que me formatiza a consciência), o Engº. Socrates é um preso politico às mãos de gente sem dignidade como a Paulinha,o Coelho, o Portas, o Cavaco, a Marques Vidal e os Robocop do Parque das Nações. Tenho vergonha deste Paìs, o País do laranjal. Por: Arnaldo da Cunha Serrão.

http://www.publico.pt/…/quando-o-soberano-dita-a-excepcao-1…

A situação jurídica em que permanece o cidadão José Sócrates é verdadeiramente uma situação processual-jurídica-penal de excepção.
PUBLICO.PT



http://corporacoes.blogspot.pt/.../miguel-sousa-tavares...

«Não tenhamos dúvidas: se pensarmos como a direita...
CORPORACOES.BLOGSPOT.COM


A verdade pode demorar, mas acaba sempre por chegar. Não deixa no entanto na maioria das vezes, provocar danos e sofrimento. Muitas das vítimas acabaram heróis.

VENTOSSEMEADOS.BLOGSPOT.COM|DE JORGE ROCHA


A prisão e o Poder
Os que alegremente vibram de entusiasmo com a prisão preventiva de José Sócrates, sem poder ter qualquer convicção séria sobre a sua inocência ou culpabilidade (como eu próprio não tenho), e que engolem, sem se questionar, todas as teses sem contraditório que a acusação vende nos pasquins que cultiva, são, quer o admitam quer não, gente para quem o
Estado de direito é apenas uma ficção piedosa. Dizia há dias o deputado do PSD Carlos Abreu Amorim, sobre a prisão de Sócrates: “Congratulo-me por a Justiça ter tido o atrevimento, a coragem, de investigar até ao ponto a que chegou”. Mas qual é o ponto a que chegou? É o ponto a que chegaram o “Sol” ou o “Correio da Manhã”? A fazer fé no relato dos jornais, o que até agora sabemos da tese da acusação é que ela assenta numa série de presunções, cuja prova terá de fazer (e não é nos jornais e sem contraditório): presume que 22 milhões de euros que estavam numa conta da Suíça em nome do amigo do
ex-primeiro-ministro eram, de facto, deste; presume que esse dinheiro lhe veio por corrupção; presume que Sócrates levava uma vida de luxo em Paris, paga pelo amigo, embora com dinheiro seu; presume que o trabalho de Sócrates numa empresa farmacêutica era fictício e apenas para lhe permitir reaver dinheiro seu, sob a forma de salário; e presume que o dinheiro da Suíça, depois de ter regressado a Portugal, sempre em nome de Carlos Silva, emigrava para Paris com destino a José Sócrates, em malas carregadas pelo seu motorista, viajando de carro — num esquema de lavagem de dinheiro absolutamente incompreensível e absurdo.
Para começar a desmanchar esta meada de presunções, a acusação, aparentemente, começou por baixo e não por cima: pelo motorista e as tais viagens a Paris. Há quinze dias, escrevi aqui que havia qualquer coisa de curioso nas notícias que davam conta da vontade de João Perna de proceder a novas declarações e na eventualidade de vir a beneficiar do estatuto de arrependido. Ora, sucedeu que, de facto: a) prestou novas declarações; b) o seu advogado apareceu a falar de uma “mudança de estratégia” e a insinuar viagens dele ao estrangeiro, como pretendia a investigação; e c) após isto, foi mandado para casa, passar o Natal. Concluam o que quiserem, mas uma conclusão impõe-se por si só: nunca houve razão válida para lhe determinar a prisão preventiva. Talvez tenha havido razão, mas não foi válida.

A esta luz, compreende-se bem a decisão do procurador e do juiz de recusarem a Sócrates e a este jornal a possibilidade de uma entrevista presencial. Sócrates não estará, manifestamente, disposto a “colaborar” com a investigação: ele quer, sim, ter hipótese de a contraditar — o que é diferente de a perturbar. As explicações contidas no despacho de

recusa são absolutamente pífias, pressupondo que alguém tenha de ficar preso preventivamente até que a investigação apure tudo o que pretende. O que incomoda o tribunal não é que Sócrates pudesse perturbar a investigação (não precisam dele preso para obter informações de agências de viagem, por exemplo). O que os incomoda é que, falando, Sócrates pudesse perturbar a verdade estabelecida e divulgada publicamente pela acusação. Assim, é, sem dúvida, mais fácil acusar, formar a opinião pública e condicionar a própria convicção do tribunal de julgamento.

[O que incomoda o tribunal não é que Sócrates pudesse perturbar a investigação, mas, sim, que, falando, pudesse perturbar a verdade estabelecida]

2 - Longe vão os tempos em que Cavaco Silva, Presidente da República, desancava publicamente o primeiro-ministro, então José Sócrates. Vivia-se em pleno auge da crise internacional, que tinha desencadeado a crise das dívidas soberanas que ninguém previra, mas, para Cavaco, a culpa das dificuldades de então era toda e exclusivamente do Governo. A tal ponto que, não se atrevendo a despedi-lo, incitava os jovens a revoltarem-se contra o Governo. Hoje, depois de três anos e meio de dificuldades nunca antes experimentadas, depois de centenas de milhares de desempregados e emigrados, depois de um assalto fiscal sem precedentes nem fim à vista, Cavaco Silva, Presidente da República, manifesta ao actual Governo toda a sua leal e inabalável colaboração, no excelente trabalho que estará a levar a cabo. E, para que dúvida alguma pudesse subsistir, ao cair do dia, assinou de cruz o decreto-lei de privatização da TAP. Miguel Sousa Tavares/Expresso/ 27/12/2014

Que esconde o dito "Super"?


Advogado do ex-primeiro-ministro queria consultar o processo, contestando a manutenção do caso em segredo de justiça e defendendo que os prazos de...
PUBLICO.PT


                       

Pior que ter ex-Primeiro Ministro preso, é ter o actual à solta ... 
Uma cabrada que vem de longe, mas que já enganou o povo uma vez. A mentira repetida, nunca vira verdade. À primeira qualquer um cai.

                       
     
No princípio eram malas de dinheiro a circular daqui para Paris, depois sacos de dinheiro, também daqui para Paris, agora são apenas envelopes, e apenas em Portugal. 


Não tinha lógica que o dinheiro viesse da Suíça para Portugal e depois fosse para Paris quando esta cidade está a menos de duas horas de TGV de Genebra. Se o dinheiro fosse do Sócrates que lógica teria ser colocado em Portugal quando o ex-PM vivia em Paris. A realidade é que o dinheiro pertence ao Carlos Silva que deve ter ganho na Venezuela e noutros países e trouxe-o para Portugal porque necessita do dinheiro para a sua empresa ProEngel, nomeadamente para pagar salários de arquitetos, os quais iriam pagar TSU e IRS. Por: Dieter 



O advogado de defesa de José Sócrates, João Araújo, disse em Évora que o motorista do ex-primeiro-ministro, João Perna, «nunca foi a Paris» nem «levou...
DIARIODIGITAL.SAPO.PT


No princípio eram malas de dinheiro a circular daqui para Paris, depois sacos de dinheiro, também daqui para Paris, agora são apenas envelopes, e apenas em Portugal. Cada vez se percebe mais a necessidade de se ter que montar um circo mediático à volta deste caso. Parece que no fim, depois de se apurar a verdade dos factos, só restará fumo e o circo. O circo já surtiu efeito, o fumo também, mas como alguém escreveu no outro dia,
"Os portugueses, todos, aqueles que (esta) direita quis dividir, sabem que se vive muito pior em Portugal do que há quatro anos.
Os pobres perderam os seus elevadores sociais: a classe média; a escola pública; o pequeno comércio. Mas não perderam o direito ao voto. Nem a inteligência."








São noticias e os comentários dos pobres de espírito que adoram a escumalha que nos tem governado... Uma cambada de incompetentes, que conseguiram o milagre de passar de uma dívida de 94% para 135%, sendo muito poupadinhos... Olha se não fossem... Ao menos aquele de quem não se pode dizer o nome, parece que gastou, mas ficou obra feita, estradas, pontes, barragens, Torres eólicas, investimento em ciência, etc. Esta cambada de ursos não tem um único projecto de modernização do país para apresentar ao fim de quatro anos... São bons a destruir o que de bom foi feito. E os que falam contra as auto estradas, estavam melhor no tempo em que se levava 10 horas de Lisboa a Vila Real de Trás os Montes... Por: José António Zózimo.
http://viriatoapedrada.blogspot.pt/2014/09/governo-psdcds-margem-da-lei.html



Desde as escutas de Belém,que Sócrates está sob ataque das trevas!


Entrevista a Marcos Peretrello, dirigente do PS.
DN.PT|DE CONTROLINVESTE



Correio da Manha e o Sol não podem deixar
que a verdade estrague uma boa história






«Não tenhamos dúvidas: se pensarmos como a direita pensa, acabamos a governar como a direita governou. A mudança necessária exige ruptura com a actual maioria e a sua política.»António Costa,...
CORPORACOES.BLOGSPOT.COM





Este é um comentário ao artigo de hoje do director do Jornal Sol,António José Saraiva, que diz que afinal as acusações contra Sócrates,não são bem assim...Esta mudança repentina no discurso deste sr. indicia o quê?
António José Saraiva, o Juiz Carlos Alexandre, o Procurador da República Jorge Rosário Teixeira, o Oliveira Costa, a Sociedade Lusa de Negócios e o Mário Machado. António José Saraiva é um sujeito...
TRANSPARENTE.BLOGS.SAPO.PT


                   
Primeiro havia um criminoso, começa a haver um inocente e no final como sempre afirmei vai haver um herói. A verdade pode demorar, mas acaba sempre por chegar. Depois do assassinato de Humberto delgado, Sócrates é a maior vítima e o primeiro preso político depois de 74.

                         

Pior que ter ex-Primeiro Ministro preso, é ter o actual à solta ...   
O pedido de detenção de José Sócrates, sabe-se agora, partiu da Autoridade Tributária e da PSP de Braga, cidade onde o ex-PM não reside e não tem família nem amigos, não havendo aí nenhuma empresa que tenha sido investigada. Mas, Braga é a cidade do ex-ministro Miguel Macedo, onde tem excelentes relações com a Autoridade Tributária e, principalmente, com a PSP, que foi quem o deteve no Aeroporto. Por Dellinger

                              

Segundo agora se sabe, os agentes da Autoridade Tributária não tinham competência para executar este tipo de detenção, que segundo julgo saber são casos da exclusiva competência da Polícia Judiciária.

                          

Braga foi utilizada porque noutras secções tributárias de Portugal ninguém ligaria a umas ofertas de mãe para filho. Só a influência de Miguel Macedo em Braga é que colocou em marcha o processo.


Miguel Macedo foi a "alavanca" que permitiu a detenção de José Sócrates.
Que estranho País o nosso! Foi um dos larápios mais experimentado que desempenhou o papel de "xerife".
SERÁ POR ISSO QUE PORTUGAL DETEM O 3º LUGAR EM CORRUPÇÃO NA EUROPA?



José Sócrates vai ser acusado pelos crimes de branqueamento de capitais, fraude fiscal , corrupção nos casos BES , BPN, SLN, Monte Branco, Face Oculta, Apito Dourado, Vistos Gold, submarinos, assassinato de Rosalina Ribeiro e desaparecimento da Maddie e já agora Técnoforma etc. etc..
Por António Marques
A lista das acusações a José Sócrates é muito maior do que se pensava e hoje de manhã o juiz Carlos Alexandre revelou a sua enorme extensão : “ São cerca de 560 mil crimes , sendo que Sócrates é ainda suspeito de ter provocado o incêndio do Chiado e de ter deixado o cão galgo morrer à fome ! “, declarou o super juiz ao Inimigo Público . A.M




Tema: "Impacto político da prisão de José Sócrates", por: Carlos Paz. ( Interessantissimo)

- Quatro características deve ter um juiz: ouvir cortesmente, responder sabiamente, ponderar prudentemente e decidir imparcialmente.
Filosofo Grego Sócrates.



ANALISEM QUEM É O FAMOSO JUIZ QUE CONSEGUIU A PRISÃO DE JOSÉ SÓCRATES.
A SER VERDADE ESTA NOTÍCIA, QUEM DEVERIA ESTAR EM ÉVORA?!....
Telmo Vaz Pereira adicionou 2 fotos novas.

O BALLET ROSE DO SALAZARISMO E A IMPUNIDADE
DOS DIRIGENTES DA DIREITA PORTUGUESA


O «BALLET ROSE» do salazarismo foi um conjunto de bacanais pedófilos realizadas por altos quadros do fascismo. Salazar mandou abafar o caso. O poder judicial dos Tribunais Plenários fascistas ficou impune.
Esta ideia de que os dirigentes da Direita portuguesa ficam impunes continua de pé. A prisão de José Sócrates deu origem ao elogio místico do poder judicial da III República, quer por vastíssimos sectores da Direita, quer por alguns sectores da Esquerda.
Este misticismo medieval à volta do poder judicial da III República é um sinal dos tempos que correm. O poder legislativo é corrupto, o poder executivo é corrupto e o poder judicial é o quê?
A troco de quê é que o juiz Carlos Alexandre, uma das poucas pessoas que tem acesso ao processo em “segredo de justiça” – tão secreto que nem o advogado do principal arguido o pode consultar – não pode deixar de estar incluído naquele círculo de pessoas que poderiam ter passado aos jornais veículos das teses da acusação, elementos do processo cirurgicamente escolhidos para divulgar? Ele e os outros que conhecem o processo, fazem-no a troco de quê? É que a corrupção não se restringe apenas na troca da compensação monetária, ela é extensiva a outras situações de premiação - ainda que eufemisticamente tenham outras designações - como forma de pagamento de 'bons serviços prestados'.
O facto é que o inebriante poder corrompe sempre pelo lado mais fraco e o juiz-inquisidor Carlos Alexandre mostrou já que não está acima dessas fraquezas. Como se pode ver na página 66 da revista Sábado do dia 27 de Novembro de 2014, ficámos todos a saber que tenha saído dos cofres da Procuradoria Judicial Militar os 1.115,00 €uros para pagar um almoço privado do seu aniversário com cerca de uma vintena de seus amigos num restaurante, e isto reflecte claramente a sua duvidosa moral e integridade, ao permitir de bom grado que seja o dinheiro dos cidadãos contribuintes a pagar a sua festança particular e para o qual não são tidos nem achados. Se isto não é corrupção, então o que é corrupção?  
 publicação de Telmo Vaz Pereira.





O líder sindical elogia a coragem dos inspetores tributários nas ações do DCIAP mas acusa o Governo de aproveitamento político da Operação Marquês. E como...
VISAO.SAPO.PT|DE VISÃO - IMPRESA PUBLISHING S.A.


Socrates é culpado!
1.culpado de ser irresponsavel.
Quando pensou que podia por um pais de analfabetos a pensar e mudar de nível. Agora é que estamos bem a competir com o 3º mundo.
2. Culpado de nos levar à falencia.
Principalmente a partir de 2008, por coincidência, quando o subprime levou à falência uma série de bancos e países e espalhou uma crise mais grave que a de 1929.
3. Culpado de defices superiores a 18 mil milhoes
Exactamente. Até às portas de 2008 conseguiu ser o único a baixar o défice e a crescer ao mesmo tempo. Porque carga de água não continuou?
4. Culpado pelo despesismo publico.
Exactamente. Tal como quando acabou com as subvenções vitalicias, as acumulações de reformas e toda uma série de regalias de muito boa gente onde se incluem, presidente da républica, presidentes de camara dinossauros e juízes.
5.Culpado pela Parque Escolar
Concordo. Quem quererá dar importância à criação de infraestruturas num pais destinado a ser pequenino.
6.Culpado pelas 3ª autoestradas, vazias
Sim, a malta do interior deve estar revoltadissima. Felizmente podem contar com a solideriedade da cidade.
7. culpado pelo aeroporto de beja.
Sim, só serviu para a tecnoforma formar gente que pelos vistos nunca fez falta.
8 culpado pelos aumentos salariais em 2009.
É verdade. Quem o mandou seguir as directivas da UE como os outros países .
9. Culpado pelos swaps.
Pois é. Devia ter deixado as empresas públicas terem continuado a fazer mais sem interferir. por 
ltsilva.mel@gmail.com


O Jornalista Carlos Rodrigues Lima, do DN que teve acesso ao processo, sintetiza desta forma o fundamento da decisão de Carlos Alexandre:
 Certo é que nas mais de 200 páginas do despacho que encerrou os interrogatórios dos arguidos, não é feita referência ou indicação a qualquer ato concreto de José Sócrates enquanto primeiro-ministro que poderá ter beneficiado o grupo Lena, do qual Santos Silva foi administrador, já que, segundo o Ministério Público, terá sido daquele grupo a origem de grande parte dos 23 milhões de euros depositados na Suíça em nome de Carlos Santos Silva, mas que o procurador Rosário Teixeira considera ser José Sócrates o verdadeiro dono do montante.
 E ainda:
 No despacho que colocou os três arguidos em prisão preventiva, o juiz Carlos Alexandre afirmou que tanta generosidade, sem contrapartidas, não encaixava no seu "humilde espírito
 Temos agora a confirmação do que já era óbvio. O Juiz Carlos Alexandre atirou para os calabouços o ex-primeiro ministro com base numa conjectura.   


