quarta-feira, 5 de junho de 2013

TGV Lisboa-Madrid afinal avança

             
               


Neste mesmo dia, em 1179, O Papa Alexandre III emite a bula "Manifestis Probatum" em que reconhece Portugal como Reino. São os 836 anos de Portugal.
VORTEXMAG.NET|POR VORTEX MAGAZINE

Outros:
O Regresso do TGV Jornal Económico                 Álvaro, explica-nos o BPN e TGV
Ana Aeroporto em Alcochete e TGV                            As Riquezas e Pobrezas de Portugal
A China quer as Lajes Ilha Terceira Açores                Diga 'Sócrates' e tudo se explica
Teixeira dos Santos defende TGV e PPP                   Paulo Portas Sócrates Submarinos TGV
PPP - Pouparam 36 milhões nos últimos anos        PPP Ponte Vasco da Gama Lusoponte
Teixeira dos Santos: PEC4 teria evitado troika        Cortes nas PPP mais caros para o Estado
Fantasias orçamentais Jornal de Negócios              Teixeira dos Santos Em 2010 Saldo 460ME  
          

TGV Lisboa-Madrid afinal avança
A ligação de alta velocidade entre as capitais portuguesa e espanhola vai mesmo avançar, depois de o Governo ter chegado a acordo com Bruxelas sobre o financiamento da obra, que deverá avançar entre 2014 e 2020, avança a TVI.

Em declarações à estação televisiva, Vítor Gaspar disse que «a reformulação do anterior projecto Lisboa-Madrid (...) foi negociada com Bruxelas, tendo merecido a concordância por parte da Comissão Europeia».
Recorde-se que o projecto do Governo de Sócrates que foi chumbado pelo Tribunal de Contas tinha190 milhões de euros de fundos comunitários, comparticipação esta que, segundo o Ministro das Finanças à TVI, deverá ser mais alta. Vítor Gaspar garante que essa comparticipação vai subir: «O Governo (…) conseguiu aumentar de forma significativa as taxas efectivas de comparticipação comunitária para os 85%, face aos atuais 25%».
Como explica a TVI, o adiamento do projecto levou entretanto ao desvio de 375 milhões de euros de fundos para outros sectores.
Sobre o financiamento dentro de Portugal, a Parpública tomou a posição do consórcio Elos, liderado pela Brisa e Soares da Costa, assumindo assim um empréstimo de 600 milhões de euros junto de um sindicato bancário composto pelo Santander, BCP, BES e Caixa Geral de Depósitos.
5 de Fevereiro, 2013 SOL

Sim, vai haver TGV, mas mais caro


TGV em ensaios no governo PSD/CDS


Cada dia entendo menos este governo e as suas...
PERSUACCAO.BLOGSPOT.COM


Comissário dos Transportes Bruxelas tem 1,6 mil milhões para Portugal investir no TGV

Comissário dos Transportes Bruxelas tem 1,6 mil milhões para Portugal investir no TGV
O comissário europeu dos Transportes, Siim Kallas, revelou, em entrevista ao Expresso, que Bruxelas tem 1,6 mil milhões de euros destinados a Portugal para a construção da ligação ferroviária (TGV) entre Lisboa e Madrid. Falta agora o País avançar com verbas nacionais, sob pena de o projeto ser cancelado.

Bruxelas destinou a Portugal 1,6 mil milhões de euros para a construção do TVG – integrado no Corredor Atlântico, acordado entre os estados-membros da União Europeia – que deve avançar até 2020, mas só se o Governo assegurar a restante verba necessária (de 25%).

“Há mais de 1,6 mil milhões de euros reservados para Portugal para projetos das redes transeuropeias relacionadas com os transportes” – dos quais 500 milhões dizem respeito ao orçamento do Mecanismo Interligar a Europa e 1,1 mil milhões dizem respeito ao fundo de coesão –, garantiu, em entrevista ao Expresso, o comissário europeu dos Transportes.

“Pediram-nos para criar as condições: um mapa e dinheiro. Isso está feito. Mas nós não construímos nada. Isso cabe aos países. Se Portugal não tiver recursos [o Corredor Atlântico] será atrasado, adiado, cancelado”, alertou Siim Kallas.

“Não vi qualquer sinal de que Portugal não tencione fazer a sua parte. Fala-se em atrasos e diferentes considerações, mas até ao momento nada de oficial”, acrescentou.

De acordo com o comissário europeu, os projetos de construção na nova ponte sobre o Tejo e do novo aeroporto em Lisboa deverão ficar parados, pelo menos até 2020, ano em que termina o atual quadro financeiro europeu.- 25 de Janeiro de 2014 | Por Notícias Ao Minuto


1 comentário:

  1. A Maçonaria Francesa não iria desistir de conseguir esse dinheirinho para os seus comparsas. O Sócrates dará sempre que puder às claras ou às escondidas um empurrãozinho.

    ResponderEliminar