Artigo 37º.
Liberdade de expressão e informação
1.Todos têm direito de exprimir e divulgar livremente o seu pensamento pela palavra, pela imagem ou por qualquer outro meio, bem como o direito de informar, de se informar e de ser informados, sem impedimento nem discriminações.
2.O exercício destes direitos não pode ser impedido ou limitado por qualquer tipo ou forma de censura.  Constiuição Portuguesa.



Advogado do ex-primeiro-ministro enviou email ao DCIAP sete horas antes de José Sócrates ser detido, mas o requerimento só chegou ao processo quatro dias...
PUBLICO.PT




   










José Sócrates foi impedido de dar uma entrevista ao Expresso
O Expresso solicitara uma entrevista a José Sócrates, pedido a que o ex-primeiro-ministro acedeu através de um telefonema feito na tarde de 28 de novembro, desde o Estabelecimento Prisional de Évora onde se encontra detido / António Bernardo
Ler mais: http://expresso.sapo.pt/jose-socrates-proibido-de-dar-entrevista-ao-expresso=f902718#ixzz3MAN5zPJW
Portanto, detenção com câmaras a filmar? Pode. Informar a Felícia Cabrita a cada passo dado na investigação? Pode. Novelas detalhadas, publicadas no Sol e no Correio da Manhã? Pode. Constante violação do segredo de justiça? Pode. Permitir ao detido dar uma entrevista? Isso não pode, porque poderia influenciar a opinião pública. Eh, pá, não estamos a dizer que o homem é santo, mas, se o julgamento já está feito, poupem-nos a este circo a que chamam de Justiça. Uma Página Numa Rede Social.
O artigo é do Expresso e pode ser consultado aqui:
http://expresso.sapo.pt/jose-socrates-proibido-de-dar-entre…
FICA PROVADO QUE A DECISÃO DA PRISÃO PREVENTIVA DE SÓCRATES SERVIU O OBJECTIVO DE O CALAR.
João Araújo, advogado de José Sócrates, considera que a decisão de proibir as entrevistas «ilegalmente fundamentada e juridicamente absurda», demonstra que desta forma, fica provado que a decisão de condenar Sócrates a «prisão preventiva serviu para o calar».
Profundamente indignado com tal decisão, anunciou que vai impugnar a decisão de proibir o ex-primeiro-ministro, em prisão preventiva em Évora, de dar entrevistas a órgãos de comunicação social, alegando que tal proibição é «um ataque à cidadania».
«Fica patente que a decisão de condenar o meu constituinte à prisão foi tomada, não só para investigar, mas também para o calar. Por isso, também é ilegal», afirmou João Araújo, sublinhando que tal proibição «terá consequências» e «será vigorosamente impugnada por todos os meios processuais disponíveis e em todas as jurisdições».
Não seria necessário ser jurista para concluir que João Araújo tem toda a razão, pois este acto aberrante do Opusdeísta juiz do Ticão atropela os mais elementares direitos de cidadania, até porque José Sócrates não é sequer arguido e muito menos está acusado de qualquer crime. Trata-se de uma decisão arbitrária pouco condizente com o estado de direito, que configura uma feroz perseguição política de que Cavaco Silva, Joana Marques Vidal e Paula Teixeira Pinto não estão alheados de modo nenhum, visto que não se pronunciaram até agora sobre esta medida arbitrária.
Mas é sobretudo um acto de enorme cobardia provocada pelo terror do medo. Sim, medo. Eles têm medo que José Sócrates os desmascare - o juiz e o procurador, em confronto com a verdade. Por isso preferem alimentar os tablóides seus cúmplices com fugas de informação escolhidas cirurgicamente do processo sobre matérias não comprovadas, puramente especulativas, e com o objectivo de intoxicar a opinião pública. Isto não é justiça, é sujeira e um nojo. Não há outra explicação, pois até não conseguem fundamentar na base da legalidade a proibição de o Homem falar numa entrevista. São os velhos e bolorentos tiques do Quero, Posso e Mando bem ao estilo dos juizecos até ao 24 de Abril. Há cada vez menos liberdade democrática e há cada vez mais arbitrariedade. E há o cheiro do fascismo que paira no ar.
Como querem que se acredite na justiça? Como, se não tenho motivos para acreditar no homúnculo mascarado de Presidente da República, se não acredito na corja do governo, se não acredito na maioria no Parlamento, se não acredito na Procuradora Geral da República? Que razões tenho eu para confiar na justiça. Por: Telmo Vaz Pereira
Agora vejam as mentiras da Felícia Cabrita no Sol

Segundo escreve a incontornável Felícia Cabrita, na primeira página do jornal angolano Sol, "Polícia investiga vida faustosa" de Sócrates. Abrimos o jornal na página 4 e ficamos a saber que Sócrate...
COISO.NET



O irmão de Santos Silva já veio dizer que Sócrates não tem nada a ver com o grupo Lena. Agora o "espírito humilde" do juiz é humilde, pequeno e, ainda pior, acha que ele, juiz, naquela situação queria contrapartidas. Poder-se-à saber quais são as contrapartidas para ele desta história? Por: Maria Helena Guimarães



“Em nome do povo”? “Bloody Babs” e o caso José Sócrates

by As Minhas Leituras
Numa crónica opinativa publicada no “DN” e já referida aqui no Expresso por Miguel Sousa Tavares, escreveu Alberto Gonçalves que “o cidadão comum teme que José Sócrates acabe sem castigo”. Remata, afirmando que ele próprio também sente esse temor. Uma tal afirmação enuncia todo um programa condenatório, parecendo poder dispensar o contraditório, o julgamento e […]


Sócrates contou ao Expresso história da fortuna da família.
Numa entrevista dada há 13 meses ao semanário Expresso, José Sócrates fala detalhadamente do dinheiro com que vivia e da importância da fortuna da mãe na sua vida.http://sicnoticias.sapo.pt/pais/2014-11-23-Socrates-contou-ao-Expresso-historia-da-fortuna-da-familia-ao-Expresso.
Para quem quiser saber mais.
http://viriatoapedrada.blogspot.pt/2012/10/origem-da-fortuna-da-familia-de-socrates.html


Correio da Manha desmente-se a si próprio

Segunda-feira, 15.12.14
Em Março de 2012, o Correio da Manha assegurava-nos que a campeã da parque Escolar era a empresa Mota-Engil, que segundo este "jornal" teria ganho adjudicações no valor de 162 milhões. E mais, o CM assegurava que a "construtora gerida pelo Antigo ministro das Obras Públicas [lá está, outro malandro socialista] arrecadou mais que a 2ª e 3ª classificadas em conjunto".
CM mota2.jpgFotografia com a notícia de 2012, que faço questão de adicionar, não vá o CM apagar olink

Passados 2 anitos e 9 meses, o CM, com a ajuda do Público, refez profundamente os cálculos e garante que o campeão da Parque Escolar era mesmo Santos Silva, com um "bolo" de 150 milhões em empreitadas  (curiosamente valor inferior ao que a Mota Engil teria amealhado na notícia do CM em 2012).
Mudam-se os tempos, mudam-se os protagonistas, mas a vontade a aniquilar Sócrates (e por tabela o que foi feito de bom nas escolas públicas) mantém-se.

«Não tenhamos dúvidas: se pensarmos como a direita pensa, acabamos a governar como a direita governou. A mudança necessária exige ruptura com a...
CORPORACOES.BLOGSPOT.COM


MP arquivou o caso dos submarinos. Bom trabalho!https://www.youtube.com/watch?v=OXaNKyYQIMA&feature=youtu.be

São noticias e os comentários dos pobres de espírito que adoram a escumalha que nos tem governado... Uma cambada de incompetentes, que conseguiram o milagre de passar de uma dívida de 94% para 135%, sendo muito poupadinhos... Olha se não fossem... Ao menos aquele de quem não se pode dizer o nome, parece que gastou, mas ficou obra feita, estradas, pontes, barragens, Torres eólicas, investimento em ciência, etc. Esta cambada de ursos não tem um único projecto de modernização do país para apresentar ao fim de quatro anos... São bons a destruir o que de bom foi feito. E os que falam contra as auto estradas, estavam melhor no tempo em que se levava 10 horas de Lisboa a Vila Real de Trás os Montes... Por: José António Zózimo.


No mesmo dia em que o caso dos submarinos foi arquivado, surgem estas gravações muito esclarecedoras. Ai se houvesse um Vara pelo meio... http://sitiocomvist...
YOUTUBE.COM



Comentário de Constança Cunha e Sá na TVI24
TVI24.IOL.PT



Declarações de Rui Rio
Não posso aceitar esta permanente violação do segredo de justiça. Chamar a comunicação social para assistir a uma detenção e depois continuar a fazer a reportagem e depois pôr peças que estão em segredo de justiça na comunicação social é absolutamente inadmissível. Digo isto seja para quem for” “A Justiça é um assunto de Estado, não é um show. A Justiça não é para concorrer em audiências da TV com futebol ou com o Big Brother, a Justiça é um assunto sério e é um assunto de Estado”


Rui Rio diz que a detenção de José Sócrates foi um choque. O antigo presidente da Câmara do Porto comparou a detenção do ex-primeiro-ministro a um reality show que deixa a Justiça na lama. Em...
SICNOTICIAS.SAPO.PT

 http://portugalglorioso.blogspot.pt/.../prendem-socrates...

Violentas críticas ao processo de detenção e prisão...
PORTUGALGLORIOSO.BLOGSPOT.COM|DE PORTUGAL GLORIOSO



A procuradora Josefina Escolástica e o procurador Júlio Braga deram o caso por encerrado, concluindo pela não existência de indícios de que tenham sido pagas 'luvas' a "decisores políticos"
Ler mais: http://expresso.sapo.pt/escom-gastou-dois-milhoes-so-para-ocultar
dinheiro=f903566#ixzz3MR0Msvej


Há os presos e os outros 
O nº1: Passos presta esclarecimentos mas não diz quanto recebeu do CPPC
visao.sapo.pt/quem-tramou-passos-coelho=f797233#ixzz3MOazUt7F
O nº2: 1,06 milhões de euros em notas depositados por funcionários na conta do CDS no final de 2004
www.publico.pt/politica/noticia/106-milhoes-de-euros-em-notas-depositados-por-funci onarios-na-conta-do-cds-no-final-de-2004-1559142
Os anjos da guarda:
Marques Mendes surge no processo Vistos Dourados
www.tvi24.iol.pt/sociedade/vistos-gold/nome-de-marques-mendes-surge-no-processo-vis tos-dourados
Fraude, Marques Mendes apanhado em negócio ilegal de ações
www.noticiasaominuto.com/politica/161420/marques-mendes-apanhado-em-negocio-ilegal- de-acoes
Alô superjuiz, arranje um tempinho para dizer á malta que esta gente não merece ser presa, "para averiguações
". por. farialopesexp

Foi literalmente aos molhos que os funcionários da sede nacional do CDS-PP levaram nos últimos dias de Dezembro de 2004 para o balcão do BES, na Rua do Comércio, em Lisboa, um total de 1.060.250 euros, para depositar na conta do partido. Em apenas quatro dias foram feitos 105 depósitos, todos em notas, de montantes sempre inferiores a 12.500 euros, quantia a partir da qual era obrigatória a comunicação às autoridades de combate à corrupção.
A montanha pariu um rato enfim


Carlos Santos Silva, o empresário conhecido de José Sócrates, que também se encontra em prisão preventiva, terá assumido ter entregado dinheiro ao...
NOTICIASAOMINUTO.COM


















Sim, dá que pensar!
A confirmar-se a acusação, José Sócrates tem 25 milhões de euros e, no entanto, vive da caridade dos amigos e viaja em económica. Afinal sempre há um...
HUMORBIZZARRU.PT
















No semário Expresso, Miguel Sousa Tavares comentou a detenção do ex-primeiro-ministro José Sócrates, e afirma que a maneira como as coisas foram feitas...
NOTICIASAOMINUTO.COM


Justiça: José Sócrates diz que casa de Paris era do amigo Carlos Santos Silva
O ex-primeiro-ministro enviou uma carta à RTP, negando ter comprado uma casa em Paris. Mas confirma que habitou no apartamento do empresário e amigo...
JORNALDENEGOCIOS.PT


















Não basta à justiça ser equânime; também tem de parecê-lo.
ECONOMICO.SAPO.PT|DE IBT INTERNET BUSINESS TECHNOLOGIES, SA









IONLINE.PT · 1.020 PARTILHAS ·27 DE NOVEMBRO DE 2014








SOL.PT · 3.504 PARTILHAS ·25 DE NOVEMBRO DE 2014

José Mário Leite // José Sócrates está inocente Públicada na edição 3502 Impõe-se que no início desta crónica faça um ponto prévio: Sou militante do PSD há quarenta anos e quero sinceramente que o...
MDB.PT




A presunção de inocência nasceu com a Revolução Francesa e a sua Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão. Lá aparecia, no topo da declaração, o “Olho da Providência”, prova de força dos ideais maçónicos. O justo ataque à ide...
IONLINE.PT


Haja alguém com bom-sendo dentro do PSD.


Sócrates reage. "Vou desmentir as falsidades e responsabilizar os que as engendraram"Ex-primeiro-ministro ditou um carta ao advogado, João Araújo, que foi divulgada esta quarta-feira à noite pela TSF e pelo Público. "Não raro, a prepotência atraiçoa o prepotente", diz Sócrates, que pede para o PS não se envolver. Sustenta ainda que a acusão é "infundamentada" e fala em "humilhação gratuita". Por: Expresso.





Sobre a censura de que foi alvo o depoimento prestado (4.12.2014) pelo Garcia Pereira à estação de rádio TSF acerca da prisão de Sócrates, publicamos de seguida a declaração enviada ao Luta Popular Online.

O depoimento que, pelas 9h30m e a pedido desta, dei para a TSF, ao longo de mais de 10 minutos e sobre o chamado “CASO DA PRISÃO DE SÓCRATES”, foi afinal completamente censurado, e reduzido a uma caricatura de cerca de 30/40 segundos, aliás completamente descontextualizados, no noticiário das 10h da TSF de hoje, 5ª fa, 4/12, e nunca mais repetido nos noticiários seguintes, apesar de o assunto ter continuado a ser falado.

Isto decerto devido às posições e firmes denúncias que ali fiz relativamente à Justiça Penal, Governo, Ministério Público, Tribunal Central de Instrução Criminal, SIS, e também aos Serviços Prisionais, e ainda aos jornalistas e imprensa amigos e agentes da polícia, sucedendo o corte que sucedeu numa significativa demonstração de como hoje em Portugal as liberdades fundamentais deram a alma ao criador e se vive em verdadeira Ditadura!

Se o governo, o juiz Carlos Alexandre e o Procurador Rosário Teixeira dizem ou fazem uma coisa, ninguém está autorizado a dizer ou a fazer o contrário. 
E se ainda não se o pode prender, então pelo menos trate-se de o silenciar por completo! E é simplesmente disto que se trata, afinal!...
Aqui está o cerne a questão!Fechar

Monte Branco - nada!
Furacão - nada!
Portucale - nada!
Face Oculta - nada!
Apito Dourado - nada!
BPN - NADÍÍÍÍSSIMA!

SUBMARINOS-NADÍÍÍÍSSIMA ( ARQUIVADO)
BES - o Salgado (imaginem) saíu para casa com caução, 

sem perigo de fuga, de alterações, e coisas dessas.
O rapaz deve ser brilhante!  
Por: joorge


Um comentador europeu dizia a um canal francês esta semana: " Reparem o que aconteceu com o caso dos submarinos que envolve alemães, gregos e portugueses:
-Na Alemanha prenderam 3 indivíduos, na Grécia prenderam 1 e em Portugal mandaram 1 deles para Presidente da Comissão Europeia e o outro é o Vice Primeiro Ministro do País.



Gravações das Reuniões Familiares do BES







Magistrados são os primeiros funcionários públicos a receber um aumento de ordenado desde que a troika chegou a Portugal
TVI24.IOL.PT




Há dois mil anos assassinaram Jesus, Viriato, Sertório e recentemente Humberto Delgado. No essencial os métodos mesmo diferentes atingem o mesmo objetivo
O Correio da Manhã conta hoje que a família do ex-primeiro-ministro José Sócrates tem 383 milhões em offshores. Os documentos foram entregues por Mário Machado. Acrescenta o CM que a empresa criada em 2000 no paraíso fiscal de Gilbraltar movimentou autênticas fortunas. Gestores são tio, tia e primos de Sócrates.
Sócrates foi Primeiro-ministro de Portugal de 12 de março de 2005 a 21 de junho de 2011.
Nota: Segundo o CM Sócrates criou uma empresa em 2000, para roubar o País, já a contar que ia ser primeiro ministro em 2005.




Artigo 37º.
Liberdade de expressão e informação

1.Todos têm direito de exprimir e divulgar livremente o seu pensamento pela palavra, pela imagem ou por qualquer outro meio, bem como o direito de informar, de se informar e de ser informados, sem impedimento nem discriminações.
2.O exercício destes direitos não pode ser impedido ou limitado por qualquer tipo ou forma de censura.  Constiuição Portuguesa


Porque ninguém fala na fortuna da sua mãe. Os jornalistas têm obrigação de saber  que a sua mãe herdou uma fortuna de seu pai. 
http://viriatoapedrada.blogspot.pt/2012/10/origem-da-fortuna-da-familia-de-socrates.html


PRISÃO PREVENTIVA DE SÓCRATES
Joana Marques Vidal deu o ok ao pedido de prisão preventiva do ex-primeiro-
ministro. Carlos Alexandre confirmou-o por haver perigo de perturbação da investigação.
Prisão preventiva. Foi esta a decisão do juiz de instrução Carlos Alexandre, depois de dois dias de interrogatório ao ex-primeiro-ministro José Sócrates. A medida só foi decretada porque o procurador do Ministério Público, Rosário Teixeira, assim a requereu, depois de, segundo informações recolhidas pelo DN *, a ter discutido na passada quinta-feira com o diretor do DCIAP, Amadeu Guerra, e com a própria Procuradora-Geral da República, Joana Marques Vida. José Sócrates vai para a cadeia de Évora por suspeita de três crimes: fraude fiscal qualificada, branqueamento de capitais e corrupção.
Obs: A decisão da prisão preventiva resulta do facto de não concluírem rigorosamente nada que produzisse uma acusação. Sócrates continua a ser apenas arguido e sobre o qual existem apenas suspeitas até agora não confirmadas. Mas dado tratar-se da figura que é, o medo aconselha a, preventivamente, manterem-no encarcerado. Sim, eles estão com medo.
Seria desejável que a mesma convicção ético-jurídica que serviu para ratificar a decisão do juiz Alexandre - anime, doravante, a Procuradora na prossecução das razões, das causas e das connections relacionadas com o caso BPN, Tecnoforma, a mega-fraude GES/BES, o caso dos submarinos e outros que deveriam estar na linha da frente das preocupações da justiça em Portugal há muito tempo.
Negar (ou secundarizar) esta evidência é denegar a realidade, e isso também é uma forma de denegação da própria justiça ou, no mínimo, gerar uma justiça selectiva. O que é uma modalidade de injustiça, porque parcial. Por: Telmo Vaz Pereira.

Miguel Macedo foi a "alavanca" que permitiu a detenção de José Sócrates. 
Que estranho País o nosso! Foi um dos larápios mais experimentado que desempenhou o papel de "xerife".
SERÁ POR ISSO QUE PORTUGAL DETEM O 3º LUGAR EM CORRUPÇÃO NA EUROPA?


O juiz montou o circo mediático com a forma de detenção, o qual se refletiria como circo se Sócrates saísse em liberdade no meio dos jornalistas dos principais órgãos de comunicação. Daí ter decretado prisão preventiva para evitar o alarme
social que o próprio juiz criou e que não se verificou com os outros arguidos. O objetivo foi calar Sócrates e deixar o processo a ferver até às próximas eleições para dar alguns votos à direita, na opinião eventualmente errada de Carlos Alexandre.
O juiz é um católico militante, eventualmente da Opus Dei, fazendo por isso parte do grupo de pessoas que odeiam a democracia e, além disso, é COBARDE. Como não deu qualquer explicação sobre as razões concretas da sua decisão, temos todas as razões para duvidar da sua honestidade e competência.
A culpa tem de ser fatual. Há fatos e devem ser comunicados.
O Partido Socialista não pode deixar de estar em luta e triste. Não tanto porque há ou não ilícitos, mas pela ausência de comunicação de fundamentos. Essa ausência permite duvidar da existência real de ilícitos.  Por Dieter Dellinger:


O pedido de detenção de José Sócrates, sabe-se agora, partiu da Autoridade Tributária e da PSP de Braga, cidade onde o ex-PM não reside e não tem família nem amigos, não havendo aí nenhuma empresa que tenha sido investigada.
Mas, Braga é a cidade do ex-ministro Miguel Macedo, onde tem excelentes relações com a Autoridade Tributária e, principalmente, com a PSP que foi quem
efetuou a detenção no aeroporto, apesar dos crimes sugeridos não serem da competência da PSP, sendo investigados exclusivamente pela PJ. Refiro-me ao branqueamento de capitais, corrupção, etc.
Miguel Macedo tem, naturalmente, grande influência nos comandos da PSP por ter sido o respetivo ministro de tutela e através do PM e Ministra das Finanças sobre a CGD.
Portanto, o sinal de detenção de Sócrates partiu de umas referências referidas pela CGD sobre transferências entre contas da mãe e do filho de poucas dezenas de milhares de euros enviadas para a Autoridade Tributária de Braga e daí para a PSP local e comando nacional da mesma.
Braga foi utilizada porque noutras secções tributárias de Portugal ninguém ligaria a umas ofertas de mãe para filho. Só a influência de Miguel Macedo em Braga é que colocou em marcha o processo.
Está esclarecido que a conspiração contra Sócrates partiu do ex-ministro Miguel Macedo que, apesar do seu aspeto de grande senhor, não passa de um verdadeiro malandro igual ao ex-chefe de gabinete de Santana Lopes que, a mando do seu ex-chefe, escreveu a carta anónima sobre o Freeport. Por Dieter Dellinger:

Segundo agora se sabe, os agentes da Autoridade Tributária não tinham competência para executar este tipo de detenção, que segundo julgo saber são casos da exclusiva competência da Polícia Judiciária.




Quem é Carlos Alexandre?
É o juiz que ilibou o CDS no caso dos sobreiros, Oliveira e Costa e os outros amigos de Cavaco no caso BPN e que não investigou nem levou a julgamento os responsáveis do mesmo. Foi ainda Carlos Alexandre quem interrogou Salgado, notificando-o na sua casa, deixando-o depois sair sob caução, e que ainda não prendeu ninguém do BES. Tudo o que investiga sai, como que por magia, no Sol, no Correio da Manhã e na TVI, todos com ligações a Felícia Cabrita, que consegue sempre a primazia das informações e a quem não investiga por indícios de fuga ao segredo de justiça.
Juiz de coragem, como muitos lhe chamam? Tirem as vossas ilações. 
Por: Maria João Fialho Gouveia.



Pedro Marques Lopes, comentador e Jornalista
"Qualquer que seja o desenlace deste processo, as instituições democráticas sem fortemente
abaladas. Agora sim, estamos perante uma verdadeira crise, a pior delas: uma crise do regime. Nada ficará como antes"
"O homem mais poderoso do país deixou de ser um político ou um empresário. O homem que manda nisto tudo, o novo DDT, é Carlos Alexandre, o juiz ligado aos casos BPN, Furação, Monte Branco, Labirinto e, agora, Sócrates. O poder político criou o Ticão e deu todo este poder a quem o dirige. É demasiado poder concentrado neste ou em qualquer homem".


Provavelmente há mais de 100 juízes com o nome Carlos Alexandre.
Monte Branco, Furacão, Portucale, Apito Dourado, Face Oculta, BPN, Remédio Santo, BES, vistos “Gold” e, esta sexta-feira, detenção de José Sócrates. Estes são alguns dos casos complexos e mediáticos em que esteve ou está envolvido o juiz Carlos Alexandre ou 150 juízes homónimos.
Curiosamente, todos pariram ratos.
Estes juízes são rápidos a mandar prender com efeitos mediáticos, mas depois não resolvem nada.
Só para o caso BPN seria necessários mais de 50 magistrados para aplicar justiça, prenderem o Oliveira e Costa e não sei se mais alguém para chegarem à conclusão que são incompetentes para julgar e até definir os crimes que envolveram os amigos de Cavaco no BPN.
Qualquer pessoa pode ser presa em Portugal, basta um dos Carlos Alexandre mandar. Estamos como nos tempos da Pide, só que os homicidas são acarinhados pela Justiça.
Faz lembrar a justiça nazi na Alemanha. Nos campos de concentração os homicidas de direito comum ocupavam funções importantes de comando e tortura sobre os presos de religião ou política. Por Dieter Dellinger:





"Prender um ex-Primeiro Ministro, sem culpa formada, e deixá-lo julgar na praça publica, é um acto político e não jurídico.
A Democracia em Portugal vive numa agonia que revolta qualquer amante da Liberdade.
Ter um ex-Primeiro Ministro preso, sem culpa formada, a ser julgado na praça pública, desacredita as Instituições democráticas.
É dever urgente da Justiça vir publicamente por o preto no branco. Neste caso, o cinzento é o descrédito total.
Prender um ex-Primeiro Ministro, sem culpa formada, e deixá-lo julgar na praça publica, é um acto político e não jurídico."Antonio Campos



Há, em Portugal, cidadãos que nunca poderão serhumilhados pela justiça como está a ser JoséSócrates: os magistrados.
CMJORNAL.XL.PT




E-MAIL QUE JOFFRE JUSTINO ENVIOU AO
Conselho Superior de Magistratura
Exmos Senhores,
Sendo um cidadão com plenos direitos e a viver num Estado de Direito questiono-me da validade ética em o senhor Juiz Carlos Alexandre publicamente conhecido como católico ultra conservador continuar a ser o juiz de instrução de um processo envolvendo um

cidadão que enquanto líder partidário e primeiro ministro assumiu posições radicalmente diversas das deste senhor juiz.
Como é sabido foi com Sócrates que se regulamentou a IVG e foi com José Sócrates que se regulamentou o casamento entre Cidadãos do mesmo Género, matérias que têm a radical oposição dos católicos conservadores como o juiz Carlos Alexandre que aliás assumem opções religiosas nestas matérias e nem sequer cientificas, nem aliás bíblicas como sabe quem leu a Bíblia.
Assim, não entendo o vosso silêncio nesta matéria pois o senhor juiz Carlos Alexandre deveria ter defendido o seu auto afastamento com base na objeção de consciência…
Não o tendo feito pode este senhor juiz manter-se nestas funções que o põem em grave conflito com ele próprio ?
Pessoalmente e por evidentes razões éticas entendo que não pode !
Não deveriam os senhores tomar uma posição ?
Cumprimentos
Joffre Justino



Inquisição, PIDE e Cabrada

Foi acesa a fogueira no Rossio e por este andar nem o Marquês de Pombal se sente seguro. Nem sempre o que parece é, mas às vezes o que é parece . A Democracia está em perigo e há jornais online, que já não deixam ver a luz do Sol a comentários que tentem, mesmo que ao de leve, por em causa a inocência de Sócrates. Se por acaso alguém lembrar velhos casos como o BPN e Submarinos têm o mesmo tratamento. No entanto todos aqueles que carregam molhos de lenha para a fogueira, não têm qualquer problema. Por tal motivo há que pensar e admitir, que se trata de uma cabrada, porque se não é assim parece. Ora num Estado de direito Democrático a liberdade de expressão é um direito fundamental. Também é verdade que todos são inocentes até prova em contrário, ou seja depois do julgamento e da condenação e do transito em julgado. No entanto todos aqueles que merecem castigo devem ser punidos independente da cor, religião, ou condição social, partindo do princípio que todos são iguais perante a Lei. Não se compreende que casos como o BPN e os Submarinos, além de outros, não tenham ainda sido julgados depois de vários anos. Alguma para não dizer toda a Comunicação Social, já está a condenar Sócrates, antes do julgamento. Depois não se podem admirar que se opine por aí, que se trata de uma cabrada, para prejudicar o PS que estava á beira da maioria absoluta. A direita já opinava que o PS estava a preparar o regresso de  Sócrates à liderança do partido e o caminho à candidatura das presidenciais. Uma verdade é que Sócrates, tal como o leão, mete medo até depois de morto. Veja-se só que a RTP já anunciou que cessou o programa aos domingos " Opinião de José Sócrates", mesmo que este venha a ser  ilibado. Para terminar direi que Sócrates criou muitos ódios e amores. Se foi ou é desonesto enganou muita gente. No entanto por mais que queiram dizer mal, não deixou de ser um primeiro ministro, modernizador e reformador, fez avançar Portugal, teve o azar de uma crise Internacional e não foi o despesista que alguns querem ainda hoje fazer crer, nem o causador principal da situação em que nos encontramos e que se encontram todos os Países do Sul e a Europa.

                     

Felícia Cabrita A Cabrada

Foi Felícia Cabrita, a ilustre biógrafa de Pedro Passos Coelho e colaboradora de O Sol, a dar em primeiro lugar a notícia da detenção de Sócrates.
E o Correio da Manhã, às tantas da matina, lá estava no aeroporto a filmar a viatura onde Sócrates foi levado para o cadafalso, perdão, calabouço.
As televisões têm estaminé montado à porta de José Sócrates, na Rua Braancamp, e passam com desusado zelo excertos onde António Costa, ou Ferro Rodrigues ou outros não renegam, ao contrário do ideal líder do PS António José Seguro, a chamada herança socrática.
Sócrates está a ser crucificado. E com ele todo o PS, para gáudio e proveito das gentes do PSD.
Já agora, deixem-me acrescentar a estranheza que me causa o facto do caso Casa Pia, que pretendia em grande parte - e, diria até, primordialmente - atingir altas figuras do PS, ter sido "noticiado" também, e em primeira mão como agora, por Felícia Cabrita.
Tudo isto me cheira a cabrada. Sem ofensa para a Felícia, ilustre biógrafa de Pedro Passos Coelho, justiceira implacável, nome maior da imprensa pátria.
Sem ofensa. Publicada por Manuel Cruz .
 


A Cabrada do Jornal O Sol
Milhares de exemplares do livro de José Sócrates – A Confiança no Mundo (Sobre a Tortura em Democracia), lançado em Outubro do ano passado e que tem origem na sua tese na Sorbonne – terão sido comprados com dinheiro levantado por Carlos Santos Silva da fortuna que José Sócrates lhe confiou.
Editado pela Verbo, a obra alcançou a liderança nas livrarias e esgotou as primeiras edições. Carlos Santos Silva contribuiu para o êxito, tendo retirado da conta do BES os montantes necessários para que ele e o seu advogado (Gonçalo Ferreira, que ontem também foi alvo de buscas) conseguissem esgotar em pouco tempo o stock de 20 mil exemplares. Entre a primeira e a quinta edição, recorrendo ao circuito do costume, o ex-primeiro-ministro comprou cerca de 10 mil exemplares, contribuindo para o êxito da sua dissertação sobre os malefícios da tortura nas instituições democráticas.
felícia.cabrita@sol.pt



Vasco Silva
Fui o editor do livro «A Confiança no Mundo» da autoria de José Sócrates. Nessa qualidade tenho o dever moral de desmentir a notícia, repetida em diversos meios de comunicação, de uma suposta compra de milhares de exemplares pelo autor ou por interposta pessoa. As sucessivas edições tiveram as tiragens adequadas às encomendas das livrarias. As vendas foram constantes e geograficamente espalhadas por todas as livrarias do país. Não houve nada que não fosse transparente na edição, distribuição e venda de «A Confiança no Mundo».
Em tempos normais não teria de dar mais explicações. Nestes tempos agitados devo acrescentar o seguinte:
1- Já não trabalho na Babel, de onde me demiti no final de Abril de 2014, pelo que esta explicação apenas me compromete a mim e é totalmente alheia à Babel.
2- Conheci pessoalmente José Sócrates quando iniciámos os trabalhos para a publicação de «A Confiança no Mundo». Houve uma estima, creio que recíproca, natural nas relações autor/editor.
3- Profissionalmente entendo que um editor nunca deve abandonar os seus autores. Pessoalmente recuso-me a abandonar quem está a passar um mau momento.
4- Não tenho afinidades políticas com José Sócrates. Devo-lhe, no entanto, a amizade que continuarei a retribuir em qualquer circunstância.



8-OITO-8 ELEMENTOS DO CADASTRO DE FELÍCIA CABRITA
1.Cabrita, no EXPRESSO, foi responsável pelo pagamento de uma indemnização de 150 mil euros desembolsados pelo patrão PINTO BALSEMAO, por ter escrito várias páginas no suplemento com calúnias a uma igreja baseando-se exclusivamente no depoimento falso de um membro dessa igreja.
2.Publicou em primeira página notícias falsas no mesmo jornal, segundo a qual HERMAN JOSE recebia autocarros com crianças para abusar sexualmente delas na sua vivenda-quinta em Azeitão.
3.Pinto Balsemão viu-se obrigado a despedi-la do EXPRESSO, devido a estas atitudes e respectivas consequências para o grupo IMPRESA, de que ele é o accionista maioritário.
4.Forjou uma entrevista com JOSE GUEDES, filho do chamado ESTRIPADOR DE LISBOA. O entrevistado chegou a estar preso, mas foi libertado por ser falsa a imputação;
5.No processo CASA PIA, era a informadora do juiz Rui Teixeira, do PJ Dias André, do então Director-Geral da PJ ADELINO SALVADO que seria afastado de funções e de Catalina Pestana, na altura directora da CASA PIA. Ela trocava telefonemas e mantinha encontros pessoais com todos eles, para com os mesmos combinar as calúnias que publicava, por exemplo sobre PAULO PEDROSO.
6.O chamado CAPITÃO ROBY, sobre o qual escreveu no jornal e até numa série em parceria com MOITA FLORES, acusou publicamente a Cabrita de fazer sexo com ele, em sua casa, para lhe sacar informações.
7.A sua vida devassa e sem escrúpulos, levou-a a fazer sexo com vários dos seus entrevistados.
8.Agora no jornal SOL, viola sistematicamente, o segredo de Justiça, além de divulgar mentiras e difamações contra JOSE SÓCRATES
……………

FELÍCIA CABRITA, aliás, Felatia Cabrona, foi condenada 15 vezes pelo crime de difamação. (recebido por mail) Fonte: Telmo Vaz Pereira.




IDONIEDADE E INDEPENDÊNCIA...
- "Quem é o juiz que decretou a prisão PREVENTIVA do Sócrates? - Carlos Alexandre - É o juiz que ILIBOU o CDS no caso dos sobreiros, Portucale? - Carlos Alexandre - É o juiz que ILIBOU Oliveira e Costa e os outros amigos de Cavaco no caso BPN e que não investigou nem levou a julgamento os responsáveis do mesmo? - Carlos Alexandre - Foi

ainda o juiz que interrogou Salgado, notificando-o na sua casa, deixando-o depois sair sob caução, e que ainda NÃO PRENDEU ninguém do BES? - Carlos Alexandre TUDO o que Carlos Alexandre investiga sai, como que por magia, no SOL, no Correio da Manhã e na TVI, todos com ligações à Felícia Cabrita com um pé na PJ, na Maddie, no Estripador de Matosinhos e arredores, nos meninos da Casa Pia, e por aí fora, ela que consegue sempre a primazia das informações e a quem ninguém investiga por indícios de fuga ao segredo de justiça. Mas Felícia Cabrita fica para uma próxima intervenção. Juiz de coragem, como muitos lhe chamam, à espera de arranjar alguma que o impeça de ir para a Relação, montado na sua idoneidade e independência. E assim sendo, permitam-me: continuam felizes? Isso é que importa. O outro também quiz aparecer através da criação do mito Carlos Cruz, e acabou já ninguém se lembra onde, com os resultados que se conhecem, de Elvas à Carregueira. Não estão felizes? Bom, nesse caso, que tal deixarmos de ser ovelhinhas neste rebanho amorfo?"
Por deferência com Luís Santos. Barra da Costa



A FALÁCIA DO JORNALISMO DE "INVESTIGAÇÃO" , ou de 
quem MANIPULA O JORNALISMO DE " INVESTIGAÇÃO "..
1 . Os dois maiores escândalos económico-financeiros de que há memória em Portugal, ( BPN/SLN e GES/BES), que deixaram um rasto de violência e miséria em milhares de famílias, cresceram em ambiente aconchegado por todas as Fátimas Bonifácios, Gomes Ferreiras e JM Fernandes que pululam no jornalismo politico-económico e rebentaram por si..............................................................
2.A adolescência politica e a experiência " empresarial" de Passos Coelho foi cultivada numa mascarada de ONG, e as duvidosas transacções politico financeiras caíram por prescrição, e só após tal feito os " Cerejos" se lembraram de eventuais
irregularidades.....................................................................................
3. Desde a década de 80 que não apenas os miúdos da Casa Pia foram abusados, a coberto de pelo menos o silêncio do lobby Gay da Comunicação social, e a sua denúncia foi protelada até a altura em que era preciso lançar uma operação mediática de descrédito dum dos partidos do Regime.........................................................................................................
4. As trapalhadas e irregularidades e / crimes em que estará envolvido Sócrates, velhas como o Pai Natal são repescadas numa altura de perigoso desequilibro dos lobbys politico/financeiros no Poder.......................................................................
Existem por aqui uma almas piedosas que acham que a informação "privilegiada" que mascara a falácia do chamado jornalismo de investigação não é dada a conta gotas e com prescrição dos mandantes, através de corruptos agentes judiciais, em comezainas discretas ou quecas mais ou menos rápidas.
Até eu, no meio das minhas couves e abelhas, pressinto e vejo o fedor dos lobbys económicos que arrastaram a nossa comunicação social para a degradação infame e fingida em que se encontra. Vivem das sopas do capital imundo que tresandando de Angola e China se propõe controlar o poder politico em Portugal, e, dos restos do capitalismo caseiro que a sua própria inépcia e sejamos justos, a crise internacional, desnudou na sua cruel figura de capitalismo rasteiro e de campanário.... por: Coronel Rodrigo de Sousa Castro.

O SEU A SEU DONO
SÓCRATES : O DESVALIDO
.
Se procurarem nas lojas maçónicas portuguesas , a Regular e o Grande Oriente, não verão rasto de Sócrates, muito embora lá pontifiquem conhecidos pesos pesados da politica;
Se inquirirem nos meandros da Opus Dei, e até da ICAR ( Igreja Católica Romana) ninguém lhes dará conta de tal presença ou influencia qualquer, se bem que lá se

alberguem poderosas personagens, de beatismo mais ou menos discreto;
Não foi visto em nada parecido que se assemelhe ao "terço da Farinheira" ou outras práticas de grudar solidariedades indefectiveis;
Se procurarem nas relações dos banqueiros, quer os do grupo do Presidente Cavaco Silva ( BPN/SLN e associados) ninguém os informará do telemóvel de Sócrates. Mesmo o grupo de banqueiros que salvou ao nacionalizar o BPN, Espiritos Santos, Ulrich e quejandos, nunca o convidaram para a mesa e muito menos para passeios privados de yats;
Se esmifrarem a imprensa , toda ela, mesmo a que está subordinada ao Império angolano, não encontrarão entre os jornalistas avençados e amestrados mais que um ou dois que vertam uma palavra de conforto;

Ao lobby Gay, transversal a todos estes interesses, tentaram colá-lo mas não andou pelos mesmo ambientes do Paulinho da feiras, consabidamente.
Sócrates, na sua arrogância e auto satisfação foi , na Politica, um homem só. Solidariedades quase só a do amarelo João Proença, pronto a servir um qualquer.
Afrontou tudo e todos, uns com razão outros sem ela. Provocou a mais espectacular reacção corporativa em 40 anos de " democracia" , a manif. dos professores, e provocou uma outra, a mais verrinosa e perigosa reacção , de consequências hoje a serem conhecidas, quando afrontou os interesses e direitos da magistratura.
Fez tudo em beneficio da direita, aplanando-lhe o caminho e suprindo-lhes as legitimidades.
É hoje um DESVALIDO da política, cuja única chance reside neste simples e comezinho acaso, calhar-lhe em sorte um colectivo de juízes, de espinha direita e noção do dever, que ainda os há.  
por:  Coronel Rodrigo de Sousa Castro.





O SEU A SEU DONO 
SÓCRATES : A ASSOMBRAÇÃO.
José Guilherme , um tipico "pato bravo" da Linha de Sintra deu de " regalo" a Ricardo Salgado, o DDT, 14 000 000 de euros ( catorze milhões de euros).
Solicitadas as iminências doutorais das cátedras de Coimbra a dar parecer abonatório do gesto,, logo dois doutorados, exibiram a sua extraordinária subserviência e indigência

intelectual, abonando o regalo . como de coisa trivial se tratasse e afiançando ao Costa do Banco Central que tudo estava conforme.
E o assunto ficou arrumado.
Do material militar diverso, que o Paulinho das feiras negociou, sabe-se de ciência certa que milhões engordaram as contas em off-shore de cidadãos nacionais,e lá repousam perante a inércia e inépcia dos triunfantes e ufanos investigadores das tramoias de Sócrates.
E o assunto morreu aqui.
Abandonados estão há muito as diligências que possibilitem esclarecer as peripécias pelo menos pouco dignas que a Casa da Coelha convoca e que se vêm através do you tube.
Não se pode questionar a integridade do homem mais honesto do mundo.
Tão pouco produziu qualquer espanto que o genro do PR tivesse adquirido um bem nacional, por um preço muito inferior ao que custou ao erário público.
Negócio limpo e financiado ao que dizem pelo DDT.
Todavia o Correio dos manhosos expõe diáriamente as contas dos tios do Sócrates, as compras da ex mulher, os dinheiros dos amigos , a vida privada do primo, a herança da mãe e ameaça correr a àrvore genealógica para concluir pela certa que afinal o avô roubava volfrâmio nas faldras da serra do Marão e do Alvão..
Fazendo coro, toda a pnóplia que o império angolano controla, nos Midia e já é a maior parte, cauciona os manhosos do Correio.
O que levará todos estes mabecos a atirarem-se ao cadáver politico de Sócrates ?
É de Assombração que se trata pela certa.. Por: Coronel Rodrigo Sousa Castro 



O SEU A SEU DONO
A VOZEARIA DA TURBA E O LAXISMO JUDICIAL

Há alguns anos atrás, pessoa amiga, coerresponsável pela avaliação das entradas no CEJ ( centro de estudos judiciários) perguntada por mim sobre a qualidade dos cidadãos admitidos a tão NOBRE função respondeu-me sem mais acrescento:
- " Pede a Deus que nunca cais nas mãos de alguns".
A justificação que uma juiza há dias deu para aplicar uma pena pesada a um réu foi em linha com esta terrivel advertência. "É preciso que a sentença não pareça à comunidade um acto de laxismo dos juizes.."
Quero crer, para bem da Democracia, da Liberdade de todos nós e da Dignificação da Magistratura que esta atitude, já amplamente divulgada, se inscreve no número, que espero também seja exíguo, daqueles a quem a minha amiga dizia, eu devia rezar para nunca lhes cair na mão.
E já agora. espero bem, que o Conselho Superior da Magistratura considere na sua inalienável missão de sanear a Justiça, que Juizes destes devem ser pura e simplesmente banidos da Honrosa , Exigente e Nobre função de julgar.  
 Por: Coronel Rodrigo Sousa Castro.


O Seu a Seu Dono
Partilhei as gravações o Conselho Superior do Banco Espirito Santo, porque, depois de as ouvir atentamente , e julgo que mais serão publicadas, as minhas convicções sobre o comportamento dos agentes Politicos e Judiciais em Portugal saem , infelizmente reforçadas. Percebe-se agora porque é que o caso SUBMARINOS foi arquivado e porque é que a Justiça, nuns casos actua de uma maneira e em casos , objectivamente idênticos, p.ex. a " prenda " de 14 milhões do Zé Guilherme ao Ricardo Salgado, actua de maneira diametralmente oposta. Dois pesos e duas medidas que revela bem até onde desceu a idoneidade e carácter de muita gente.    Por: Coronel Rodrigo Sousa Castro 
http://viriatoapedrada.blogspot.pt/2012/08/paulo-portas-e-os-submarinos_15.html




Segundo a Agência noticiosa Lusa, dois F-16 da Força Aérea Portuguesa interceptaram, esta noite, e obrigaram a aterrar na Base de Beja o TRENÓ DO PAI NATAL quando este violou o espaço aéreo da cidade alentejana de ÉVORA transportando, além de sacos de brinquedos, duas malas tipo "Samsonite" contendo no seu interior elevadas quantias em Euros, Dólares e Libras esterlinas. Imediatamente detido pelos Serviços de Estrangeiros e Fronteiras foi presente ao SUPER JUIZ DE INSTRUCÇÃO Carlos Alexandre o qual, entre outras medidas de coacção lhe DECRETOU A DE PRISÃO PREVENTIVA

Sobre as malas com dinheiro o PAI NATAL alegou AJUDA HUMANITÁRIA a uma CRIANÇA, ORFÃ DE PAI, duvidosamente detida no Estabelecimento Prisional de Èvora, e cuja MÃE, REFORMADA, é o seu único apoio uma vez que foi despedido do seu anterior POSTO DE TRABALHO . As RENAS foram, contudo, libertadas,à excepção de MAIS ESCURINHA, SUPOSTAMENTE LIGADA AO BESA.

O Embaixador da Finlândia apresentou, junto do GOVERNO um veemente protesto mas PASSOS COELHO e MARIA LUÍSA ALBUQUERQUE puseram em causa a identidade lapónica do detido alegando só acreditarem num ÚNICO E VERDADEIRO PAI NATAL: O ZÉ POVINHO QUE OS SUSTENTA! ( copiado do meu amigo Nuno Nazarhet Fernandes) Cor.Rodrigo Sousa Castro


Magistrados são os primeiros funcionários públicos a receber um aumento de ordenado desde que a troika chegou a Portugal
TVI24.IOL.PT



Eu defendo a erradicação deste PSD , adulterado por Passos, Relvas, Marco António, Marilú e Cavaco no mínimo por 1 Milénio . Silva Peneda

                        

Para a Direita PSD/CDS A Culpa é sempre de Sócrates quer chova ou faça Sol. Com 90% de dívida do PIB no tempo de Sócrates em 2011 era a bancarrota. Com 135% de dívida do PIB em 2013 no tempo de Passos /Portas o que é? A recuperação?              

                       

Esta maioria, há que reconhecê-lo, conseguiu o seu maior ou único sucesso em convencer o país que o culpado de tudo o que de mal nos estava a acontecer foi Sócrates. 


Finalmente..começam a ouvir-se vozes contra estes supostos D. Sebastião de trazer por casa que salvaram o país da bancarrota! Finalmente alguém diz q graças a estas bestas...estamos bem piores que em 2011!!!
É preciso muita desfaçatez da direita para se apresentar como "salvadora do descalabro financeiro da pátria".
PUBLICO.PT


                        

O estigma dos 3 Ps ou dos 3 Ds?

Vive-se cada vez mais de ideias feitas, de mitos e estereótipos que são frequentemente usados para definir e limitar pessoas ou grupo de pessoas na sociedade, sendo grandes causadores de preconceito, discriminação e estigmas.
Ler mais: http://expresso.sapo.pt/o-estigma-dos-3-ps-ou-dos-3-ds=f886688#ixzz3B8NMS9lZ



                       

Sim! Isso deixou Sócrates bem explicado, logo de início... Mas ninguém quis ouví-lo: até lhe chamavam mentiroso compulsivo! - E ele obedeceu àquilo que o Parlamento o obrigou!
Harald Schumann, jornalista alemão que está a realizar um documentário sobre a troika, explica ao PÚBLICO por que acusou o Governo português de "censura".Há uma semana, na conferência de imprensa de rotina do...
COMUNIDADE-ALEMANHA.DE



Perante uma nova liderança no Partido Socialista, com maior capacidade de mobilização do país para uma verdadeira alternativa política, a esquerda parlamentar à esquerda do PS insiste no mesmo erro de sempre e parece querer escolher o seu lugar do lado de fora.
ECONOMICO.SAPO.PT|DE IBT INTERNET BUSINESS TECHNOLOGIES, SA



"A informação que temos não é a que desejamos. A informação que desejamos não é a que precisamos. A informação que precisamos não está disponível” John Peers

“Às vezes, a única coisa verdadeira num jornal é a data”  Luís F. Veríssimo



Este avião militar de carga foi criado em parte pela engenharia portuguesa.
Raios partam o "danado" do Sócrates que só fez "asneiras" !!!!!


Mais, até a narrativa sobre a genealogia da crise (defendida pela direita nacional e europeia), que punha a sílaba tónica das causas da crise em fatores domésticos (ou seja, no PS sob a batuta de José Sócrates) e que tem sido desmentida por vários académicos (Mark Blyth, Philipe Legrain, Wofgang Streecht, Paul de Grauwe), o PS de AJS pareceu ter «comprado»… Caso contrário, como explicar o apagamento do partido nos últimos três anos?»

A Procuradoria-Geral da República deixou claro que não está a investigar o antigo...
RTP.PT|DE RTP, RÁDIO E TELEVISÃO DE PORTUGAL - ANTÓNIO LOUÇÃ, R

E DA RETRETE DE OURO QUE ELE TINHA LÁ EM CASA , NÃO FALAM ? ...
O jornal Correio da Manhã diz que o antigo primeiro-ministro poderá ter pagado 3 milhões pela casa onde viveu na capital francesa e que o MP quer saber de onde...
OBSERVADOR.PT


Esta tem piada! Mas no Correio da Manhã não me admiraria!

Após um exaustivo trabalho de investigação o Notícias Online conseguiu, num rigoroso exclusivo, obter...
NOTICIASONLINE.EU


(...) "os pistoleiros do costume" tentaram "mais uma vez" envolver o seu nome. (...)
José Sócrates realçou este sábado que o juiz do caso Face Oculta "leu as...
DN.PT|DE CONTROLINVESTE



Sócrates culpado e a desculpa esfarrapada para o PSD/CDS
O actual Governo, passado mais de três anos no poder, encontra como justificação para tudo o que corre mal no País sempre a mesma desculpa: Sócrates, Sócrates e Sócrates!!!
Só falta dizer a culpa do ébola e da legionella é também do Sócrates, tal o descaramento e a total ausência de sentido de responsabilidade que pautam a sua actuação.
Provavelmente o maior culpado do que se passou na PT foi Cavaco Silva, que como 1.º Ministro decidiu entregar a PT aos privados, mas isso esquece-se Pires de Lima de dizer! Por Carlos marim.



Perguntava hoje o Fórum da TSF:

Porque continua José Sócrates a ser a figura central do debate político?

Respondo:
1- Porque é um político carismático
2 - Porque é um líder e conquistou a primeira maioria absoluta para o PS
3 - Porque é um reformista
4 - Porque tira o sono à direita e à esquerda radical
5 - Porque por omissão da anterior direcção do PS, este governo continuou a propalar a patética narrativa da bancarrota
6 - Porque foi alvo de uma mentira colossal que, enquanto a história não contar, haverá sempre quem conte
7 - Porque não sendo "adoradora" não suporto a injustiça.
 Por: Ivanilda Barros Nunes.


As mentiras que quase viraram verdade.

Mentiras:
1 - Sócrates levou o País à bancarrora.
2 - Sócrates Chamou a Troika.
3 - Já não havia dinheiro para pagar salários e pensões.


Verdades:
1 - Quem levou o País à bancarrota e a Europa, foi a crise Internacional e a ganância da Banca, tal como aconteceu na Grande Depressão de 1929. ( Paul Krugman, Prof. Viriato Soromenho Marques, Carlos Carvalhas e até Ferreira Leite,  além de muitos mais.)
2 - A vinda da Troika foi por pressão do PSD/CDS e banca. ( Palavras de Lobo Xavier e Pacheco Pereira.)
3 - O dinheiro da Troika foi para pagar aos Bancos Alemães e Franceses. ( Palavras de Prof. Economia Castro Caldas, Paul de Grauwe, Conselheiro económico de Durão Barroso, Harald Schumann, jornalista alemão etc..) ( A dívida passou para a Banca Portuguesa e Segurança Social).

http://viriatoapedrada.blogspot.pt/2014/05/portugal-e-grecia-bancos-alemaes.html



A chamada crise das dívidas soberanas, como recordou Paul de Grauwe na Gulbenkian, nunca foi uma crise de finanças públicas, foi sempre uma crise que se deve a uma arquitectura monetária disfuncional e que foi agravada pela obsessão em reduzir os défices públicos através da austeridade.


Queiroz Pereira: "Sócrates só mostrou interesse no desenvolvimento do país"
Os contactos do empresário com José Sócrates resultaram num investimento de 600 milhões de euros na nova fábrica de papel de Setúbal, criada em 2009.
O dono da Portucel deixou elogios a José Sócrates na comissão parlamentar de inquérito à gestão do BES e do GES. Negando que José Honório fosse um "facilitador político", como sugerido pelo deputado comunista Miguel Tiago, Pedro Queiroz Pereira acrescentou que ele resolvia aspectos no contacto com os políticos porque as pessoas tinham por ele "consideração" devido ao trabalho desenvolvido.
 "Por exemplo, nos contactos que tive com o engenheiro Sócrates, resultaram num investimento de 600 milhões de euros em Setúbal", contou Queiroz Pereira aos deputados esta quarta-feira, 10 de Dezembro 2014. Se não fosse esse contacto, em vez de Setúbal, essa fábrica de papel estaria na Alemanha. A fábrica de papel foi criada em 2009. 
 "Pese embora José Sócrates seja muito atacado, tudo o que tratei com José Sócrates, só mostrou interesse no desenvolvimento do país", defendeu o empresário que detém a cimenteira Secil e a papeleira Portucel.
 "Pode haver é outras coisas", acrescentou ainda Queiroz Pereira.
 José Sócrates, primeiro-ministro de Portugal entre 2005 e 2011, encontra-se detido por suspeitas de crimes de fraude fiscal, branqueamento de capitais e corrupção. Por: Negócios / 10 Dezembro 2014, 19:16 por Diogo Cavaleiro | diogocavaleiro@negocios.pt



A "FESTA" EUROPEIA EM 2008 / 2009

Há por aí (lá fora e cá dentro) muita gente com memória selectiva que não se recorda que o enorme aumento de gastos do Estado não aconteceu apenas aqui e ali, mas foi algo coordenado a nível europeu e americano e incentivado pelo FMI, pela Comissão Europeia e... Angela Merkel, para estimular a economia depois de rebentar a crise internacional e que tantas vezes foi referido por José Sócrates, que a direita quis abafar com o gigantesco ruído da mentirosa e raivosa campanha da "bancarrota" que uma parte dos portugueses "engoliu".

Quem não se lembra de, por exemplo, o pateta ministro da economia Álvaro Santos Pereira, repetidamente fazer coro com Paulo Portas, Passos Coelho e Marco António Costa, ao dizer que «José Sócrates, teve muitas oportunidades para preparar Portugal para a crise que se avizinhava» e que «estamos todos a pagar a factura da festa socialista»: http://rr.sapo.pt/informacao_detalhe.aspx?fid=24&did=81772

Por seu turno, a imprensa mainstream e corrupta de Portugal nunca fez referência ao que se passava. Pois então - apenas para lembrar - vejamos quem e como se incentivou o plano de investimentos na Europa - a tal "festa europeia" - como forma de os Estados combaterem a crise internacional iniciada em 2008, com políticas económicas keynesianas :

Novembro 2008
- Giant Stimulus Plan Proposed for Europe
"European Commission on Wednesday proposed a stimulus package totaling 200 billion euros"
http://www.nytimes.com/…/business/worldbusiness/27euro.html…

Dezembro 2008
- Angela Merkel throws weight behind Brown's fiscal stimulus approach.
Merkel: "We support the view of the [European] commission that we need to provide 1.5% of GDP for the stimulus package to strengthen the economy."
http://www.theguardian.com/…/2008/dec/11/germany-gordonbrown

- IMF Spells Out Need for Global Fiscal Stimulus
http://www.imf.org/exter…/…/ft/survey/so/2008/int122908a.htm

Janeiro 2009
- Germany approves €50bn stimulus package
http://www.theguardian.com/world/2009/jan/27/germany-europe

- IMF Backs Obama's Economic Stimulus Plan
"a stimulus plan that would cost somewhere between $675 billion and $775 billion over two years"
http://www.huffingtonpost.com/…/imf-backs-obamas-economic_n…

Março 2009
- Europe's fiscal stimulus plans
"According to the European Commission (...) the total fiscal stimulus in the EU equals between 3.3 and 4 percent of its gross domestic product."

- "The U.S. stimulus plan equals about 5.5 percent of its GDP."
http://www.reuters.com/…/eu-summit-stimulus-idUSLH444047200…

Recorde-se que foi numa cimeira informal em Madrid a 16 de abril de 2010 que a guinada para a política de austeridade na zona euro ocorreu com o alto patrocínio então de Jean-Claude Trichet, presidente do Banco Central Europeu (BCE), o maior entusiasta influenciado pelas ideias de Harvard Alberto Alesina.
Por: Telmo Vaz Pereira.




O presidente do Banco Central Europeu marcou o Simpósio da Fed nos Estados...
EXPRESSO.SAPO.PT|DE EXPRESSO - IMPRESA PUBLISHING S.A.
















O ministro alemão e o seu homólogo francês escreveram uma carta à presidência rotativa da União Europeia, onde defendem que as iniciativas comuns são...
JORNALDENEGOCIOS.PT




                 
                         
http://www.leituras.eu/protocandidatos-messianicos/#sthash.Oj6JGb1s.dpbs  
         
                          

Hoje um dos faróis mais fortes da direita,confundindo a ética da sua profissão,com os seus velhos ódios pessoais,alia-se á campanha de calunias contra Sócrates.
Dá a entender que a campanha organizada pela Sábado e Correio da Manhã é a resposta às declarações altamente condenáveis do SG á Visão.
Lê-se e percebe-se que a ùnica intenção é a calunia ,
Insinuações muitas,provas nem uma.
O grande activo tóxico e perigoso para a credibilidade da Democracia é ele e não Sócrates .
A direita alimenta-se cada vez mais da calunia e da mentira.

Por: António Campos



“qualidade das instituições de investimento científico”.»
As últimas notícias, opinião, fotos e vídeos de Lisboa, Porto, Portugal, Europa e do Mundo. A melhor fonte de informação de economia, política, cultura, ciência, tecnologia, life&style e viagens.
PUBLICO.PT


Goste-se ou não de Sócrates, uma coisa é certa, está muitos furos acima de todos os outros políticos, da nossa praça, que têm como objectivo o poder de governar. Como foi possível que, uma boa parte dos portugueses, o tivesse preterido a favor de Passos Coelho? Uma pergunta que provoca muita incomodidade, eu sei...
Por: Francisco Fortunato.

O ex-presidente da República Mário Soares foi um dos primeiros apoiantes da candidatura de António Costa às primárias do PS. Em entrevista ao i, Mário...
IONLINE.PT


                         
Está hoje instalada, com grande cobertura mediática, uma política de mentira sobre a situação económica em Portugal. Aquando do chumbo do PEC4, a dívida pública situava-se nos 94 e a privada rondava os 200 por cento do PIB.
Hoje, a dívida pública está nos 135 e a privada 310 por cento!
O chumbo do PEC4 foi um crime nacional, com consequências arrasadoras para a economia e para os cidadãos. Os autores do crime silenciaram-no, o actual PS ignora-os. O falhanço da política de austeridade é comprovada pelos números arrasadores divulgados hoje pelo Banco de Portugal.
Quem não é economista, mas é, todos os dias, bombardeado por alguns comentadores e jornalistas, com a afirmação de que a situação do País está melhor, exige que sejam explicadas as melhorias, ou então não passam de profissionais da mentira para encobrir interesses e amplificar a tragédia nacional. O ritmo de crescimento da divida pública e privada é assustadora.
Se a pública tem tem solução à vista com a reestruturação, a privada, grande motor do crescimento, está sem rumo e torna-se altamente preocupante.
Sócrates avisou, com veemência, banqueiros e a então maioria (negativa) parlamentar sobre as consequências do chumbo do PEC4. Fizeram ouvidos moucos e agora todos nós somos vítimas.
O actual PS, como lhe tem sido hábito, surdo e mudo. Por: António Campos 22/7/2014
     
                                             
http://www.leituras.eu/o-falso-sucesso-da-troika-em-portugal/#sthash.RKC16rVE.dpbs

                       

Robert Mundell e Paul Krugman e, entre nós, para João Ferreira do Amaral. Sustentavam eles, já então, que as disparidades entre os diversos países componentes da zona euro ameaçavam criar mais e não menos instabilidade monetária e financeira.
Rareando a poupança interna, os bancos foram buscá-la ao exterior, daí resultando o rápido crescimento do endividamento externo. Tudo muito simples e fácil de entender.

                      

Lara Ferraz "...foram os bancos portugueses estiveram no epicentro da crise que abalou o país e levou ao pedido de ajuda externa." Paulo Penahttp://videos.sapo.pt/vaVQA0lRZfNiB1IBPdNz




Lara Ferraz O que ofende a inteligência é... [que] se continue a chamar à atual agonia europeia "crise das dívidas soberanas", em vez de ser designada como "crise da desmesura do sistema financeiro europeu".http://www.dn.pt/inicio/opiniao/interior.aspx?content_id=...


OUTRA VEZ ISTO TUDO
• Daniel Oliveira, OUTRA VEZ ISTO TUDO [ontem no Expresso]:
«(…) Há um processo que envolve pessoas com poder. Então, tudo segue o guião conhecido. Detenção dispensável de quem já tenha caído em desgraça, para o Ministério Público fazer boa figura. Devidamente ilustrada pelo "Correio da Manhã", órgão central do corpo de investigação. Uma semana depois, José Sócrates, o "suspeito

disto tudo", mas nunca arguido de coisa alguma, é associado, por via de um primo, de um amigo, da mãe, do pai, do cão ou do periquito, ao processo. A PGR desmente mas o povo, que acompanha as gordas nas bancas, já sabe o que a casa gasta. Estou certo que haverá escutas, que em Portugal é a única forma conhecida de investigar. E que hão de ser transcritas em jornais, que em Portugal é das formas mais populares de jornalismo. Os nomes de famosos mais ou menos suspeitos saltarão como pipocas, garantido um novelo confuso onde já nada se percebe e todas as alianças possíveis podem finalmente fazer-se para destruir um processo. A culpa é de toda a gente e por isso não é de gente alguma. É deles, dos poderosos. (…)» Por: Telmo Vaz Pereira

                             
Mas afinal em que é que ficamos??? Agora que todo o mundo já estava convencido que a culpa era do Socrates, vêm estes dizer que a culpa é do Barroso???
A chanceler alemã, Angela Merkel, e o seu ministro das Finanças, Wolfgang...
NOTICIASAOMINUTO.COM


Em três anos de análise às contas do país, em momento algum, a troika fez...
NOTICIASAOMINUTO.COM



A direcção do PS no campo da direita.

Há 3 anos o país ficou sob protectorado da troika. Várias razões levaram a esse desfecho.
Estruturalmente, os factores acumulados de desequilíbrios na economia portuguesa ao longo de anos (entrada de Portugal no Euro, alargamento a leste, entrada da China na OMC) foram enfraquecendo a nossa economia, que se aguentou graças à reciclagem financeira da banca alemã e francesa (sobretudo) com crédito barato, até ao colapso do sistema financeiro global. Essa realidade foi agravada pela total incapacidade na resposta à crise por parte da UE que, entre outras coisas, deixou que se instalasse a dúvida e o pânico sobre os mecanismos de financiamento aos Estados por parte do BCE.
Conjunturalmente, a tempestade abate-se sobre Portugal num momento de união táctica entre diferentes agentes: um Presidente da República que combatia ferozmente o Governo eleito - e chegou a ser aplaudido no Parlamento por deputados do então partido do Governo -, uma direita esmagada em várias eleições e que via os seus líderes serem triturados um após o outro, uma esquerda acantonada e incapaz de apoiar pelo menos parte da agenda de reformas estruturais colocadas em marcha pelo PS na educação, na saúde, nas novas tecnologias, nas novas políticas e direitos sociais, nas energias, entre outras áreas; e, claro, um Governo minoritário que teve de combater os efeitos da maior crise desde 1929, num mundo sem rumo sobre as respostas a dar.
No olho do furacão, após anos de desgaste, a narrativa que a direita lançou no país imputava as razões - e as consequências - da crise ao anterior Governo socialista, que teria esbanjado o dinheiro dos contribuintes acima das suas possibilidades e por isso empurrado Portugal para os braços da assistência financeira. Mesmo ignorando o papel tampão que o PEC IV nunca chegou a ter (que em Espanha, à escala, evitou um resgate global), a explicação da direita é mentirosa, mas intuitiva para a população. Ela acontece por duas razões:
1. Ignorância.
2. Estratégia política para fragilizar o PS; ou seja, mentira.
Com base na expiação da culpa socialista, a direita implementou o mais violento programa de choque social e económico que Portugal já teve, conduzindo ao que sabemos: dívida exponencial e muito acima de todas as previsões, défice mascarado com receitas extraordinárias (incorporação de sistemas privados de pensões, pacotes especiais de regularização de dívidas fiscais, privatizações, aumentos de impostos), economia a soro, desemprego galopante, pobreza.
O PREC da direita encontrou na troika o guarda-chuva perfeito para a sua agenda transformadora da sociedade portuguesa - mais pobre, desigual e «flexível» - e nas mentiras sobre a vinda da troika o beco perfeito para condicionar o PS após 2011, que votou muitas medidas que os portugueses associam à degradação da sua qualidade de vida.
Isto aconteceu pelos motivos que a actual disputa interna no PS acabou por confirmar, com declarações inequívocas por parte de dirigentes do PS e do próprio SG em exercício: o argumentário da direita é partilhado pela actual direcção do PS. Seja pela aliança táctica para a fragilização de parte da herança do PS que associam a uma facção contestatária, pela necessidade de auto-valorização ou pela ignorância em relação às raízes da crise, o apagão da história do PS acendeu-se subitamente para ser vergastado por altos dirigentes socialistas nos termos de Portas, Passos e Relvas.

Uma direcção política que enceta este caminho passa a representar uma tendência, mas nunca um partido. E demonstra que as razões formais para a sua manutenção no poder explicam, ao mesmo tempo, as razões da incapacidade da sua afirmação na sociedade portuguesa, perdida nos labirintos do passado, já que não é possível afirmar uma alternativa de esquerda em Portugal e alimentar - abertamente ou tacitamente - as teses dos adversários dessa alternativa.
Os Governos de Sócrates só podem ser combatidos com os argumentos da direita para (ou por) terem uma resposta de direita, que pode ser motivada pela ignorância ou por uma alternativa liberal-conservadora para a sociedade portuguesa.
Seja qual for a razão, o facto da direcção do Partido Socialista optar pela resposta da direita demonstra que se colocou num campo em que deixou de ter condições para dirigir o Partido Socialista. Por: blogue O Portugal Futuro de Tiago Barbosa Ribeiro.






«"DO PEC IV AO CAMINHO PARA A SERVIDÃO !
‘Espero bem que o país não se esqueça de ajustar contas com essa gente um dia. Esses economistas, esses catedráticos da mentira e da manipulação, servindo muitas vezes interesses que estão para lá de nós, continuam por aí, a vomitar asneiras e a propor crimes, como se a impunidade Essa gente, e a banca, foram os que convenceram Passos Coelho a recusar o PEC 4 e a abrir caminho ao resgate, propondo-lhe que apresentasse como seu programa nada mais do que o programa da troika — o que ele fez, aliviado por não ter de pensar mais no assunto. Vale a pena, aliás, lembrar, que o amaldiçoado José Sócrates, foi o único que se opôs sempre ao resgate, dizendo e repetindo que ele nos imporia condições de uma dureza extrema e um preço incomportável a pagar. Esta maioria, há que reconhecê-lo, conseguiu o seu maior ou único sucesso em convencer o país que o culpado de tudo o que de mal nos estava a acontecer foi Sócrates o culpado de vinte anos sucessivos de défice das contas públicas, o culpado da ordem vinda de Bruxelas em 2009 para gastar e gastar contra a recessão (que, curiosamente, só não foi cumprida pela Alemanha, que era quem dava a ordem), e também o culpado pela vinda da troika. Mas, tanto o PSD como o CDS, sabiam muito bem que, chumbado o PEC 4, o país ficava sem tesouraria e não restava outro caminho que não o de pedir o resgate. Sabiam-no, mas o apelo do poder foi mais forte do que tudo, mesmo que, benevolamente, queiramos acreditar que não mediram as consequências.fizesse parte do estatuto académico que exibem como manto de sabedoria.
E também o sabia o PCP e a CGTP, que, como manda a história, não resistiram à tentação do quanto pior, melhor. E sabiam-no Francisco Louçã e o Bloco de Esquerda, que, por razões que um psicanalista talvez explique melhor do que eu, se juntaram também à mais amoral das coligações direita/extrema-esquerda, com o fim imediato e mais do que previsível de obrigar o país ao resgate e colocar a direita e os liberais de aviário no poder, para fazer de nós o terreno de experimentação económica e desforra social a que temos assistido.’»
• Miguel Sousa Tavares, 'Recapitulando', [hoje no Expresso]:



A Golden Share PT, EDP, GALP
Os direitos especiais (a golden share) que o Estado, enquanto accionista, detinha na PT (assim como na EDP e na Galp) foram eliminados pelo Decreto-Lei n.º 90/2011, de 25 de Julho, na sequência de deliberação tomada a todo o vapor no Conselho de Ministros reunido em 5 de Julho de 2011. O governo de Passos Coelho, Vítor Gaspar & Paulo Portas havia tomado posse a 21 de Junho."Rapinado ao Miguel Abrantes e ao Câmara Corporativa.

Transcrevo uma opinião que repõe a verdade:
Miguel Sousa Tavares, no "Expresso"
---------------------------------------------------------------
«(…) Na semana em que se assistiu ao consumar do previsível destino da PT, depois do empréstimo de 900 milhões à Rioforte, assistiu-se também a uma tentativa, por parte do primeiro-ministro e dos seus apaniguados, de reescreverem a história, mandando as culpas para cima do inevitável José
Sócrates. Ora, como este é um país onde a memória é uma maria-vai-com-todos, não fica mal recordar os factos. Quando o ambiente entre a PT e a Telefónica na gestão da brasileira Vivo, em que ambas possuíam 50%, se tornou inviável, a Telefónica propôs-se comprar a parte da PT a preço de amigos. A proposta, que significava também o fim do projecto da PT no Brasil, no qual investira anos a fio, foi aceite por todos os accionistas privados da PT. E foi José Sócrates, sim, quem, utilizando a golden share do Estado, se opôs à venda, forçou a Telefónica a subir substancialmente a sua oferta e negociou directamente com Lula da Silva a entrada da PT na Oi, na posição dominante que a sua superior capacidade tecnológica justificava. A recompensa que teve por parte dos accionistas privados da PT, a quem deu a ganhar um balúrdio de dinheiro, foi a antecipação da distribuição dos lucros, para fugirem ao aumento do imposto de mais-valias orçamentado para o ano seguinte. Depois, nada mais teve que ver com Sócrates: Passos Coelho abriu mão da golden share, a simples pedido de Bruxelas (a que só nós acedemos) e, uma vez entregue exclusivamente aos seus outros accionistas, seguiu-se o que se seguiu e a PT acabou dominada, menorizada e humilhada pelo seu sócio brasileiro, preparando-se agora para entregar os restos a uma qualquer multinacional de passagem por Lisboa. Eis como acabou o grandioso projecto tricontinental da PT! Que jeito dá ter José Sócrates sempre à mão! (…)»

A Culpa é sempre de Sócrates quer chova ou faça Sol.

Também Pires de Lima se junta ao coro, tipo Sócrates culpado da PT, Uau que original. 
Sócrates disse a Carlos Costa que vigiasse mal o BES
Sócrates disse a Cavaco, a Maria Luís e Passos que sossegassem os accionistas afiançando que o BES tinha almofada, e colchão viscoelástico.
Recuando Sócrates armou uma embrulhada no BPN e meteu lá todos os seus amigos do PSD para os beneficiar.
Sócrates está contendo a justiça para não condenar ninguém do BPN
Sócrates disse ao Paulinho das feiras que se deixasse de beijoriquices e se metesse no negócio dos submarinos.
Também foi o culpado de não ter visto que o Passos não podia receber 60 mil euros de exclusividade no Parlamento porque trabalhava para uma ONG ardilosa que lhe garantia a bonita soma de mil contos mensais, que como não constam do IRS do Passos devem estar no de Sócrates. BEM ISTO NÂO TEM FIM? Por: mariatenta.





Irresponsabilidade ilimitada

Recentemente o jornalista Paulo Pena publicou um livro que é uma autêntica viagem aos infernos, Jogos de Poder (Lisboa, A Esfera dos Livros). É uma reportagem minuciosa sobre a enorme responsabilidade de alguns bancos e banqueiros portugueses na crise existencial em que Portugal mergulhou. Como convém a um trabalho sério, os nomes das pessoas e instituições que contribuíram para a gigantesca dívida externa (privada e pública) em que o País agoniza estão apoiados em documentação robusta e inequívoca. O autor termina escrevendo que vivemos "dias abafados que antecedem as grandes trovoadas". As revelações posteriores sobre os 1200 milhões de euros de dívida ocultados pela Espírito Santo Internacional (ESI), em 2012, e as próprias confissões de Ricardo Salgado mostram que Paulo Pena tem razão. É paradoxal, contudo, verificar que a banca portuguesa, apesar de todos os seus aventureiros, parece uma menina bem-comportada em comparação com a banca da Irlanda e de outros países (não é por acaso que os bancos regionais da Alemanha e da Espanha não entram no atual arremedo de "união bancária"...). O que ofende a inteligência é perceber que, apesar de os países da UE terem arriscado dez vezes mais recursos para salvar a banca do que a soma de todos os resgates a países, se continue a chamar à atual agonia europeia "crise das dívidas soberanas", em vez de ser designada como "crise da desmesura do sistema financeiro europeu". O que causa angústia é perceber que a "solução" do Diretório para a crise foi a de atirar os povos ao lago da austeridade perpétua, com um cabo ligado à pedra do Tratado Orçamental, enquanto as regras do jogo se mantêm estruturalmente idênticas. A banca abastece-se no BCE, quase a custo zero, enquanto os Estados jazem nos labirintos do mercado secundário. Parafraseando, por analogia, um célebre dirigente europeu: esta união monetária é tão ignóbil que, se não for reformada, acabará por implodir a UE e destruir a economia de mercado. Só não sabemos quando.  por VIRIATO SOROMENHO MARQUES


Aventureiros sem glória

Não quero entrar nos detalhes da história da ascensão e queda de Ricardo Salgado. Tem demasiado odor a suor e outras secreções para ser um assunto sobre o qual alguém que preserve um sentido apolíneo da decência e da beleza queira escrever. O problema é de outra natureza. Salgado, Oliveira e
Costa, Rendeiro, Dias Loureiro são as ovelhas negras de uma casta que domina a Europa inteira: os banqueiros da UEM. Uma elite certificada pelo Tratado de Maastricht e pelas regras de funcionamento da zona euro. Tal como os aristocratas da Europa do absolutismo, também eles estão acima da lei geral. Inimputáveis, manipulam os governos e fazem do sistema de justiça um interminável jogo de paciência que termina, invariavelmente, em absolvição por cansaço e prescrição. Foi a sua desmesura que transformou o sistema financeiro, de importância vital para uma sociedade de mercado funcional, no palco para uma tragédia de Shakespeare. Nem todos os membros desta elite se comportaram abusivamente, mas a simples possibilidade de o abuso de poder passar sem castigo, provocou o carrossel de especulação e a avalancha de crédito Norte-Sul dos primeiros anos do euro. Foi sobretudo a ganância do sistema financeiro, e não o despesismo dos Estados, que conduziu a Europa ao atual beco sem saída. A mesma ganância conduziu à Grande Depressão de 1929. Nessa altura, sob liderança dos EUA de F. D. Roosevelt, o financismo foi colocado no seu lugar por uma firme regulação do negócio bancário, que garantiu a prosperidade económica durante muitas décadas. Hoje, a União Europeia continua paralisada, sem a necessária coordenação e firmeza políticas, indispensáveis para colocar o sistema financeiro dentro dos limites da lei e da ordem.  Por: Viriato Soromenho Marques / DN





Até que a voz me doa"

O último governo do PS foi o de Sócrates. O qual particularmente se empenhou em afrontar os problemas e fragilidades fatais de que Portugal padece, há muitos anos. A vida de todos nós depende disso. Mas logo foi acrescentado que fez tudo isso à bruta, com demoníaca sobranceria, pondo em desnecessário risco a democracia, essa coitada. O marquês de Pombal foi um notável governante, no século que lhe coube. Mas nós nem sequer nos questionamos sobre o que poderia ele ter feito, sem trucidar à partida a

arrogância dos Távoras, sem incendiar previamente a escuridão da noite jesuíta. Limitamo-nos a pensar que o marquês era uma besta, ou ouvimos dizer isso e ficámos calados. Por cobardia pura, ou por ignorância crassa . Ora vejamos:
Na Saúde, Sócrates prosseguiu o SNS, saído das mãos do ministro Arnaut. Na Segurança Social, com Vieira da Silva, incrementou a protecção social, sem a qual metade dos portugueses caem de imediato na penúria mais crassa. Na Educação, com a ministra Lurdes Rodrigues, melhorou a escola pública, renovou instalações, criou oportunidades para adultos, introduziu línguas e tecnologias. E queria avaliar os professores, um quarto dos quais não possui capacidade nem conhecimentos para ser profissional do ensino. Aí entrou em cena o tribuno Nogueira, que desceu a avenida à frente das suas legiões, e retirou 300 mil votos ao PS em 2009. Mas o comité central conquistou cinco pontos eleitorais, é do que vive. Na Ciência, com Mariano Gago, a universidade portuguesa atingiu reconhecidos patamares de excelência, com efeitos que ainda sobrevivem. NaJustiça afrontou interesses corporativos das eminências da beca, e suportou-lhes por isso o azedume da bílis. Na Economia abriu campos de acção, nas viaturas eléctricas, nas energias renováveis, nas indispensáveis infra-estruturas, nas novas tecnologias. NasFinanças tinha recebido, em 2005, um défice de 7% e uma dívida de cerca de 90% do PIB. Em 2007 o défice estava em 2,9%.
Em 2008 chegou da América a sarna do subprime. Seguindo as instruções da União Europeia, esse ninho de elites traiçoeiras, Sócrates abriu os cordões à bolsa para responder à crise. Aumentou o investimento público e o défice voltou a subir. Em 2010, perante a queda da Grécia e da Irlanda, perante isso da austeridade e o acosso das agências de rating, Sócrates apresentou o PEC IV. O resto é bem conhecido.Diga-se então clarinho, para se perceber bem: Sócrates foi o melhor primeiro-ministro que Portugal conheceu, na era democrática. Foi longamente acossado e ainda hoje é homiziado pela oligarquia alarve, pelos seus lacaios avençados, e pela estupidez atávica dos portugueses, cujo fadário é serem os cafres da Europa. Agora desesperam muitos, mas só podem contar consigo próprios.»  (Jorge Carvalheira



  
A Verdade da Mentira e a culpa de Sócrates.

OS Banqueiros são os culpados da crise e do pedido do resgate. Estamos todos a trabalhar para a banca.
O que levou o País e a Europa a esta situação/crise, foi a ganância dos bancos. Os Banqueiros deviam ter vergonha de sair à rua.
Tudo começou em 2007 com a bolha imobiliária, "Suprime" nos EUA e em 2008 com a falência do Lehman Brothers. De seguida a economia arrefece a tal ponto que Bruxelas dá ordem para os Estados investirem e fala-se na Europa e nos EUA em TGV, Aeroportos e Portos além de Auto-Estradas. A receita a cobrar pelos governos cai a pique. Os Estados tomaram nas suas mãos o endividamento dos privados e de uma maneira geral da Banca. Nós por cá foram milhões e milhões, não só no BPN, mas também no BPP, BCP, BANIF e de uma maneira geral em toda a banca. A ordem na Europa foi para salvar a banca e não deixar falir nenhum. Aconteceu em toda a Europa, incluindo na Alemanha. A Irlanda é um dos melhores, ou antes dos piores exemplos.
O professor de Economia José Maria Castro Caldas afirmou hoje, em Coimbra, que o dinheiro emprestado pela 'troika' a Portugal não foi para pagar salários e pensões", mas para pagar a credores. ( Banca Alemã e Francesa)
"A Dívida Privada é muito superior à dívida Pública. Porque ninguém fala disso. O que se passa então para a dívida subir em flecha? Foi porque o Estado passou a gastar muito mais na saúde, no ensino, na investigação? Não! A subida em flecha da dívida pública deu-se devido à quebra de receitas provocadas pela crise, porque no essencial o Estado tomou nas suas mãos o desendividamento e a capitalização da banca.( Também das empresas públicas) Carlos Carvalhas." 
 Por: Viriato
http://viriatoapedrada.blogspot.pt/2013/11/ascensao-e-queda-de-passos-ii.html   



Os factos deram razão a José Sócrates quando foi conhecida a entrevista com o responsável de uma das agências de comunicação do país em que ele se vangloriava da campanha criada nas redes sociais para espalhar boatos e distorcer notícias de forma a parecer que o antigo primeiro-ministro estaria envolvido em situações comprometedoras
do ponto de vista legal. Eram essas “notícias” as que iam depois aparecer na primeira página do «Correio da Manhã» para conseguir o efeito da estratégia de repetir mil vezes uma mentira até ela se consolidar no inconsciente coletivo como tendo um fundo de verdade.
Muito embora nunca tenha sido sequer inquirido como arguido, e muito menos acusado do que quer que seja - embora não tenham faltado tentativas nesse sentido - José Sócrates continua a ser considerado por uns quantos ingénuos e por muitos mais mal intencionados como tendo telhados de vidro no respeitante à sua licenciatura, à aprovação do projeto da Freeport ou de outros “casos”, que depressa se revelaram sem fundamento senão para os que pretendiam forçosamente teimar nessa mentira.
(...) http://viriatoapedrada.blogspot.pt/2013/11/ascensao-e-queda-de-passos-ii.html




Presente na conferência internacional organizada pelo Banco Central Europeu (BCE) que desde domingo decorre em Sintra, o prémio Nobel da Economia de 2008, Paul Krugman, considerou que Durão Barroso entrou em profunda negação ao considerar que o euro não teve nada a ver com a crise que tudo resultou de políticas falhadas ao nível nacional e à falta de uma vontade política.
Para Paul Krugman o que aconteceu foi o seguinte: primeiro a criação do euro encorajou fluxos de capital para o sul da Europa, depois o dinheiro secou -- e a ausência de moedas nacionais significou que os países endividados tiveram de se submeter a um processo de deflação extremamente doloroso", afirma o economista, que tem sido muito crítico das políticas de austeridade na Europa.
http://krugman.blogs.nytimes.com/?module=BlogMain&action=Click&region=Header&pgtype=Blogs&version=BlogPost&contentCollection=Opinion

Alguns dos académicos que têm  desmentido o despesismo e a culpa de Sócrates.  Mark Blyth, Philipe Legrain, Wofgang Streecht, Paul de Grauwe), Por cá começam alguns a acordar. Paulo Pena no seu livro "Jogos de Poder" faz uma investigação séria como convém.

Joseph Stiglitz: A austeridade é um "completo fracasso"


Stiglitz acredita que a austeridade tem os dias contados
D.R.
20/08/2014 | 15:03 |  Dinheiro Vivo

As políticas de austeridade levadas a cabo um pouco por toda a Europa são "um completo fracasso e devem ser reconhecidas enquanto tal". Quem o diz é, mais uma vez, Joseph Stiglitz, nobel da Economia e crítico feroz das ferramentas utilizadas pela Zona Euro nos últimos anos.

"Um pouco por toda Europa há economistas a dizer que a austeridade falhou e que devem ser seguidas novas políticas onde, pelo menos, há uma esperança de que possam funcionar", admitiu em entrevista à Bloomberg.
O economista entende que "o crescimento marginal e o enorme desemprego em vários países da Europa" provam que as medidas adoptadas "não estão a funcionar" e que a estratégia da Europa devia mudar radicalmente sob pena de se regressar a uma nova recessão.
Como? Com uma "alteração na estrutura da zona euro", que deve passar por uma união bancária e por uma união orçamental. "Todos concordam que a união bancária é uma coisa boa, mas está a avançar muito lentamente", por isso, são necessárias resoluções bancárias rápidas que "garantam os depósitos", ou "o dinheiro vai voar dos países fracos para os países fortes e os fracos só vão ficar mais fracos", contrariamente à filosofia inicial da zona euro de aproximar os Estados.
Além disso, o nobel admite que a zona euro precisa de começar a pensar nas Eurobonds, para se aproximar de uma união orçamental. Com emissões de dívida conjuntas, Stiglitz lembra que os Estados poderiam conseguir "empréstimos com a força do todo" o que levaria as taxas de juro para valor idênticos aos dos Estados Unidos.
A este propósito diz ainda que "a realidade económica vai pressionar" as decisões e que por isso, a oposição de países como a Alemanha acabará por deixar de existir.
Porquê? Porque não podem falhar novamente, diz. "Todos achavam que a austeridade era a solução e agora a Europa está a pagar o preço da austeridade".
Daniel Bessa diz que Vítor Constâncio foi o mentor do ataque a Portugal e José Sócrates conduziu o avião.

Daniel Bessa compara a crise em Portugal com o atentado às torres gémeas e diz que Vítor Constâncio foi o mentor do ataque e que José Sócrates conduziu o avião. As acusações do antigo ministro de António Guterres e Presidente da Cotec foram feitas esta noite no Porto numa conferência onde esteve o atual governador do Banco de Portugal.  http://sicnoticias.sapo.pt/economia/2014-07-11-daniel-bessa-diz-que-vitor-constancio-foi-o-mentor-do-ataque-a-portugal-e-jose-socrates-conduziu-o-aviao;jsessionid=110C05967509F5CCD8ABFAEA4A1D0E61



A indigitação de Carlos Moedas para a pasta da Investigação e Ciência é elogiada por Pedro Santana Lopes e António Vitorino. A distribuição de pastas e funções...
RR.SAPO.PT

José Sócrates tinha razão.
Isto só lá vai com investimento público e privado.

É verdade, não há qualquer erro, INVESTIMENTO PÚBLICO quem o afirma é nada mais, nada menos, do que o nosso conhecido Jean-Claude Junker que mudou 180º do que defendia quando apoiou Passos Coelho. Junker juntamente com o PM italiano, actualmente a ocupar a presidência rotativa da União Europeia propõem investimentos na ordem dos 100 mil milhões de euros para revitalizar a economia europeia durante os próximos três anos. Passos Coelho assanhado adversário da iniciativa pública não ainda deu qualquer sinal de vida e continua afastado das propostas do PM italiano e de agora do convertido à realidade da economia de que iniciativa pública é o motor principal do crescimento económico.


Ferreira Leite diz caso BES mostra que programa da Troika foi mal concebido. (Afinal o que andou lá a fazer Catroga e Frasquilho)
Para a ex-líder do PSD, o programa de ajustamento da Troika foi "mal concebido" por "não levar em conta a nossa realidade": "Achámos que o setor público era a origem de todos os males (..)O problema do setor público está quase resolvido e afinal o país não cresce, porque afinal o mal não está apenas no setor público, está também no setor privado, como prova este caso", afirmou esta quinta-feira à noite na TVI24.
"Afinal havia ali um grupo ao nosso lado, esse sim, vivia acima das suas possibilidades e ninguém deu por nada (...) O que é que cá esteve a fazer a Troika e as pessoas que forneceram elementos à Troika?", acrescentou.

Foi sobretudo a ganância do sistema financeiro, e não o despesismo dos Estados, que conduziu a Europa ao atual beco sem saída. A mesma ganância conduziu à Grande Depressão de 1929. Por: Viriato Soromenho.

António Costa organiza convenção sob o lema Mobilizar Portugal este sábado, em...
PUBLICO.P





































O excedente da estagnação da Europa

by As Minhas Leituras
Enquanto o resto do mundo recupera da Grande Recessão de 2008-2009, a Europa está a estagnar. As previsões de crescimento na Zona Euro apontam para um crescimento de 1,7% no próximo ano. O que é que pode ser feito em relação a isto? Uma solução é enfraquecer o euro. No início de Julho, o director […]

Origens da Crise
Faz este mês 6 anos que a crise lançada pelo sistema financeiro abalou o ocidente.
Começa nos Estados Unidos com a falência do banco de investimento Lehman Brothers de inicio menosprezada pela União com a decisão de obrigar os Estados membro a acelerarem o investimento publico para lhe fazer frente..Passados os 6 anos os americanos crescem economicamente e a Europa definha .Este contraste é a prova evidente do colossal erro das políticas de austeridade seguidas.Portugal foi vitima da crise europeia e de uma outra que a irresponsabilidade política interna provocou .Se a primeira já era grave a segunda arrasou politica,económica e socialmente o País.
O chumbo do PEC4 foi um crime nacional que por razões de guerras internas o meu Partido nunca denunciou.
Aqui é que podemos falar de traição á verdade histórica por razões mesquinhas e oportunistas.
Começam a surgir na União sinais visíveis nas instituições a reconhecerem que a política de austeridade só agrava a crise.
Juntar uma voz forte de Portugal nessas instituições é decisivo.
António Costa na minha opinião é o político mais preparado e capaz para acrescentar a essas vozes. Por: Antonio Campos


Silva Peneda (PSD) Eu defendo a erradicação deste PSD , adulterado por Passos, Relvas, Marco António, Marilú e Cavaco no mínimo por 1 Milénio

As Consequência e o Resultado de 3 anos de Governo PSD/CDS.

Descemos 3 posições no Índice de Desenvolvimento Humano da ONU.
1,4 milhoes de desempregados (real).
Défice sem baixar, na proporção dos cortes e impostos.
Dívida a chegar aos 220 mil milhões, 135% do PIB. ( Maior de Sempre)
Adiamento do pagamento de dívida através da troca por juros mais elevados.
PIB ao nível de 2001.
A Maior despesa do Estado. Impostos mais altos de sempre.
Em 3 anos já emigraram 350 mil. Corresponde a 3 cidades como Coimbra.

2 milhões de pobres, em 2011. E em 2013, 2,7 milhões.
Em 2013, 660 mil famílias não conseguiram pagar empréstimos a bancos.
500 mil pessoas com salários penhorados em 2013, record.
Mais de 14 mil presos nas cadeias portuguesas em 2013, record.
Aumento de 23% das vendas de automóveis de luxo, em 2013.

Justiça bloqueada apesar do governo saber que o sistema não iria aguentar.
Maior desorganização na colocação dos professores nas escolas. 

Porra que é preciso ser tendencioso para negar estes FACTOS.
Ao fim de 3 anos já é tempo de assumir responsabilidades e deixar de se desculpar com Sócrates.
Vir dizer que as taxas de juro desceram? Sim é verdade mas não é trabalho do governo é da politica europeia! Não chega... foi mau demais.

Com uma dívida de 94% do PIB no tempo de Sócrates era a Bancarrota, com uma dívida de 135% do PIB no tempo de Passos/Portas é o quê? a recuperação.



























PUBLICO.PT · 2.377 PARTILHAS ·2 DE OUTUBRO DE 2014



"Esta maioria, há que reconhecê-lo, conseguiu o seu maior ou único sucesso em convencer o país que o culpado de tudo o que de mal nos estava a acontecer foi Sócrates.

 A Verdade da Mentira da bancarrota. O Despesismo de Sócrates"

Durante toda a década anterior à crise financeira a dívida pública portuguesa em percentagem do PIB foi inferior à alemã, e muito inferior à média europeia.Os salários, esses sempre foram inferiores a qualquer média, seja a da OCDE, da União Europeia ou da zona euro. O salário médio português é muitíssimo inferior ao salário mínimo em vigor na maioria dos países europeus. Benefícios sociais em percentagem do PIB? Em 2000 eram 18%. Na zona euro? 25%. E na Alemanha? 28%. E assim se manteve a relação durante toda a década. As despesas em educação, na década de 2000, permaneceram estáveis, as da saúde aumentaram um ponto percentual no PIB - um dos ritmos de crescimento mais baixos da Europa.
O tão propalado Estado gordo que serviu de justificação à austeridade era, feitas as contas, um Estado de dimensões pequenas, porventura até demasiado pequenas para o atraso do país em qualificações, serviços públicos e investimento no setor produtivo. O povo que viveu acima das suas possibilidades era, afinal, um dos mais pobres da Europa e com maiores desigualdades de rendimento.  
A crise que vivemos tem, portanto, outras raízes. Dizem os registos mais recentes que, em 2008, se deu a maior hecatombe financeira de que há memória desde 1929. Sabe-se também, de fonte segura, que a culpa se deveu à especulação que surfou livremente a desregulamentação que os moralistas de hoje advogaram no passado. Mais, que este sistema insustentável de endividamento e ganhos especulativos se alimentou das desigualdades sociais.  | 27 de Junho de 2014. Ler mais: http://expresso.sapo.pt/licoes-ha-muitas-professor-cavaco=f878003#ixzz35wfbmO8XL


O CANICHE DE TODOS OS DONOS
por Miguel Abrantes | 12 julho 2014
Eduardo Catroga comparou, em Maio de 2011, José Sócrates a Hitler, numa entrevista dada ao Público. Catroga estava
então visivelmente desequilibrado, a ponto de ter sido forçado pelo PSD a fazer umas férias no Brasil até às eleições legislativas.
Agora, coube a Daniel Bessa fazer de bobo num jantar de empresários. Nesta iniciativa para ouvir Carlos Costa, governador do Banco de Portugal, palrar sobre tudo e mais alguma coisa (excepto sobre o facto de ter deixado Ricardo Salgado aos comandos do BES até agora), o moderador Bessa, que parecia estar com um grão na asa, assumiu-se como a estrela do convívio, comparando José Sócrates e Vítor Constâncio aos terroristas da Al-Qaeda.
As imagens das televisões mostram que as reles considerações de Bessa não caíram bem entre os comensais, salvo entre um ou outro alarve. Mas a circunstância de Carlos Costa se ter mantido em silêncio perante a afronta ao seu
antecessor no Banco de Portugal — não escondendo até um certo gozo com o que era dito — vale mais do que mil palavras sobre o seu carácter.
De Daniel Bessa é de esperar tudo. Vindo da esquerda radical, aterrou no grupo «Mais Sociedade» (a nova designação do «Compromisso Portugal»), depois de uma breve passagem pelo primeiro governo de António Guterres. Ele havia batido à porta dos Estados Gerais à espera, como confessou um dia, de ser convidado para ministro das Finanças. Acabou como ministro da Economia, tendo sido removido ao fim de seis meses (um record imbatível, mesmo tendo em conta todos os Álvaros que passaram pela pasta). Este ressentido sobrevive, desde então, de uns cargos honoríficos.
Bessa é o caso típico de alguém que, tendo perdido o respeito por si próprio, se comporta como uma camioneta sem travões.
A direita quer o desmantelamento do estado social? Então, papagueia-se: «A economia está a ser aniquilada pelo Estado social» (A).
A direita quer a redução dos direitos laborais? Então, faz-se de megafone: a legislação laboral, que «faz as delícias do Governo [de Sócrates]», tem de ser flexibilizada (B).
A direita quer reduzir os salários? Então, vamos a isso: «Acho que nas empresas viradas para os mercados exteriores, para serem capazes de produzir e vender mais barato aqui e ali, era vantajoso e um estímulo ser-lhes dada a possibilidade de aumentar o horário de trabalho até uma hora a mais, por exemplo» (C), adiantando que esse aumento do horário não seria acompanhado de um aumento de salário.
A direita quer fazer cortes nos salários dos trabalhadores do Estado e nas pensões? Então, faz-se um embrulho popularucho para justificar a brutalidade da medida: é inevitável uma «pancadinha» (D) nos rendimentos dos funcionários públicos e nos reformados.
O Governo atirou o país contra a parede, estando social e economicamente devastado? A direita quer levar mais longe a estratégia de empobrecimento? Então, cá temos o homem a fazer a quadratura do círculo: «É irrecusável reconhecer que foi feito um trabalho interno. Na frente das contas com o exterior. Em matéria de contas públicas. Claro que muitas coisas não foram feitas como gostaríamos. Há muitas áreas de reformas que não foram cumpridas. Mas, globalmente, temos de reconhecer que houve trabalho» (E).
Mas não se peça a Daniel Bessa grandes rasgos. Num debate com Carrapatoso e Barreto, transcrito no Expresso¹, antecipava o futuro: «“Nós não vamos fugir a uma redução considerável do nosso nível de vida nos próximos anos”, que Bessa estima em cerca de 10%, admitindo que o ajustamento poderá variar entre cinco e dez anos.» Hoje, estamos em condições de avaliar a consistência técnica dos prognósticos de Bessa.
A direita não se conforma, na hora actual, com o Estado de direito democrático. Bessa dá voz à aspiração de virar do avesso o regime de Abril. É vê-lo sempre nas trincheiras da direita ostentando o chapéu de ex-ministro «socialista»: «O problema é profundo, estrutural, tem séculos. O que fazer? Isto não está fácil e necessita de uma resposta política. Tem de tocar a questão do poder. Do ponto de vista do discurso, é preciso uma mudança ampla, para não dizer radical»(¹). Mas como não é homem para grandes arroubos, é vê-lo à espera de instruções: «De onde é que vem esse novo poder, essa nova autoridade? Não sei de onde pode surgir, sinto-me completamente perdido»¹.
Daniel Bessa aceitou desempenhar uma função menor no âmbito da propaganda da direita: justificar as barbaridades em curso, assumir as posições mais radicais para que o Governo pareça moderado. Comportando-se como um caniche que dá ao rabinho a todos os donos, não estava este pobre ressentido à espera de ser tratado com o desprezo que os pulhas merecem?
__________
(¹) Edição do Expresso de 18.12.2010, pp. 46-7
foto: - O bobo fala, o governador diverte-se com as baboseiras





O que Pedro Marques Lopes diz é que há muita gente e com muitas responsabilidades que sabia, ou tinha a obrigação de saber, das enormes vigarices que se passavam no Espírito Santo e que nada fizeram para as evitar, para as denunciar, que nada fizeram para se afastarem delas. Que foram cúmplices do enormíssimo e longuíssimo processo de delapidação de fundos, bens, confiança, etc, etc, etc de que vamos tendo notícia. Antigos e futuros ministros, secretários e tachistas avulso com lugares nos partidos, na comunicação social, nas empresas públicas, escritórios de advogados com comentadores sempre nas TVs, agências de informação e comunicação, tanta gente de missa diária e que nos recomenda modéstia no gastar, que nos apontou a origem do mal, benzendo-se e persignando-se sempre que falava de Sócrates!
Pois, agora convinha saber porque sabemos através daquela intensa campanha feroz de quanto custou a casa da mãe de Sócrates e até o nome do edifício onde a senhora vive, quanto gastou Sócrates em Paris, porque vestia jeans quando tinha calças Boss, quanto recebeu por meia duzia de projectos de engenharia civil de mamarrachos na Guarda, qual era o nome do gato e do papagaio, sabemos as compras do tio manhoso de Sócrates, as aventuras do primo do Sócrates na China, do outro primo em Benguela, sabemos das cadeiras de inglês que fez ao domingo, dos restaurantes em que ia jantar e com quem, tudo graças ao Correio da Manhã, da TVI, do Expresso, à Presidência da República.
Mas não trataram de nos informar do que verdadeiramente era importante e do que se passava no banco de cor verde e não sabemos nada da família Espirito Santo! Somos informados por anjinhos? Tomam-nos a todos por parvos? Isto é, para falar a sério: a corrupção das redações dos jornais e TVs é igual à do Espirito Santo? Os jornalistas só não são Espirito Santo porque não podem? ESTAMOS MUITO DOENTESpor Telmo Vaz Pereira.




Eu bem disse que isto do Monte Branco  e do BES ainda ia sobrar para Sócrates. O melhor era fazer um decreto em que Sócrates passaria a ser o culpado de todos os males, passados, presentes e futuros desde D. Afonso Henriques até ao ano três mil.



«Depois de milhares de processos, jornalistas ajuramentados, padres furiosos, procuradores esganados, Juízes dementes, depois de todos a documentação falsa, e da maior campanha de desinformação jamais vista:
-Curioso! Ainda ninguém conseguiu - e o que tentaram !!! - criar a lista dos recebimentos de José Sócrates!
Curioso, ou Impossibilidade material?
Nem toda a filhadeputice, afinal, é um meio assertivo para a felicidade do reencontro da Extrema Esquerda Acéfala com a Direita Trauliteira!
Azares que o Império tece!
» Manuel Ferrer




O ódio a Sócrates
Se não sabem eu explico, porque é que a direita e também a esquerda fica azeda e odeia tanto José Sócrates. Experimentem introduzir um cavalo num curral cheio de burros e vão ver que todos o mordem e escoiceam. A inveja e a frustração de saber que nunca chegarão a cavalos provoca ódios e raivas. Enquanto uns ficam frustrados e raivosos, há outros que ainda dizem que aquele burro é esquisito, pois nem percebem que se trata não de um burro, mas de um cavalo.
Ainda há por aí muita gente a ter pesadelos com Sócrates, pois continuam a sonhar com ele debaixo da cama. Mesmo depois de terem cortado os pés à mesma e terem colocado o colchão no chão, afinal não resultou, pois passaram a sonhar com ele no teto.



A "Opinião de José Sócrates"
"Representar o PS significa representar todo o PS e toda a sua história. Representar o PS não é apenas representar os militantes que circunstancialmente, neste momento, estão inscritos no PS, é estar muito mais acima."
"Todos aqueles que erraram foi porque fizeram alguma coisa, só aqueles que nunca nada fizeram é que nunca erraram."
"O meu Partido tem o dever de olhar para a frente, contudo o problema situa-se numa patranha que a direita conta a propósito das origens da crise que não é verdadeira e o silêncio do PS contribui para que essa mistificação possa perdurar"
"O silêncio do PS levou a que a narrativa da direita sobre a origem da crise passasse sem contraposição. É uma mentira histórica que a crise tivesse começado devido à divida dos Estados."
"Espero que o PS tenha sucesso neste processo de inovação política e tenho grande confiança que Jorge Coelho irá zelar por grande transparência e rigor processual"
"O Pais espera agora que o PS lhe dê uma verdadeira liderança política, capaz, competente, que defina um rumo e que seja corajosa em enfrentar as políticas europeias que têm prejudicado em muito o nosso País"
"Há uma semanas atrás visitou-nos o PR da Alemanha e o nosso Presidente não arranjou melhor coisa a dizer ao Senhor Presidente da República Alemão que nós aprendemos a lição.
É exatamente disto que o Pais não precisa. O Pais precisa de quem nos defenda e não de quem nos humilhe injustamente." Por: Jorge Lemos.


Na Inglaterra romanizada, por exemplo, a roda de oleiro foi "esquecida" durante 300 anos, tal foi o recuo tecnológico que se seguiu ao colapso do Império! O que sucede
em Portugal merece meditação séria. Há 40 anos, a Assembleia

Constituinte parecia uma Academia das Ciências. Hoje, com algumas exceções mais ou menos visíveis, a política de topo tornou-se um lugar tendencialmente mal frequentado. Por ambições vazias. Por distraídos bem-intencionados. Por coladores de cartazes que ficaram na fila à espera de serem servidos. O colapso do Estado ainda não é inevitável. Mas dentro dos palácios a tecnologia da roda de oleiro parece estar a ser rapidamente esquecida. Viriato Soromenho Marques




O melhor politico português, aguardamos por ti José Sócrates... Portugal precisa de ti! 
Numa entrevista ao Diário de Notícias, Helena Sacadura Cabral, mãe de Paulo...

NOTICIASAOMINUTO.COM

                     

sábado, abril 18, 2015

«Nem sempre o que parece é»

Miguel Sousa Tavares, hoje no Expresso:

«(…) 3. A estratégia de acusação a Sócrates, por parte do Ministério Público, parece assentar numa pirâmide invertida, caminhando do menos para o mais, até chegar à tese defendida. Primeiro, tentando provar que ele vivia acima das suas capacidades conhecidas; depois, tentando provar que isso era possível porque ele tinha uma fortuna

oculta, em nome de terceiro; e, finalmente, o mais importante: que essa fortuna teve origem criminosa, designadamente em actos de corrupção passiva, enquanto primeiro-ministro. Lendo os jornais bem informados sobre a acusação, estamos agora na terceira fase: procura-se demonstrar que a corrupção foi feita a favor do Grupo Lena e através dos contratos que este obteve na Venezuela devido à mediação de Sócrates. Não é uma acusação fácil de provar, desde logo porque parte substancial desses contratos foi negociada já sob a égide deste Governo, e depois, porque um primeiro-ministro mover influências para que as empresas portuguesas obtenham contratos no estrangeiro é, não apenas normal, como elogiável. Chama-se a isso diplomacia económica e é o que fazem todos os governos e presidentes por esse mundo fora. É claro que, vindo-se a descobrir que Sócrates foi recompensado pelo Grupo Lena devido à sua intervenção nos contratos obtidos na Venezuela, tal ficaria muito mal ao ex-primeiro-ministro. Mas, mesmo então não vejo como, juridicamente, esse acto moralmente indefensável poderia ser juridicamente enquadrado no crime de corrupção, ainda que na sua forma mais moderada de corrupção para acto lícito.
Todavia, imagine-se que o MP teria conseguido uma escuta entre Sócrates, ainda primeiro-ministro, e o presidente do Grupo Lena, em que Sócrates diria coisas como "tem todo o meu apoio em tudo o que for necessário, pessoal e institucional... Estou totalmente disponível para tudo... para aquilo que considerar que possa ter alguma utilidade". Nesse caso, suponho que, por exemplo, o Tribunal da Relação de Lisboa teria ainda mais motivos para recusar a revogação da prisão preventiva de Sócrates,

reforçando os argumentos indevidamente usados no Acórdão proferido sobre ela, em que declarou a sua convicção da culpabilidade de Sócrates (matéria que não lhe cabia apreciar). Sucede, porém, que tal escuta existe e aquelas frases foram proferidas, de facto, mas não foi Sócrates que assim falou ao presidente do Grupo Lena e sim o presidente do Tribunal da Relação de Lisboa (que presidiu à leitura do Acórdão sobre Sócrates) quem assim falou a António Figueiredo, ex-director dos Registos e Notariado, preso agora em prisão preventiva no caso dos vistos gold e que então se queixava ao juiz de estar sob investigação. Uma conversa investigada pelo MP, por dever de ofício e cujo processo foi arquivado em dias, concluindo-se não haver quaisquer fundamentos para seguir avante. Como o próprio MP reconheceu neste caso, nem sempre o que parece é. Ou é demonstrável.»
Via C.C

12 comentários:

  1. A propósito do "blog" Viriato à Pedrada e do trabalho que têm desenvolvido:

    Fico tão contente quando constato que ainda existe gente que tenta, a todo o custo, repor a verdade, mostrar outras perspetivas, desafiar a hegemonia de opiniões que se instalou em Portugal!

    Consigo avaliar, bastante bem, a dificuldade deste trabalho, persistente, corajoso e tantas vezes inglório. É um trabalho que só pode assentar em fortes convicções e num apurado sentido de justiça.

    Não sei quem é a pessoa, ou quem são as pessoas. É pena!
    Gostava de a/as conhecer.

    Fátima Pinho
    (Viseu)

    ResponderEliminar
  2. A lucura aperta, não, "viriato"?
    E agora junta-se o desespero total...
    Nice!

    ResponderEliminar
  3. Espero sinceramente que a Justiça tenha razão e que o José Sócrates seja culpado dos crimes que está indiciado, porque se for inocente está em causa o sistema de justiça, um dos pilares de Estado de Direito.

    Tenho a convicção que está inocente destas acusações e que tudo o que se passa é uma encomenda do PSD/PP.

    ResponderEliminar
  4. José Sócrates

    Antes de mais um exórdio: tenho uma profunda admiração pelo ex-primeiro ministro português José Sócrates. Talvez seja uma obsessão, pois nunca consegui compreender a causa desta admiração. Desfalecidos pelos adamastores da vida académica em Maputo e Nampula, alguns dos meus colegas de trincheira socorriam-se de grandes sumidades clássicas para suster as suas destilações, eu, que sempre recusei não dar maior primazia aos débitos dos finados, a orientação da minha bússola centrava-se, entre outros pensadores hodiernos, nas lucubrações de José Sócrates, o único líder que deu maioria absoluta ao Partido Socialista. Considero-o um homem de inteligência catita e castiça que soube prestar grandes serviços à Portugal. Contudo, não sou o seu rábula.

    Estava na cidade Património Cultural da Humanidade (Évora) quando pela madrugada soube da sua detenção, 21/11/14, pelo Tribunal Central de Instrução Criminal (TCIC). Não fiquei admirado, pois sabia que os anticorpos de Sócrates não aguentariam por muito tempo a sanha dos seus detractores, cujos dentes Felídeos ultrapassam a ferocidade de qualquer canino. Sócrates nasceu como um tubarão a saber nadar, sempre deu corpo as balas, mas os inimigos que criou em parte devido a sua fervorosa disciplina partidária e combustão face à institucionalização de uma elite privilegiada dos médicos e magistrados (incluindo juízes), acumulou inimigos que todos os dias rezavam nas sinagogas do mal e pediam preces ao seus diabos para se vincarem dele.

    A sua prisão, que entristece os portugueses, foi transmitida pelas televisões que se refastelavam de alegria. Foi-lhe preparado com minudência um lugar na cruz, para ajustes de conta. Uma vez preso o troféu de caça foi apresentado ao mundo como sendo um homem perigoso que merece carregar os pecados de Portugal. Chego a pensar cá por mim que Sócrates foi preso pela política e jornalismo que pela justiça portuguesa, porque esta dificilmente encontrará provas para o manter preso. A prisão quando é injusta não reabilita, arma a mente e com uma a força de sansão, esta rebela-se, nenhum obstáculo a detém.

    Este jornalismo, que serve de inspiração a certos jornalistas em Moçambique, é um pasquim, como o diz o amigo Hugo Guerreiro “O jornalismo encontra-se amordaçado pelo pérfido capital e interesses políticos. Mas, acrescente-se, a falta de valores e ética profissional de alguns, é também a causa da queda de credibilidade de uma profissão que é o esteio de qualquer nação democrática.”
    Esta prisão mata politicamente Sócrates? Políticos como Sócrates, além de não se aposentar, têm 7 vidas. Não é fácil derrubar o seu arcabouço. É capaz de estar mais livre na cadeia, do que os seus adversários cujas mentes vivem acorrentadas em liberdade. Eu não sou bruxo para adivinhar exactamente o que vai acontecer ao ídolo, mas de uma coisa tenho absoluta certeza: a prisão fará nascer mais um best-seller da autoria de José Sócrates.

    ResponderEliminar
  5. Epá, se o gajo é tão bom porque é que não impediu que o país chegasse onde chegou, afinal foram 7 anos á frente do governo, não me digam que a culpa também é dos outros.
    Já agora, numa coisa têm razão, a haver justiça neste país o vosso querido Sócrates não estava sozinho na prisão, tinha a companhia de muitos outros politicos da nossa praça, tanto de esquerda como de direita sem esquecer o centro, mas isto talvez já seja um belo pensamento utópico.
    Outra coisa, esta história da cabala já cheira mal, durante o mandato dele como PM já se ouvia falar de cabalas, depois de sair a mesma coisa, e agora mais uma vez, tenham juizo, isto não é bola, tenham a capacidade de tirar as palas e ver com olhos de ver.
    Nós somos governados por gatunos, PSD/PS/CDS, etc, tudo gatunos, e enquanto andarmos aqui com a história do partido do coração estamos todos f...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. “O ‘sistema’ vive da cobardia dos políticos, da cumplicidade de alguns jornalistas; do cinismo das faculdades e dos professores de Direito e do desprezo que as pessoas decentes têm por tudo isto”, escreveu Sócrates, que termina a carta com uma pergunta desafiadora: “Quem nos guarda dos guardas?”. A prisão de Sócrates serviu como vingança da Justiça, pelo corte nos privilégios e a Belém e interessa ao PSD e CDS para evitar uma abada nas legislativas, mas também a todos os partidos da esquerda a quem roubou votos. Há ainda os Opus Dei que nunca aceitaram o aborto e casamento gay, assim como os Maçonicos. Sócrates não pertence a nenhuma Ordem Maçónica e nem os banqueiros que salvou sabem o seu número de telefone, nem nunca o convidaram para almoçar ou jantar. Sócrates retirou privilégios a Corporações poderosas e políticos e criou muitos anticorpos. Culpar Sócrates pela bancarrota só por maldade ou ignorância, dado existirem nas livrarias prateleiras de livros e artigos a explicar o óbvio. Como explicam a situação na Grécia, Irlanda, Islândia, Chipre, Espanha e Itália e ainda o que já está a acontecer na França, Bélgica e Holanda e até a Alemanha já não está nada bem, assim como o resto do Mundo. Provavelmente estamos a caminho de mais uma crise em breve. Espero que não culpem o Sócrates.
      Para os que têm dúvidas da cabala deixo o Link em baixo, que diz tudo do que esta gente é capaz, pois já o fizeram no passado e ainda se gabam disso. A entrevista dada por Fernando Moreira de Sá à Revista Visão não deixa margem para dúvidas. Como deu resultado, presentemente foram mais ousados e por isso a prisão. Só um cego não quer ver o óbvio.

      http://viriatoapedrada.blogspot.pt/2013/11/ascensao-e-queda-de-passos-ii.html

      Eliminar
  6. O estranho disto tudo.
    Existem dois grupos, os que acreditam em tudo e os que não acreditam em nada, do que é noticiado, nas TVS, Rádios, Jornais e Revistas. Há no entanto à volta de tudo isto muitas coisas estranhas. Desde logo não se compreende a razão porque não é dado o mesmo tratamento a todos os implicados do, BES , BPN, SLN, Monte Branco, Face Oculta, Apito Dourado, Vistos Gold, submarinos, assassinato de Rosalina Ribeiro e desaparecimento da Maddie e já agora Técnoforma, Furacão, Portucale, Apito Dourado, Face Oculta, Remédio Santo, etc., até porque na maioria dos processos o Juiz e procurador até são os mesmos.
    http://viriatoapedrada.blogspot.pt/2014/07/a-maior-cabala-e-mentira-depois-de-74.html

    ResponderEliminar
  7. “Fui primeiro-ministro. Se não for eu a respeitar as instituições quem o fará?”. Esta frase foi proferida por José Sócrates, segundo uma entrevista do advogado João Araújo publicada esta quarta-feira no jornal i.

    ResponderEliminar
  8. DECLARAÇÃO - Pulseira Eletrónica - Não

    A minha prisão constituiu uma enorme e cruel injustiça. Seis meses sem acusação. Seis meses sem acesso aos autos. Seis meses de um furiosa campanha mediática de denegrimento e de difamação, permitida, se não dirigida, pelo Ministério Público. Seis meses de imputações falsas, absurdas e, pior – infundamentadas, o que significa que o Ministério Público não as poderia nem deveria fazer, por não estarem sustentadas nem em indícios, nem em factos, nem em provas. Seis meses, enfim, de arbítrio e de abuso.

    Aqui chegados, que cada um assuma as suas responsabilidades. A minha prisão foi uma violência exercida injustamente contra mim, mas foi-o de forma unilateral – foi-me imposta. Esse acto contou sempre com o meu protesto e o meu repúdio; nunca com o meu silêncio e muito menos com o meu assentimento. Agora, o Ministério Público propõe prisão domiciliária com vigilância electrónica, que continua a ser prisão, só que necessita do meu acordo. Nunca, em consciência, poderia dá-lo.

    Por outro lado, não posso ignorar – nem pactuar – com aquilo que, hoje, para mim, está diante dos olhos: a prisão preventiva usada para investigar, para despersonalizar, para quebrar, para calar, para obter sabe-se lá que “confissões”. Também não ignoro – nem pactuo – com a utilização da prisão domiciliária com vigilância electrónica como instrumento de suavização, destinado a corrigir erros de forma a parecer que nunca se cometeram. Estas “meias-libertações” não têm outro objetivo que não seja disfarçar o erro original e o sucessivo falhanço: depois de seis meses de prisão, nem factos, nem provas, nem acusação.

    Meditei longamente nesta decisão, no que ela significa de sacrifício pessoal e, principalmente, no sacrifício que representa para a minha família e para os meus amigos, que têm suportado esta inacreditável situação com uma extraordinária coragem. Todavia, o critério de decisão é simples – ela tem que estar de acordo com o respeito que devo a mim próprio e com o respeito que devo aos cargos públicos que exerci. Nas situações mais difíceis há sempre uma escolha. A minha é esta: digo não.

    ResponderEliminar


  9. Advogado de Sócrates diz que inquérito deixou defesa
    O advogado de José Sócrates diz que saiu muito satisfeito do inquérito desta quarta-feira ao ex-primeiro ministro. João Araújo disse que foram apresentados factos novos, mas insiste que a tese da defesa foi confirmada.

    Partilhar
    SAPO · 411 PARTILHAS · 28 DE MAIO DE 2015

    ResponderEliminar
  10. “Fui primeiro-ministro. Se não for eu a respeitar as instituições quem o fará?”. Esta frase foi proferida por José Sócrates, segundo uma entrevista do advogado João Araújo publicada esta quarta-feira no jornal i.

    ResponderEliminar


  11. Magalhães e Silva: “Há uma estratégia que passa pela condenação em praça pública de Sócrates”
    O advogado foi um dos convidados para debater, esta terça-feira, o caso José Sócrates e a manutenção da prisão preventiva do antigo primeiro-ministro. Na mesma mesa, estiveram o juiz desembargador Rui Rangel, o advogado Paulo Sá e Cunha, a comentadora da TVI Constança Cunha e Sá e a jornalista Cláudia Rosenbusch
    Partilhar
    IOL · 426 PARTILHAS · 9 DE JUNHO DE 2015

    ResponderEliminar